A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise: Pikmin 3 Deluxe

Versão Deluxe conta com conteúdo adicional e co-op local em todos os modos de jogo

Quem é fã das franquias da Nintendo e teve a oportunidade de curtir o catálogo de jogos do Wii U, com certeza, deve concordar que Pikmin 3 é um título que não pode faltar na lista. Além de ser um dos mais bonitos já lançados na geração passada, o game contava com um modo história envolvente.

Na época, a novidade ganhou destaques ainda maiores por conta do Wii U GamePad. Para quem não se recorda, a ferramenta buscava mesclar a aventura que rolava na TV com a função touchscreen do controle.

A chegada de Pikmin 3 em 2013 fez com que os jogadores acreditassem que seria apenas questão de tempo para que “Pikmin 4” fosse lançado, dessa vez, para o Nintendo Switch. Com o passar dos últimos anos, fomos alimentados de novos rumores e expectativas sobre essa chegada. Mas, apesar de esse ser o desejo de muitos, a Nintendo, por enquanto, apresentou planos diferentes.

No último dia 30 de outubro de 2020, Pikmin 3 recebeu uma versão Deluxe. A nova edição trouxe algumas mudanças em relação à versão original, como incluir as DLCs lançadas para o Wii U, além de adaptações envolvendo os comandos dos Joy-con.

O jogo encontra-se disponível na eShop brasileira pelo valor de R$ 299,00 – preço cheio, mesmo este sendo mais um relançamento. Para os mais aficionados, a Nintendo também disponibilizou a versão em mídia física.

O início da odisseia

A série Pikmin surgiu, curiosamente, a partir de uma proposta desenvolvida por Shigeru Myiamoto, o qual idealizou uma aventura com seres que habitariam um ambiente semelhante ao seu próprio jardim. O projeto foi lançado no decorrer da era GameCube e recebeu continuações nas gerações seguintes, incluindo edições para os portáteis.

O terceiro título da série – para consoles de mesa – narra a história de três pequenos heróis astronautas pertencentes ao povo habitante do planeta Koppai. O enredo conta que, por conta do crescimento populacional desenfreado, o local enfrentou problemas de desabastecimento de comida. A única saída seria, então, sair à caça de outro lugar que pudesse conter alimento, e encontrar meios de transportar tudo até Koppai.

Após inúmeras buscas sem sucesso e próximos de desistirem, o trio formado por Alph, Charlie e Brittany avistam o planeta ideal, denominado PNF-404. A viagem corria bem, mas, durante o processo de aterrissagem, algo sai errado e os astronautas acabam caindo sem controle. A queda de cada um ocorreu em pontos distintos, deixando-os perdidos em um território totalmente desconhecido por eles.

Agora, em um mundo repleto de criaturas estranhas e objetos nunca antes vistos, eles devem trabalhar em conjunto para que consigam se reencontrar, superar obstáculos e inimigos, e retornar ao seu planeta natal. Porém, eles não estarão sozinhos nessa odisseia.

Hey, Pikmin!

O primeiro a surgir na tela é Alph, que, sem comunicação com os seus companheiros, aos poucos busca explorar o espaço ao seu redor. Mais do que novas paisagens, pequenas criaturinhas chamam atenção. São os Pikmin. Apesar de certa estranheza, os bichinhos são amigáveis. Oferecem ajuda nos afazeres e seguem todas as ordens dadas por Alph, que assume o papel de líder.

Ao longo da breve caminhada inicial, mais e mais Pikmin vão surgindo. Logo é possível perceber que eles conseguem carregar peças para a construção de pontes e auxiliar no transporte de itens e de frutas, além de serem capazes destruir barreiras para abrir caminho. A exploração está apenas começando. Alph ainda precisa buscar pelos seus companheiros, e a ajuda dos Pikmin será fundamental para isso.

Porém, da mesma forma que Alph está à procura dos seus amigos, eles também estão à procura de Alph. É nesse ponto que entra a interessante proposta que envolve o game. Mais do que controlar Alph e os Pikmin, você poderá (e deverá) traçar estratégias com todos os outros personagens jogáveis (Charlie e Brittany), através de um grande trabalho em equipe.

Os comandos dados por cada personagem são específicos. Ou seja, enquanto Alph comanda alguns Pikmin para que, por exemplo, peças de uma ponte sejam carregadas, Brittany pode designar outra função para os seus, como ordenar que derrotem um inimigo. Inicialmente, as histórias de cada personagem são narradas de forma independente, mas a ideia é que todas elas se encontrem em um determinado momento.

Pikmin: o que são? O que fazem? Onde vivem?

O protagonismo dos Pikmin é marcado por todas as tarefas que apenas eles são capazes de realizar. Apesar de trabalharem apenas seguindo ordens, sem a ajuda primordial das pequenas criaturas, nossos bravos astronautas não conseguiriam sozinhos. Mas onde estão os Pikmin?

