A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise > The Fall

6

The Fall é um jogo de plataforma 2D com elementos de Point and Click e isso por si só já torna ele interessante uma vez que isso é bem pouco comum.

Ficção cientifica é um tema que agrada muito e não foi diferente em The Fall. Logo no menu algo surpreendente acontece e diversos glitches intencionais aparecem e eu cai na armadilha achando que tinha alguma coisa errada, fiquei admirado pela qualidade da ideia e da sua boa execução que literalmente faz parte da historia.

Ao iniciar podemos perceber que os visuais do jogo são bem agradáveis e foram bem feitos, mesmo dentro de sua simplicidade passam uma sensação de lugares bastante tecnológicos.

As musicas do jogo e seus efeitos sonoros são ambientes e isso compõem bem o clima. O destaque fica para os efeitos sonoros uma vez que deixam a sensação de vazio.

O jogo começa quando o personagem principal cai em uma caverna e a inteligencia artificial do seu traje percebe que o usuário está com risco de vida e assume o controle. O objetivo é salvar o humano dentro do traje e para isso a IA vai precisar resolver diversos enigmas.

O jogo essencialmente é um plataforma 2D, mas que curiosamente usa elementos de Point and Click. Usar esses elementos transforma a ideia em algo bastante peculiar, pois as interações com o cenários são feitas através de um escâner.

Eu preciso dizer que o ponto forte é a sua historia que pode ser terminada em menos de 2 horas, mas que é muito boa e me deixou muito interessado. Até o final do jogo tem uma grande ideia e vai agradar bastante as pessoas que gostam de ficção cientifica.

O desagrado fica pela falta de logica de alguns enigmas, simplesmente você vai passar vários minutos tentando entender o que é pra fazer e pode ser que você fique encalhado. Em algumas partes eu fiquei preso por um tempo até descobrir que deixei passar um pequeno item no cenário ou não entendi como funcionava algo.

O jogo tem algumas batalhas que são simples e cadenciadas e servem apenas para dar um novo ar ao que está acontecendo. Essas batalhas são rápidas e não são constantes.

Se você conhecer onde ficam todos os itens e como solucionar os enigmas vai conseguir terminar em menos de 1 hora e não vai ter qualquer motivo para voltar ao jogo uma vez que ele é fortemente baseado em seu enredo.

Recomendo o jogo para pessoas que curtem ficção cientifica e as que gostam do gênero Point and click.

75%
Interessante

The Fall me deixou interessado do começo ao fim com sua historia super interessante. A ideia de usar glitches dentro do jogo como forma de visual e jogabilidade é muito boa e tornou a aventura prazerosa. Uma aventura que pode ser divertida para quem tiver paciência para superar os pormenores.

  • Total
O jogo foi gentilmente concedido pela Over The Moon para esta análise.
(The game was kindly granted by Over The Moon for this review.)

Deixe um comentário

6 Comentários em "Análise > The Fall"

Ser notificado por
PedroDias
Amiibo

Joguei a versão do WiiU e fique bem satisfeito com o jogo. Peguei numa Humble Bundle e, sem dúvidas, foi o jogo que mais gostei, apesar de ter 0 vontade de jogá-lo de novo. Mas pelo preço que está na e-shop do Switch não anda valendo a pena.
Aguardando review da parte 2.

Tiger
Amiibo

Concordo com a análise é um jogo que vale a pena, inclusive tem a parte 2 que também é muito boa.

Demon
Amiibo

Toda a análise que vocês estão fazendo tá sempre com 70% pra mais. Vocês só tão analisando jogos bons ou estão amolecendo?

Bocci
Redator

Alteric e Deep Ones são exemplos de jogos que receberam 60% ou menos. Acho que seja mais os jogos que andamos recebendo que são bons mesmo na maioria das vezes.