A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise Hollow knight

5

Nos últimos anos temos visto um mar de jogos a incorporar as mecânicas de Metroid, alguns desses tem se destacado por colocar novos elementos ou fazer isso de uma forma bastante curiosa. Hollow Knight se foca no estilo ação com aventura que tenta trazer o consagrado estilo de Metroid ao seu gameplay.

Desse titulo em especial quero começar falando da arte e da apresentação que é muito elegante, o personagem, NPCs e inimigos são especies de insetos e isso torna o mundo extremamente imaginativo. Numa visão de mundo “micro” tudo fica muito interessante. Os ambientes são variados e deixam sempre a sensação de algo misterioso.

A apresentação do jogo é muito enigmática e o objetivo do jogador é sempre um mistério. Os NPCs tem coisas curiosas a dizer que fazem tudo ficar um pouco mais confuso e mais revelador.

Há uma historia simples e que deixa boa parte dela a ser interpretada, isso é muito bem colocado e desde o inicio você vai ficar querendo descobrir os mistérios dessa cidade. Tudo se inicia quando nosso personagem decide ir a uma cidade subterrânea que foi a muito tempo “abandonada”. Ao adentrar nesse misterioso universo, você não sabe as motivações que levam o personagem a estar naquele local tão inóspito.

A jornada é bastante perigosa e ai que entra o grande destaque, sua excelente jogabilidade e mecânicas de batalhas. O ritmo das batalhas é bastante cadenciado e cada inimigo que aparece tem um jeito único de você batalhar. No inicio existe uma grande simplicidade para explicar melhor como funciona as mecânicas, mas isso logo muda para um jogo com dificuldade na medida certa.

Existe uma excelente curva de dificuldade e provavelmente jogadores novatos vão conseguir se acostumar a tempo de alcançar as penúrias que vão vir no futuro.

A jogabilidade realmente é o ponto forte e suas habilidades como jogador são mais importantes que as habilidades do personagem e isso se mostra essencial uma vez que ele incorpora a mecânica de perder suas “almas” que é vista na serie Souls. Quando você morre, perde suas almas e um personagem idêntico ao seu com a cor preta fica no local e caso você o derrote pode recuperar o que perdeu. No inicio juntar essas almas vai parecer fácil e logo você terá muitas no estoque e poucas coisas para comprar, mas depois da metade do jogo vai ter itens importantes e caros que vão dar trabalho para conseguir.

Uma critica que posso fazer ao jogo é o fato de itens essenciais não serem dados logo de cara, a exemplo disso é o mapa que você precisa compra-lo em uma pequena loja na vila. Isso foi algo que mais chateia do que traz profundidade ao jogo, uma vez que são itens baratos que só vão fazer o jogador farmar um pouco de almas para compra-los rapidamente. Isso inclui a possibilidade de o mapa se auto completar ao passar pelos lugares.

O mapa do jogo é enorme e cheios de inimigos que tem uma boa variedade e você vai ter que aprender como eles atacam para prosseguir. As salas são diferentes o bastante para você se localizar facilmente e mesmo que seja a primeira vez em alguma área tudo vai parecer muito bem feito.

O jogo no Nintendo Switch conta com diversas DLCs que são gratuitas e por isso ele é muito extenso e você provavelmente vai ter uma aventura longa pelo mundo que lhe é proposto. As DLCs são: A Trupe Grimm, Sonhos Escondidos, Sangue Vital e GodMaster elas são expansões que adicionam cenários, inimigos, musicas, itens e chefes.

Para circular por esse mundo todo você vai fazer uso de um sistema de tuneis de “metro” que servem de atalhos para diversas partes do mapa, eles são muito uteis, todavia, é importante salientar que um dos principais defeitos do jogo é exatamente esse, O backtracking. O jogo faz você voltar em algumas áreas com novos poderes para prosseguir e isso faz parte da mecânica, ocorre é que os lugares são longes demais. Talvez houve uma tentativa de dar um ar de grandeza, mas não foi algo que deixou uma boa experiência. Muitas vezes você vai ter que percorrer um longo caminho pelo mapa para chegar em um lugar que você já passou. Talvez isso fosse melhor solucionado com mais pontos de viagem ou corredores mais curtos.

A musica do jogo é boa e deixa você no clima e o mais legal é que a cada DLC eles foram implementando musicas novas, isso deixa dezenas de composições para serem houvidas, demonstrando uma excelente variedade de boas composições.

Como foi colocado, a dificuldade é bem satisfatória, ocorre que em algumas partes do jogo essa curva vira uma subida gigantesca e deixa poderosos inimigos prontos para lhe matar ao menor erro. Isso acontece de forma gradual, mas não deixa de ser difícil. A campanha principal tem alguns chefes assim e as DLCs e missões secundarias tem outros. Acredito que essa subida elevada na campanha principal pode atrapalhar alguns jogadores no inicio, mas algumas tentativas vão ser o suficiente para superar o desafio.

O mundo de Hollow knight é misterioso e cheio de personagens curiosos e todas as falas podem ser bem aproveitadas uma vez que o jogo está em português. Quem decidir se aventurar por essa misteriosa cidade e conhecer seus habitantes vai se divertir por muito tempo, acredito que mesmo com pequenos empecilhos iniciais, é um grande titulo que foi feito com muita qualidade.

Recomendo Hollow knight para qualquer jogador que goste de um bom jogo de ação e aventura com plataformas. Muitos mistérios e perguntas estão lhe esperando.

90%
Excelente

Um jogo muito divertido e cheio de personagens interessantes é o que lhe espera nessa intensa aventura. Se você gosta do estilo de jogo que Metroid criou Hollow knight vai lhe deixar muito feliz.

  • Total

Deixe um comentário

5 Comentários em "Análise Hollow knight"

Ser notificado por
Demon
Amiibo
Eu diria que um dos pontos negativos é que quando a pessoa pega pra jogar esse jogo, ela tem que jogar até o final. Meio que comecei a jogar durante uma viagem, quando cheguei no local deixei de jogar durante uns dias e quando voltei eu não fazia a minima ideia de onde eu tava e o que tinha que fazer. Voltei a jogar durante um tempo depois de ter rodado muito pelo mapa e lembrado o que eu tava fazendo, mas depois de um tempo passei pela mesma situação e cansei de tentar lembrar o que eu tava fazendo… Ler mais »
RafaelElias
Amiibo

Você tá precisando de um Omega 3 aí, filhão rofl

mauroalves
Amiibo

Abaixar nota apenas por não ser noob friendly é coisa de nutella.

RafaelElias
Amiibo

Terminei a campanha há uns dias, mas ainda estou jogando pra tentar fazer 100%. Esse é aquele tipo de jogo que você sente o carinho e amor dos desenvolvedores em cada pixel que a sua tela exibe.

Emissario
Amiibo

Eu tenho. Eu joguei. Eu amei.