A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise – FLUFFY CUBED

Relaxando com o novo jogo brasileiro independente da Napoka Games.

A Qubyte em parceria com a Naoka Games nos trás Fluffy Cubed. Um jogo no estilo Box-trap clássico japonês, onde você controla um gatinho em forma de cubo que precisa colocar as caixas em seus devidos lugares. O estilo de Puzzle é o conhecido como sokoban um dos mais importantes e utilizados nos games. São os famosos jogos de empurrar caixas para locais específicos para completar o quebra-cabeça.

Aqui já fica um aviso: Dentre os jogos neste estilo Sokobam, Fluffy Cubed não se propõe a ser inovador, nem ter muitos modos, é um dos Sokoban mais simples que já jogamos.

O JOGO

Fluffy Cubed é um jogo que tem como objetivo fazer o jogador ter uma experiência relaxante, e por isso ele precisa contar com alguns elementos básicos, tanto de estética quanto de trilha sonora.  O jogo exige concentração, portanto precisa ser confortável para os olhos e ouvidos! E ele cumpre muito bem o seu papel. Conta com uma paleta de cores em tons pasteis e uma estética minimalista. Também possui uma trilha sonora bem relaxante e gostosa. E como cereja do bolo, uma gameplay simples onde você só precisa mover o seu gatinho fofo através das 120 fases.

Em teoria parece simples, mas com o avanço das fases de forma bem sutil, a dificuldade vai aumentando exigindo um pouco mais de raciocínio para que tudo seja colocado em seus respectivos lugares e você não fique encurralado pelas caixas, ou, as caixas em uma posição que  você não consiga mais empurra-las.

É importante falar sobre seu seu baixo preço, custa R$9,99 mas você já pode encontrar por menos em promoções. 120 fases por esse preço pode parecer convidativo, no entanto, não vai te levar mais do que 2 ou 3 horas direto para completar todas as fases do game, uma vez que elas não oferecem tanto desafio. O jogo é relativamente fácil, com exceção da fase 93 que foi bem mais desafiadora do que a média, mas isso não aconece com frequência.

Uma outra coisa a se citar, é sobre a animação ao mover o personagem. Por ser um pouco lenta, você pode querer pressionar várias vezes o botão para fazer vários movimentos, mas o jogo vai registrar apenas como 1. O Objetivo do jogo é mesmo ser relaxante, um pouco lento e sem grandes desafios, mas isso pode incomodar alguns jogadores.

Fluffy Cubed é um bom Sokoban, os gráficos são fofos e simples, nada de grandes expectativas. As músicas são relaxantes e um puco repetitivas, como era de se esperar. E pra quem gosta de puzzles e Sokoban, o fato de nãos er muito difícil, torna o jogo até mais viciante pois você vai tendo a satisfação de terminar as fases uma atrás da outra. É um game realmente para relaxar, jogar no modo portátil e ter fácil ali em mãos pra alguém que esteja entrando agora no mundo dos games, uma criança ou um fã do gênero.

Conclusão: 

Se você curte um jogo para relaxar e ao mesmo tempo te desafia de forma bem tranquila, Fluffy Cubed vai te servir muito bem. Um jogo perfeito para momentos onde você está em algum lugar calmo e relaxante, por isso funciona muito bem com a proposta portátil do Switch.

Se você for um jogador que curte mais jogos adventure, Fluffy Cubed pode se tornar um jogo esquecível bem rápido, já que ele não oferece um grande desafio mesmo nas fases mais avançadas. Mas se você é daqueles que curte puzzles, ele funciona muito bem como um jogo de entrada  para esse estilo.

Plataformas:

  • Nintendo Switch (R$9,99)
  • Xbox One, Series X|S (R$14,95)
  • PlayStation 4 e PlayStation 5 (R$21,50)
  • PC (R$4,49)

Veredito
Fluffy Cubed cumpre seu papel em todas as suas propostas. Um jogo de fato relaxante e agradável aos sentidos, mas esquecível para jogadores em busca de desafios. Porèm, bem atrativo para jogadores que buscam um Puzzle básico e de fácil entendimento.
Prós
Estética Minimalista agradável aos olhos.
Trilha Sonora Relaxante.
Dinamismo na UI do jogo.
Arte e coloração.
Contras
Progressão de dificuldade lento.
Nenhuma variação de mecânicas.
Nenhuma variação estética.
7
Legal
você pode gostar também
Comentários