A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise – Adventures of Bertram Fiddle: Episode 1: A Dreadly Business

0

Após uma campanha de sucesso em 2015 no kickstarter, o 1º episodio de Bertram Fiddle chega ao Nintendo Switch!

  Lançado para diversas plataformas e sucesso em todas para um jogo de pequeno porte, Bertram Fiddle faz sua estreia na família Nintendo trazendo seus Trocadalhos do Carilho de forma unica.

-O Enredo 
  O cenário é uma Londres por volta de 1880, e nosso personagem principal é o aventureiro Bertram Fiddle, seguido de seu fiel assistente-ciclope Gavin.
  Com um clima meio suspense/terror, há um serial killer a solta e um sr.-super-detetive-famosinho esta ocupado demais tirando um cochilo para caça-lo, tornando Bertram a opção mais viável para o caso.
  (Isso e o fato do assassino ter levado o cachorro de sua esposa por engano)
 
  A história já deixa claro nesse primeiro episodio que será bizarra e com muitos, muitos, mas MUITOS trocadilhos e piadinhas infames.


-O Visual
  O jogo inteiro é desenhado em HD, projetado com cenários side-scroller comuns em Point-and-click. Toda a arte dos personages —inclusive os narizes bizarros— leva um estilo cartoon à la Hora da Aventura. Sim, aparecem coisas estranhas do tipo: uma cobra de 2 cabeças, uma moita carnivora assassina, um pássaro Dodo massagista e por aí vai…

-O Som
  Inspirado pelos Filmes B de 1970 (ler sobre), Cam Reynolds compôs a trilha sonora do jogo de forma perfeita. Como o jogo usa uma linha investigativa para se desenrolar, o audio casa bem com as cenas —perseguição, aproximação, climax, etc— fazendo o jogador sentir que está num caso de Sherlock Holmes (cofcofMetidoàBestacofcof)

-A Jogabilidade
  Os hotspost’s são precisos e fazem sentido com o contexto da cena. Caso o jogador esteja encontrando dificuldade para localiza-los, basta segurar o botão “A” —ou manter o touch pressionado— e todos eles iram apresentar um circulo (vide imagem abaixo)
  Os itens se camuflam no cenário o suficiente para passar despercebido pelos desatentos. Há algumas cenas de perseguição onde os reflexos imperam, mas nada muito complicado.
  O jogo em si leva cerca de 3~5hs para ser terminado, deixando varias pontas soltas na historia que, acredito eu, serão amarradas no 2º (e ultimo) episodio. Espero ansiosamente pela próxima parte =D

 

O jogo foi gentilmente concedido pela RUMPUS! para esta análise.
(The game was kindly granted by RUMPUS!  for this review.)
  “imagens retiradas da internet”

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Ser notificado por