Os Pikmin podem ser encontrados, geralmente, enterrados pelo terreno. Ao serem retirados desses pontos, integrarão o time sempre que forem solicitados. Além dos que podem ser avistados presos à terra, você pode dar vida à novos Pikmin derrotando e carregando os inimigos até à nave Orion.

Em todas as edições do game, os tipos de Pikmin existentes sofrem variações. Dessa vez, especificamente, no modo história de Pikmin 3, temos um total de cinco tipos, caracterizados todos por uma cor específica: vermelho, preto (pedra), amarelo, azul e rosa. O modo e a frequência com que encontramos cada um varia de acordo com os cenários.

Entretanto, essa não é a única diferença entre eles. Apesar de todos serem capazes de desempenhar algumas funções semelhantes, Pikmin de cores diferentes apresentam pontos fortes e fracos distintos.

Derrotando chefões e coletando frutas

A jornada conta com inimigos dos mais variados tamanhos e formas. Se muitos deles, para nós, não passariam de pequenos animais inofensivos, para os nosso exploradores e os Pikmin, as criaturas são bastante assustadoras.

A intensidade dos danos causados por esses inimigos em cada Pikmin passa por duas variáveis: quem está atacando e quem está sendo atacado, considerando os tais pontos fortes e fracos de cada Pikmin.

Todo final de mapa também traz um chefão diferente. Por conta das particularidades envolvendo cada um, os jogadores são obrigados a traçarem estratégias diferentes nos embates, levando em consideração os tipos e as quantidades de Pikmin. Os chefes costumam carregar itens e grandes pedaços de frutas, os quais devem ser coletados e transportados até a nave Orion. Lá, eles serão analisados e catalogados, e a conquista abrirá novas rotas.

Pikmin 3 pode parecer um jogo fácil no início, mas a necessidade de dividir atividades entre Alph, Charlie e Brittany vai dando um ar de dificuldades surgindo em breve. O tempo também será sempre um obstáculo a mais. O jogador conta com um horário limite para efetuar as suas missões.

Para conseguir explorar todo o mapa e cumprir todos os objetivos, será preciso determinar comandos para diferentes grupos de Pikmin. Enquanto alguns deles estarão trabalhando em um determinado ponto, outra equipe estará atuando em outra frente. O número máximo de Pikmin que o jogador pode carregar ao mesmo tempo não pode ultrapassar o total de 100, sendo possível dividi-los em infinitos grupos menores.

Um dos afazeres mais comuns e necessários em todos os cenários envolve a coleta de frutas. Elas são a sua referência de “quantidade de vidas restantes”. Cada fruta transportada até à nave Orion se transforma em alimento para os astronautas e equivale a um ou mais dias garantidos de energia. Logo, quanto mais alimentos, mais tempo de exploração garantido.

Mission Mode

O game também apresenta o modo Mission, no qual você pode escolher entre missões: Collect Treasure, Battle Enemies ou Defeat Bosses. Todos as opções incluem opção para co-op local.

No modo Collect Treasure, o jogador deverá resgatar a quantidade de frutas necessárias para atingir determinadas pontuações e, assim, receber uma das medalhas de premiação. Cada fruta coletada possui um valor diferente e seu objetivo será realizar essa tarefa antes que o tempo se esgote. Os cenários são os mesmos do modo história, mas estarão inicialmente bloqueados, dependendo do seu progresso no enredo principal.

O Battle Enemies traz uma proposta semelhante com a citada acima, mas, ao invés de lutarmos por frutas, devemos derrotar os inimigos presentes nos mapas dentro do tempo estabelecido. Inimigos diferentes possuem valores diferentes no placar final.

Você também pode tentar superar novamente todos os chefões do game. É o que encontramos na missão Defeat Bosses. Neste caso, não há a possibilidade de escolher quantidade e tipos de Pikmin a serem utilizados. O próprio modo de jogo determina o que você terá em mãos para nesse desafio.

Para o modo Mission Mode, os jogadores contarão com a ajuda de até sete tipos diferentes de Pikmin. Além dos cinco tipos já citados (vermelho, amarelo, pedra (preto), azul e rosa), também estarão inclusos Pikmin roxos e brancos.

Modo Competitivo: Bingo Battle

O modo multiplayer competitivo de Pikmin 3 Deluxe é chamado de Bingo Battle. O nome, não por acaso, é uma mistura de missões a serem cumpridos pelos jogadores, aliada a ideia de formar “bingo” em uma cartela.

Explicando melhor: cada jogador recebe uma cartela com várias frutas ocupando o lugar dos conhecidos números. O objetivo será achar e transportar as frutas que constam na sua cartela até a base.

São dez cenários disponíveis para a realização das disputas. A escolha da fase e a configuração de como funcionarão as batalhas fica a critério dos jogadores. O primeiro a conseguir completar uma linha inteira de frutas coletadas será declarado vencedor.

