A casa de notícias para os fãs da Nintendo

10 jogos do Wii que poderiam ser revisitados no Switch

O Nintendo Wii foi um vídeo game fantástico, tão fantástico que o amor por esse console e pela Nintendo fundaram o Wii Brasil lá em 2006. E agora, com o Switch, seria um momento interessante para reviver algumas franquias que ficaram restritas ao Wii. O Switch e os Joy-Cons faz possível e natural que games que nasceram lá sejam revisitados, afinal, as capacidades do Wii Remote são facilmente reproduzidas pelos Joy-cons.

Pois bem, vamos à lista. Eu não quis trazer para essa lista jogos da Nintendo, e nem os melhores, mas aquelas iniciativas de thirds que poderiam retornar, seja em forma de sequencia ou remake, também exclui No More Heroes, porque ele já está confirmado.

Série Boom Blox

Boom Blox foi uma surpresa e vários sentidos: primeiro porque era um jogo relativamente simples, de destruir blocos e que impressiona pela efetividade da fórmula e segundo devido ao fato de um de seus idealizadores ser ninguém mais, ninguém mesmo que Steven Spielberg. Para os que não conhecem, não se deixem levar pelas aparências, o game é voltado a um público amplo, e daí? O jogo é divertido pra caramba! A jogabilidade intuitiva com os sensores de movimento são motivo mais que suficiente para um retorno triunfal no Switch, com melhores gráficos, mais fases e um sistema de compartilhamento de níveis online mais convidativo.

 

Zack & Wiki

Esse jogo pegou todo mundo de surpresa. Era uma nova IP da Capcom que se tornou um clássico instantâneo da plataforma. É verdade que, a nível comercial, esse game não deu certo. Suas vendas foram horríveis. O que acaba tornando esse um dos mais improváveis de ocorrer nessa lista. O game acertava em tudo, era bonito, divertido, jogabilidade de point and click simplesmente impecável. Seria muito bom ver um retorno no Switch!

MadWorld

Sangrento, bizarro, e absolutamente divertido! Ele, por ser violento, já era um ponto fora da curva no Wii, conhecido por ser um vídeo game família, mas ele era tão bizarro e sanguinolento que essa curva passava longe de similares do gênero. Você era sempre convidado pelo jogo a experimentar as formas mais malucas de tortura antes de confirmar a morte de seus inimigos. Era muito legal enfincar placas e mais placas no corpo do oponente, enfiá-lo num barril, para só depois jogá-lo em um moinho de lâminas altamente afiadas. Com um estilo artístico que lembra HQ’s, trilha sonora com um Hip Hop frenético e de alta qualidade, gráficos impecáveis para a plataforma, história e personagens memoráveis… MadWorld volta logo, Sega, nunca te pedi nada!

Muramasa: The Demon Blade

Como citar Muramasa sem antes fazer uma carta de amor? Sabe aqueles jogos que você reserva um cantinho no coração? Muramasa foi um desses jogos. Arte excepcional, jogabilidade afinada. Esse game já teve outras oportunidades, fora do Wii. O PS Vita tem em sua biblioteca esse game espetacular. Tá certo que entre os que eu listei esse seja o que menos usava as características únicas do Wii, mas ele é tão sensacional que eu não teria como descarta-lo. Se você não jogou esse game. Para tudo que “cê tá fazeno” e vai atrás desse game.

Trauma Team
Em compensação, esse aqui, da nossa queridíssima Atlus, usa e abusa dos controles de movimento. Tá certo que uma versão de Wii U seria a melhor possível. Afinal, essa série nasceu no DS, but (mas) o Wii U já é passado, e a versão de Wii era muito boa. Trata-se de um jogo onde você é o médico e você deve realizar as mais variadas cirurgias. Costurar um pâncreas, retirar cacos de vidro de um órgão estão entre as missões, que vão se tornando mais e mais difíceis. Só venha!

Série Red Steel

O primeiro Red Steel foi pura propaganda enganosa. Quem não lembra daquele trailer, apresentado logo na E3 de 2006 (icônica) que davam a entender que os controles respondiam maravilhosamente bem? Bom sabemos desde o lançamento do game a grande mentira que o game vendeu. Mas, vamos lá, Red Steel 2 se redimiu. Usando a tecnologia do Wii Motion Plus tivemos a experiência prometida no primeiro, em um game com gráficos muito interessantes em cel-shading, um faroeste samurai, jogabilidade de primeira. Faltou um modo multiplayer e uma história e herói menos genérico, falhas que poderiam ser concertadas numa sequência.

Deadly Creatures

Um game onde se controla um escorpião e uma tarântula que enfrenta outros insetos, ratos, cobras. A história do game rolava ao redor da ação. Elas eram meios para descobrir a história de um assassinato. Com gráficos absolutamente incríveis, o game pecava por uma jogabilidade imprecisa. Um remake ou uma continuação, com mais animais para se controlar, talvez com um modo coop e jogabilidade revisada fariam muito sentido no Switch.

Mushroom Men

Esse game é uma hidden gem do Wii. É um platformer onde você controla um “homem cogumelo, com poderes de telecinese. A história, altamente original, faz com que você realmente se importe com as causas perseguidas pelo seu personagem principal. O game não tinha lá gráficos muito interessantes, nem momentos de jogabilidade memoráveis, mas tinha um conceito e estilo artísticos muito bons. É um daqueles jogos que valem a pena conferir. Esse também é bastante improvável, mas se viesse para Switch também seria muitíssimo bem vindo.

Cursed Mountain

É um daqueles ame ou odeie. Eu mesmo gostei bastante do jogo, mas em rodas de conversa e em redes sociais vi muita gente detonando o game. No geral, as reclamações transitavam entre gráficos ruins (o que eu discordo em partes) e uma jogabilidade travada (o que concordo em partes). Sobre gráficos ruins, uma aparição no Switch pode muito bem resolver o problema, já sobre a jogabilidade, talvez seria necessário tornar a movimentação do personagem um pouco mais fluída, e a mira mais responsiva. A história do game é fenomenal e seria muito bom ver esse game tendo uma novíssima chance no Switão da massa.

A Boy and His Blob

Esse é um clássico de NES revisitado no Wii que poderia ter uma sequencia no Switch. Esse game é daqueles que me fez ficar igual um idiota na frente da TV, chorando, querendo ficar mais fases com a minha bolhinha. Transformar ela em escada, em robô, em trampolim e várias outras coisas por mais horas e horas. O game era lindo, divertido, trilha sonora delicada. E esse game teve versões nessa geração, poderia ter também no Switch. Majesco, libera aê!

Essa foi minha lista. Qual é a sua? Conta pra mim nos comentários!

Comentários