A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Analise – Dodgeball Academia

Um RPG de esporte que vai marcar você!

Dodgeball Academia, o RPG de queimada criado pelo estúdio brasileiro Pocket Trap, conta a história de Otto, um aluno da academia que luta para se tornar um profissional de queimada. Com ótimas referências e muito humor, trilhamos o caminho para a carreira profissional em um mundo onde tudo gira em torno da queimada.

História

A história de Dodgeball Academia começa quando Otto é aceito na escola, e logo no seu primeiro dia, ganha poderes ao tocar na bola do maior jogador de queimada que existiu (deve ter sido o maior mesmo, já que com um arremesso a bola virou um gerador nuclear). Cada aluno, ao ingressar na academia, ganha seus poderes dessa maneira e começa a despertar seu potencial escondido.

Mas nem tudo é magia aqui nessa escola (entenderam?). Dodgeball Academia não tem formado astros do esporte nos últimos anos e corre risco de fechar. Por isso, a escola tem que mostrar no torneio deste ano alunos promissores para o esporte e, deste modo, se manter em funcionamento. Nada demais para o nosso protagonista Otto, que não espera ser nada menos do que um campeão mundial. Porém, a jornada não será fácil, já que nesse ano há muitos alunos talentosos, como Boris, o aluno mais forte da escola.
Qualquer semelhança com algum anime ou mangá de esporte não é mera coincidência, pois Dodgeball Academia se inspira em muitos deles e mescla muito bem personagens carismáticos e uma trama divertida, aproveitando os clichês dessas obras e criando situações novas e às vezes inesperadas.

Gráficos e trilha sonora

Os gráficos de Dodgeball Academia são bem interessantes. Os personagens são todos feitos ao estilo cartoon em um 2D com muitas animações. Os cenários, por sua vez, são modelos 3D, com um tom um pouco mais realista para o mundo fora das partidas – um ótimo contraste entre realidade e fantasia. Dentro das quadras, a animação em cartoon predomina com poderes incríveis e cores vibrantes.

A trilha sonora é muito boa e passa a sensação de estar sempre dentro de uma quadra, mesmo fora dela, como quando estamos no pátio do colégio ou em uma sala de aula, e por aí vai. Isso cria uma boa imersão, e o game tem excelente variedade de músicas.

Gameplay

Se você chegou até aqui e ainda não sabe o que é queimada, aqui vai uma rápida explicação:
“Esporte cujo objetivo é acertar os nossos oponentes com a bola e caso seja acertado, está fora da partida. Algumas regras variam, como eliminação ou número de jogadores, mas sempre com o mesmo objetivo: acertar o adversário.”
Dodgeball Academia mantém as mesmas regras; porém por ser um RPG também, para ser eliminado do jogo é preciso ter seu HP zerado, e para isso vale tudo: raios, bolas de fogo, bolas com efeito e muito mais! E não basta ter força, tem que saber desviar e agarrar.

Com um controle bem responsivo, é essencial conhecer os personagens e suas qualidades, movimentos e fraquezas. Cada um que controlamos (e quase todos que enfrentamos) têm mecânicas únicas, o que deixa tudo mais divertido e variado.
Embora não tenha grinding e tudo seja resolvido em quadra, muitos combates te esperam durante a campanha principal e nas diversas side quests que mudam a cada episódio.
As quests têm bastante sinergia e costumam convergir junto com o foco de cada episódio, o que é ótimo, pois elimina a necessidade de ficar voltando em alguma área só pra isso.
O jogo também oferece um modo versus, que só pode ser jogado em modo local, infelizmente. Adoraria que tivesse um modo online, mas como não é o foco do jogo, isso é compreensível.
Vale a pena destacar uma última coisa: por ser um jogo brasileiro, é claro que ele suporta o nosso idioma, mas o interessante é o modo de aprendizagem, que é um recurso muito bom, que nos permite mudar o idioma do jogo com o toque de um botão a qualquer momento. Isso é bastante divertido, pois podemos comparar as falas em outros idiomas, já que muitos personagens têm sotaques e expressões linguísticas diferentes.
Ao pressionar o botão “-”, você pode ver o texto e o HUD em outro idioma. Ao pressionar ZR e ZL, você pode mudar o idioma. Deixo a recomendação de jogar em português e comparar com inglês usando esse recurso, e ver como ficou a localização dos sotaques e itens.
Parabéns Pocket Trap pelo excelente trabalho!

Veredito
Em uma ótima junção de RPG e queimada, Dodgeball Academia joga muitas bolas e acertou em cheio no resultado.
Prós
Jogabilidade única
Enredo divertido
Personagens carismáticos
Ótima direção de arte
Contras
Multiplayer apenas local
9.5
Show de bola
Comentários