A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Analise – Road 96

Caia na estrada e conheça Petria.

Road 96 é uma bela e louca (e triste) viagem na estrada. Neste game, que se passa em um país que luta contra um governo autoritário e opressor, conhecemos muitos personagens e suas histórias (um tanto quanto malucas). Road 96 grita anos 90 em todos seus elementos: trilha sonora, gráficos e referências a filmes.

Gameplay

Road 96 é focado em uma narrativa, por isso, não temos um protagonista com nome e rosto. Somos apenas adolescentes fugindo de casa, tentando sair de um país para não ser mandados para prisão ou reformatórios. Seus crimes? Terem opiniões contrárias às do governo, mas vamos deixar essa parte para mais tarde.

Em cada cenário, encontramos um personagem chave para a história e descobrimos mais sobre o passado e o futuro de Petria e de cada um deles. Suas convicções podem te ajudar a descobrir mistérios, mas também podem custar sua vida.

Ao longo do caminho, esses personagens podem te ensinar coisas ou te dar ferramentas para facilitar suas viagens. Isso ajuda bastante no fator replay, já que tudo que conseguimos permanece conosco, abrindo algumas interações que não seriam possíveis antes.

O único problema em questão de gameplay são as telas de carregamento, que demoram o suficiente para quebrar a imersão e te fazer esquecer completamente do último cenário que estava jogando.

Interagimos no jogo por meio de um cursor na tela, que serve para tudo, inclusive para navegar entre os menus e jogar alguns minigames. Essa seria uma ótima oportunidade de deixar a versão do Switch mais única. Tudo que é controlado pelos analógicos poderia muito bem ser feito pelos sensores de movimento dos joy-cons, conferindo uma imersão ainda maior (claro, com a opção de desligar e o modo portátil com touch), e melhorando mais a experiência do jogo.

 

Gráficos e trilha sonora

Road 96, como já foi dito, é uma ode aos anos 90, e isso vale tanto para trilha quanto para os gráficos também. Road 96 tem um visual único pois mescla os recursos novos da tecnologia com o estilo da época, criando um visual rústico, mas ainda bonito de certa forma (só faltou mais expressividade aos NPCs).  A paisagem fica muito bem nesse estilo, e o Switch renderiza isso com maestria, ao menos no modo dock; no modo portátil as texturas parecem um pouco estranhas às vezes, mas nada muito gritante.

A trilha sonora é linda e bem eclética, com músicas para todos os gostos: folk, pop e até eletrônica. O melhor de tudo é que elas são 26 colecionáveis e podem ser tocadas em quase qualquer cenário onde você pode achar um toca-fitas ou walkman (The Road e Alex the Hacker são as melhores para mim, deixe aqui a sua nos comentários).

 

História

A narrativa de Road 96 é o foco principal, por isso, esse é o seu principal atributo (junto com a trilha sonora impecável), deixando, assim, uma história mais rasa. Assim que iniciamos o game, somos jogados no mundo de Petria do mesmo jeito que os personagens: sem informação e pouco contexto, e isso é parte da narrativa.

Deste modo, podemos entender e criar a nossa realidade nesse mundo, à nossa maneira. Os cenários por onde passamos não são apenas para influenciar os personagens, são também para mudar nossa perspectiva sobre o mundo e quem vive nele.

É disso que faz Road 96 um game único em cada partida, a forma como conhecemos os personagens, as situações que passamos com eles e muitas outras coisas, criam uma ligação diferente para cada jogador, o que te faz querer pôr o pé na estrada (“Road is my home”) mais e mais à medida que isso acontece. Seja para achar algum rosto familiar e saber mais sobre ele ou até mesmo para admirar a paisagem pela janela.

Até o tempo de jogo depende de cada um, uma vez que cada jovem gasta determinado número de dias, isso se conseguir chegar até a fronteira (atravessar é outra história), então pode demorar mais ou menos, de acordo com seu ritmo ou com sua sorte. Escolha o caminho que quer seguir com cada um ou com todos. Você tem total liberdade para escolher (pelo menos “você” jogador).

Veredito
Road 96 é uma aventura narrativa em constante evolução, passando por momentos de ação, exploração e (muita) melancolia, ao mesmo tempo em que faz uma crítica social que te faz refletir sobre a vida.
Prós
Trilha sonora original
História fluente e que se complementa bem
Diferentes rotas e finais
Contras
Loadings demorados
Queda de performance
Controles ruins
8.5
Incrivel
Comentários