A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise: Smoke and Sacrifice

1

Smoke and Sacrifice é um RPG de ação que lembra muito Don’t Starve e chegou em Maio de 2018 ao Nintendo Switch. Foi desenvolvido pela Solar Sail Games e distribuído pela Curve Digital.

A história é em torno de Sashi, que vive em uma aldeia que depende de recursos naturais, como plantações e criação de animais e por isso, os moradores dessa aldeia necessitam manter em funcionamento uma luz, que tem como função ser o Sol. Para manter esse “Sol” em funcionamento é necessário um sacrifício e é aqui onde Sashi entra, pois seu filho é o próximo sacrifício e ela não pode fazer nada. Vale ressaltar que a história é muito interessante do início ao fim, pois o mistério em torno do que está acontecendo te faz ficar curioso até o fim do jogo, sem dúvidas é um dos melhores (senão, o melhor) pontos do título.

Os gráficos são muito bem desenhados e lembram muito pinturas ancestrais, perdendo pouca qualidade do portátil para a TV no Switch e que se misturando com a trilha sonora dão um casamento praticamente perfeito.

Devemos lembrar que Smoke and Sacrifice é um jogo que tem como objetivo a sobrevivência da nossa protagonista, o que exige uma boa jogabilidade e bastante interatividade. Em Smoke and Sacrifice, esses papéis são muito bem cumpridos, com movimentação leve da personagem e muita exploração para coleta de itens que são necessários para criação de itens e comida, o sistema de crafting do game é bem dinâmico e provavelmente você terá poucos problemas com ele. Já o sistema de combate aqui é simples e rápido. Não que seja ruim, mas falta uma certa variedade nos movimentos, o que deixa um pouco superficial demais e às vezes, repetitivo.

Apesar de Smoke and Sacrifice ser um bom jogo, fica atrás de títulos no estilo como Don’t Starve (também disponícel para o Switch) e Oxygen not Included, o que nos faz pensar 2 vezes antes da compra.

80%
Muito Bom

Smoke and Sacrifice tem uma emocionante narrativa que nos envolve do ínicio ao fim, fazendo com que cada vez mais a curiosidade aumente. Com gráficos e trilha sonora que mescladas são memoráveis. Conta ainda com um sistema de crafting bem intuitivo e um sistema de combate simples. No geral é um ótimo jogo para quem gosta do estilo e não tem o que jogar, mas para novos jogadores, pode acabar virando segunda opção.

  • Final
O jogo foi gentilmente concedido pela Curve Digital para esta análise.
(The game was kindly granted by Curve Digital for this review.)

Deixe um comentário

1 Comentário em "Análise: Smoke and Sacrifice"

Ser notificado por
Zain Zahir
Amiibo
Fazer uma crítica ao seu ponto negativo. – Não é um ponto negativo, você está cometendo um erro em mencionar o movimento “superficial” de combate como um ponto negativo. Isto não é um ponto negativo, pois o formato do próprio jogo é assim o tempo inteiro, a forma como o personagem anda e mexe os braços e pernas é exatamente na mesma pegada do combate. E não é apenas do personagem que controlamos, mas de todos os outros do game. Um ponto negativo é quando tal coisa interfere no jogo como, algo que se percebe como prejudicial a experiência do… Ler mais »