A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise Atomine

0

Atomine é um jogo de tiro multidirecional com cenários gerados aleatoriamente, gênero que tem vários bons representantes como Robotron 64 e Geometry Wars. Atomine tenta trazer uma experiência que consagrou os títulos citados e vamos descobrir se ele consegue.

Nesse contexto temos que primeiramente falar da jogabilidade que é precisa, mas lenta. O jogo peca bastante em trazer o personagem principal com uma velocidade pequena, se ele fosse um pouco mais rápido seria muito bom, todavia, com o passar do tempo você vai conseguir mais personagens que são mais rápidos e resolvem esse problema.

O principal problema se encontra no numero excessivo de projeteis necessários para destruir os inimigos, mesmo os mais simples precisam de muitos tiros e o estranho é que mesmo depois de adquirir novas armas isso continua acontecendo.

A arte aproveita uma temática de área tecnológica futurística e isso poderia ter ficado muito bom se não fosse o excesso de repetição dos visuais. Mesmo com a simplicidade eu fiquei impressionado que ocasionalmente há queda de frames.

Há uma boa variedade de novos de tipos de armas, mas apenas poucas são úteis. Passei boa parte do tempo torcendo pra achar um míssil uma vez que mesmo sendo lento ele consegue destruir os inimigos mais rápido.

A musicas do jogo são genéricas e deixam a sensação que não foram bem trabalhadas e algumas chegam a ser estridentes além dos efeitos sonoros serem pouco aparentes.

A experiência com Atomine foi um exercício de paciência, para conseguir terminar eu tive que ficar horas cadenciando tiros e matando os mesmos inimigos que precisavam de vários tiros para morrer. Esqueça a velocidade e dinamismo, pois esse não é foco do titulo no inicio, você vai passar algumas horas tentando pegar personagens melhores para finalmente chegar na velocidade dos trailers. O tempo todo eu achava que tudo precisa de tiros demais e isso ao invés de aumentar a dificuldade deixa o jogo muito enfadonho.

Vale citar que a ideia sobre Atomine é muito boa e os cenários mesmo simples são interessantes no começo, mas a execução dos elementos de Roguelike e o excesso de tiros necessários para destruir qualquer coisa deixaram o jogo extremamente chato.

Não posso recomendar o jogo para nenhum tipo de jogador, ele simplesmente não é divertido.

50%
Exercício de paciência

Atomine mostra claramente que jogos são mais que puramente tecnologia. Para fazer um bom titulo é necessário um exercício de produção artística. Juntar elementos famosos não torna algo bom diretamente. Uma atualização corrigindo as musicas com som estridente, aumentando a velocidade do primeiro personagem e diminuindo a vida dos inimigos seria muito bem vinda.

  • Total
O jogo foi gentilmente concedido pela Broken Arms Games Pty Ltd para esta análise.
(The game was kindly granted by Broken Arms Games Pty Ltd for this review.)

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Ser notificado por