Side Stories

As Side Histories envolvem um modo de jogo protagonizado dessa vez por Olimar e a sua ajudante Louie. Divididos em duas campanhas (Olimar’s Assignment e Olimar’s Comeback), assumimos o comando do história agora sob o ponto de vista dos dois exploradores.

Neste modo, o progresso de cada mapa funcionará de forma independente. Ou seja, o desfecho de um capítulo não interfere no que vem a seguir. A rodada é finalizada assim que todos os objetivos são cumpridos, desta vez, com limite de tempo exibido em contagem regressiva. Dependendo de como for o seu rendimento, você será premiado e poderá avançar para novas fases.

Versão Switch x Versão Wii U

Pikmin 3 Deluxe é uma versão completa do game originalmente lançado para o Wii U em 2013. A edição Switch apresenta mudanças envolvendo, principalmente, a jogabilidade, baseada agora nos comandos dos Joy-Con, adotando um sistema diferente em comparação ao projetado para o Gamepad do Wii U.

A função touchscreen existente no Gamepad encaixava-se perfeitamente no controle de certas ações, principalmente quando assumíamos o controle de uma grande quantidade de Pikmin. Além disso, o acessório apresentava todas as informações dos cenários, itens colecionáveis, quantidade de frutas coletadas, e etc. em tempo real, algo que o Switch traz apenas em caso de acionamento do botão “+”.

A versão Deluxe trouxe outras novidades importantes. Uma delas é a função lock-on targeting, uma trava de mira que facilita bastante a coordenação das ações dos Pikmin. No Wii U, esse direcionamento ocorria através da função touch ou pelos botões do Gamepad.

Diferentemente da versão para Wii U, a edição Deluxe agora oferece ao jogador a opção de escolher o nível de dificuldade, em uma pequena lista que conta com: Normal, Hard e Ultra-Spicy. É importante dizer que o nível Ultra-Spicy encontra-se inicialmente bloqueado e se torna acessível somente após o game ser finalizado no nível Hard.

Outra ponto positivo fica por conta do modo multiplayer dentro do Modo História. A função co-op local também não existia na versão Wii U e oferece a possibilidade de dois players dividirem a tela e todas as tarefas. O destaque negativo fica por conta do campo de visão bastante reduzido para um game que obriga o jogador a se movimentar em 360°.

A divisão dos Joy-Con ainda pode causar outras situações incômodas. Os botões dos controles, por exemplo, parecem insuficientes para que todas as ações possam ser executadas com mais conforto, principalmente no que se refere ao comando da câmera.

Um último destaque a ser feito nessa comparação é sobre a resolução do jogo para as duas plataformas. Como a Nintendo não implementou nenhuma mudança, no modo dock, o game roda a 720p. O ganho vem com o modo portátil, no qual o game, no Switch, é executado a 576p, superando os 480p do Wii U Gamepad.

Uma visão geral sobre o jogo

Como já mencionado, Pikmin 3 é um dos melhores títulos já lançados se tratando de consoles da Nintendo. Entretanto, o jogo sofre de um problema parecido com o que ocorre nas também versões Deluxe de New Super Mario Bros. U e Donkey Kong Country Tropical Freeze: o conteúdo adicional é muito pequeno para justificar a cobrança de valor cheio.

Falando especificamente de Pikmin 3 Deluxe, considero o jogo relativamente fácil, ao menos que o nível de dificuldade selecionado seja o Ultra-Spicy. Se o seu foco não for alcançar os 100%, nem bater cabeça com objetivos e chefões em patamares mais elevados, a jornada será tranquila.

A quantidade de mapas a serem visitados é bem pequena, mas o tamanho e a variedade podem compensar. Além do objetivo principal, há muito o que explorar e descobrir em cada fase, além da possibilidade e necessidade de retornar em alguns momentos da história.

Pikmin 3 é um game que força o jogador a trabalhar em um sistema cooperativo do início ao fim. É quase impossível não delegar funções para que ao menos as missões essenciais sejam realizadas dentro do tempo limite. Conforme o jogo caminha para o fim, a necessidade de alternar entre o controle dos personagens e dos Pikmin vai se tornando cada vez maior.

A edição Deluxe define rigorosamente a qual público pode interessar essa versão. Se você conferiu de perto o que fora lançado para o Wii U, sugiro procurar por algo que seja realmente novo. Agora, caso você seja fã da franquia, ou mesmo não a conhece e está em busca de um título de qualidade, Pikmin 3 Deluxe é uma experiência sensacional.

Jogo fornecido gratuitamente pela Nintendo.

90%
Excelente

Pikmin 3 Deluxe apresenta a edição completa do título lançado originalmente para Wii U. Além de conteúdo adicional, a nova versão traz mudanças na jogabilidade e oferece multiplayer local em todos os modos de jogo. A aventura tem tudo para oferecer uma agradável experiência para todos os fãs da série e para todos os que ainda não conhecem uma das melhores franquias da Nintendo.

  • Design
Comentários