A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise: Super Crush K.O.

Bora destruir robôs numa jaqueta neon?

Em Super Crush K.O., você assume o papel de uma garota que senta a porrada em um monte de robô, tudo em busca de salvar o seu gatinho, que foi sequestrado pela alienígena que os comanda. Tem fogo, raio, tiro, porrada e bomba pra você se divertir, nesse brawler de plataforma supercolorido. Coloque sua jaqueta de neon e venha conosco para a review do jogo!

Nos consoles, Super Crush K.O. é exclusivo para Switch, e lança hoje no mundo todo (lança na Steam também). Tudo começa quando você está tranquila conversando no celular, e uma alienígena loira destrói sua parede e rouba seu gato. Com Mr. Chubbz em perigo, precisamos atravessar mapas forrados de diferentes tipos de robôs, e é aí que a diversão começa.

Seguindo a fórmula de sucesso estabelecida com Mario, o jogo apresenta cada movimento possível de forma separada, mas integrada ao ambiente. Você aprende a pular, socar, dar pulos longos e a usar cada habilidade de forma lógica e gradual. Mesmo depois de passar pelo tutorial, você ganha Power Ups nas primeiras fases, para te ajudar a destruir o maior número possível de robôs. A diferença é que em vez de ser um encanador bigodudo, você é uma garota boa de briga. Faltam bons jogos com protagonistas femininas, e Super Crush K.O. é uma ótima adição à lista.

E falando nos robôs, cada um deles é diferente. Também é legal o fato de que eles são apresentados de forma separada, um a um, em destaque, justamente para que você aprenda quais são os padrões de movimento e ataque deles, bem como de que tipo de movimentos você precisa se defender. Há robôs que param de atacar quando você bate neles, outros que ignoram seu ataque e te batem, em vez disso. Há robôs que explodem ao serem destruídos, e outros que lançam uma bola de energia que te segue pela tela.

Você enfrenta hordas atrás de hordas de robôs de diferentes tamanhos enquanto atravessa as fases, e a sensação é de que você pode fazer qualquer coisa. Como um Devil May Cry 3, mas 2D, seu controle sobre que tipo de arma, ataque e movimento você vai fazer é absurdo. Os movimentos são bem intuitivos, e o jogo atende àquele padrão de “fácil de aprender, difícil de dominar”.

Em cada fase, você vai ganhando pontos conforme vai matando, e quanto melhor sua combinação de ataques, mais pontos você faz. Falando em pontos, ao final de cada fase, você ganha pontos extras se terminar dentro de um tempo específico, se não levar nenhum golpe e se não usar nenhum continue. Além disso, você pode mandar sua pontuação para o ranking, e ver como você está em relação aos outros jogadores do mundo.

Além do Tutorial, há 4 regiões no jogo, todas elas com 5 fases. A última fase de cada região é sempre um Boss, um dos Mechas criados por Ann, a alienígena. O jogo é um pouco repetitivo, mas como a ação não para, não dá para dizer que você vai enjoar fácil.

Primeiro que cada fase é realmente mais desafiadora do que parece, e até mesmo no tutorial é difícil de sair sem tomar nenhum golpe, a menos que você preste muita atenção. Em algumas fases, há tantas coisas acontecendo, que usar seu movimento de defesa na hora errada pode causar estragos enormes. É fácil de conseguir novos corações (só continuar batendo antes de morrer), mas para conseguir entrar no topo dos rankings, você vai ter de conseguir ser perfeito, e essa perfeição é difícil.

O jogo tem checkpoints, e se você morrer no meio das fases (vai por mim, é cada vez mais comum conforme o final do jogo vai se aproximando), você consegue voltar ao checkpoint anterior, e com 5 vidas por fase, é quase impossível que você não consiga terminar.

Por isso, Super Crush K.O. vai agradar tanto a jogadores experientes quanto a casuais. Caso queira apenas destruir robôs para aliviar o stress, ou caso seja um YouTuber querendo colocar seu nome no topo do ranking, há um pouquinho para cada um, e o resultado, embora curto, é de um jogo divertido, desafiador e bastante colorido. E para terminar, fica a pergunta: você salvaria o mundo de um apocalipse robótico para resgatar seu gatinho?

*Todas as imagens foram retiradas do portfólio oficial da Designer de Arte do jogo, Gabby DaRienzo, e podem ser conferidas aqui.
*Análise feita com cópia digital do jogo fornecida pela VertexPop.

90%
Divertido demais

Super Crush K.O. é uma brawler de plataforma bastante colorido, divertido, intuitivo e que não dá vontade de largar. É o jogo perfeito para esperar a consulta no dentista, seu ponto no ônibus ou acabar seu horário de almoço. O ranking mundial te faz ter ainda mais motivação para melhorar sempre.

  • Divertido
Comentários