A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise – Islanders

Construir cidades pode ser uma experiência de relaxamento

Islanders é um jogo simples e direto, mas ao mesmo tempo extremamente divertido e versátil. Consegue entreter em qualquer momento, em qualquer lugar. Inicialmente um lançamento para PC, o jogo chegou ao Nintendo Switch durante a Indie World.

Islanders é um jogo de construção de cidades que funciona de uma forma bem diferente de títulos já consagrados do gênero. O indie parte de uma premissa extremamente simples, apenas posicionar os edifícios ou construções de forma adequada nas pequenas ilhas. A proposta e escolha artística do jogo nos trazem um sentimento de paz, tudo é muito calmo e relaxante.

O game parte de uma proposta minimalista, com apenas alguns modelos de ilhas que são trocados aleatoriamente para o jogador. O jogo contém apenas dos modos de gameplay: recorde e sandbox. No modo recorde, a ilha começa vazia e podemos escolher um pacote para começar a construir, nesse primeiro momento para avançar no jogo será necessário atingir 20 de pontuação, ao atingi-la liberamos mais construções e assim em diante. Cada construção feita possui uma pontuação base, essa pontuação poderá aumentar dependendo de onde ele será posicionado, por exemplo, as casas tem sua pontuação acrescida quando estão próximas ao centro da cidade, assim o jogo inclui um grade fator estratégia para conseguir a maior pontuação possível. Já o modo sandbox é livre, não há pontuação ou qualquer restrição de construções ou ilhas.

Posicionamento e pontuação são apenas os únicos fatores que você deve se preocupar ao jogar islanders, não existe necessidade de se preocupar com população ou estrutura. Apenas uma boa pontuação é o suficiente. Se a sua ilha ficar cheia é só trocar de ilha que a pontuação será mantida.

A direção de arte optou por gráficos minimalistas através do low-poly, que nos proporciona gráficos belíssimos tanto no portátil, quanto no modo dock. A proposta low-poly se encaixa perfeitamente com a gameplay simplificada oferecida pelo jogo, o que se combinado com a trilha sonora cria um jogo perfeito para um momento de paz, capaz de distrair até mesmo nos dias mais estressantes.

O maior problema de Islanders está na adaptação dos controles, a escolha foi por posicionar as construções através dos direcionais, o que pode se tornar um pouco frustrante em alguns momentos, principalmente quando a ilha já está muito cheia. É possível encontrar um ótimo lugar para colocar sua casa e ainda sim ter dificuldade de reencontra-lo pela dificuldade proporcionada pelos direcionais.

Islanders é um jogo extremamente simples, até mesmo com aquela cara de jogo puzzle mobile, mas na verdade esconde um título com grande potencial capaz de divertir por horas e horas na busca de um score maior. A prova definitiva de que as vezes, menos pode ser mais. Apesar de faltar um modo multiplayer e a adaptação de controles problemática, o jogo vale muito a pena se pensarmos em seu baixo preço (R$ 25,40), sendo capaz de oferecer uma experiência completa e agradar diversos tipos de jogadores.

Análise – Islanders
Veredito
Islanders é um jogo extremamente minimalista e satisfatório, tanto em gráficos quanto em jogabilidade. Basta procurar a melhor pontuação possível a cada prédio posicionado, o que apesar de simples pode se tornar extremamente viciante e desafiador.
Prós
Gráficos
Level Design
Trilha Sonora
Contras
Controles
8
Comentários