A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise: N++

1

N++ é um jogo simples de plataforma. A fase é completamente visível em uma única tela e cabe ao jogador desviar dos obstáculos, acertar um botão para abrir a porta de saída e chegar até a mesma antes que o tempo se esgote. Simples? Sim. Fácil? Nem perto.

O movimento em N++ é completamente baseado no impulso de seu personagem, significando que sua velocidade tem um efeito bastante drástico no alcance dos pulos e também faz com que o controle do personagem não seja algo fácil de ser dominado. Felizmente, os primeiros níveis servem como excelentes tutoriais para o jogador entender como funciona esse estilo de jogo de plataforma.

Uma vez entendido os básicos da jogabilidade como corrida, salto curto e longo e os saltos nas paredes, logo começam a entrar uma variedade de armadilhas. São lasers, robôs, mísseis teleguiados e muito mais que usualmente estão entre você e a saída. Isso traz um lado quebra-cabeça para cada nível, já que é necessário considerar qual a rota mais segura que pode ser tomada.

N++ conta com centenas ou até milhares de fases, sendo que, individualmente, elas podem ser completadas em questão de segundos. Obviamente, isso também depende da dificuldade da fase, que também pode levar centenas de tentativas até conseguir um sucesso. Não bastasse isso, cada fase tem ouro que pode ser coletado, o qual aumenta o tempo em que a fase pode ser completada. Coletar todo o ouro em uma única fase é um desafio por si próprio e aumenta a longevidade do título.

Além das centenas de fases solo, ainda existe modo para múltiplos jogadores, um modo corrida para ver qual jogador consegue uma pontuação maior e um editor de fases com a possibilidade de baixar mais fases de outros jogadores. Essencialmente, N++ é um jogo com um número de fases praticamente infinito. A qualidade das mesmas, no entanto, varia bastante, com algumas sendo extremamente simples e outras muito mais interessantes e bem construídas.

80%
Ótimo

N++ é um simples jogo de plataforma que se foca completamente nesse aspecto, trazendo uma quantidade praticamente infinita de conteúdo para aqueles que desejam dominar seu estilo único de plataforma. Para os que gostam de jogos que requerem bastante precisão por parte do jogador e não se importam com uma dificuldade considerável, N++ é uma ótima recomendação.

  • final
  • Design
O jogo foi gentilmente concedido pela Metanet Software para esta análise.
(The game was kindly granted by  Metanet Software for this review.)

Deixe um comentário

1 Comentário em "Análise: N++"

Ser notificado por
8Bits16Hearts
Amiibo

Gosto muito de jogos indies e de inteligência, mas esse não me agradou.