A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise: Salt and Sanctuary

0

Salt and Sanctuary foi lançado em 2016 inicialmente pela Ska Studio, o game foi muito bem recebido pela crítica naquele ano e agora, dois anos depois ele chega ao Nintendo Switch. E sendo direto, o texto irá argumentar os porquês de você ficar de olho nesse game.

É necessário primeiro dizer que ele é um game 2D de ação-aventura e uma estrutura de Metroidvania. Dito isso você encontrará um grande mapa com caminhos que se interconectam e novos caminhos são “revelados” à medida que você consegue novas habilidades com seu personagem. Um diferencial é sua inspiração em Dark Souls, ou seja, um game visceral, absolutamente difícil, com combates que fazem o jogador suar.

O game tem uma jogabilidade absolutamente precisa e viciante, quer dizer, a junção de Metroidvania e Dark Souls em um game side scrolling é simplesmente fantástico, se por um lado você terá combates muito bem elaborados que solicitarão precisão cirúrgica do jogador, tem que saber esquivar, se defender, atacar na hora certa, estando ciente de que seu personagem é cheio de limitações, como a barra de stamina, também temos como elemento clássico de um Metroidvania a necessidade de estar atento aos cenários.

Os gráficos são simples, mas o que se destaca é a direção de arte, o game é agradável de se olhar, usa bem as paletas de cores para dar uma sensação de sobriedade. As músicas, um dos pontos altos do game trazem as sensações certas para cada momento da aventura. E em todos os momentos há a clara sensação de que esse mundo é inóspito, um lugar que não gostaríamos de viver.

O game oferece um sistema de criação de personagens bastante completo. Com a possibilidade de se escolher entre 8 classes diferentes, cada uma com estilos muito específicos, que, de fato diferenciam a aventura e que agradarão os mais diferenciados jogadores. O game ainda oferece uma complexa árvore de habilidades, com certeza você passará horas lendo todos os benefícios trazidos em cada uma das ramificações dessa árvore. Para isso é necessário ter sal (que serve como as almas de Dark Souls) que são conseguidas ao derrotar inimigos.

O jogo foi gentilmente concedido pela Ska Studios para esta análise.
(The game was kindly granted by Ska Studios for this review.)
90%
Excelente

Salt and Sanctuary acerta em muitos pontos, e erra pouco, ficando os erros com relação aos diálogos e a história absolutamente esquecíveis. O game é excelente, utiliza bem de suas referências e entrega um game competente em muitos aspectos.

  • Design

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Ser notificado por