A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Análise Xenoblade Chronicles 2

14 4.876

Existem vários jogos todos os anos e alguns deles merecem destaque, principalmente quando são feitos com muita atenção aos detalhes. Está a analise foi feita depois de terminar o jogo com 100% usando atualizações até a data da publicação.

Algumas franquias estão em uma jornada longa a muitos anos e muitas delas morreram pelo caminho. A franquia Xeno é um caso curioso pois ela já transitou entre varias empresas e mesmo assim seus idealizadores mantem o mesmo universo em todos os seus jogos. Assim fica importante salientar que Xenoblade Chronicles 2 não precisa que o jogador tenha jogado nenhum jogo anterior da serie uma vez que a historia é independente, mas se você jogou algum jogo vai ver muitas referências e explicações.

Primeiramente vamos no focar na arte do jogo, a equipe estava bastante inspirada no desenvolvimento com cenários lindos e personagens extremamente carismáticos. Os cenários são maravilhosos e sempre causam a sensação de que você está em um imenso mundo. O grande destaque fica para os Blade(que serão explicados com mais detalhes mais na frente) que são feitos com desenhos de artistas famosos no mundo dos games e animes como Taiki(Digimon) e Hideo Minaba(Final fantasy). São mais de 20 artistas convidados o que torna os Blade únicos e com traços artísticos bem diferentes entre si.

Com um cenário composto de varias criaturas que se comportam e vivem suas vidas enquanto você passa a sensação é de que o mundo é vivo e que deve ser explorado.

Na trilha sonora temos um show a parte um time composto por Yasunori Mitsuda, ACE, Kenji Hiramatsu, and Manami Kiyota. Esse time realizou um trabalho muito bom uma vez que somente Yasunori compôs mais de 120 trilhas para o jogo, poderia inclusive dizer que todas elas são boas. As musicas encaixam bem nas cenas de emoção, tristeza e outros sentimentos que tentam passar e são intensas, logo você vai terminar escutando a trilha fora do jogo. É notável o grande cuidado com os efeitos sonoros que tornam as batalhas bastantes animadas.

Na jogabilidade temos novos elementos e quem já jogou algum jogo da serie Xeno vai entender melhor. O personagem permanece em ataques constantes ao inimigo e fica a cargo do jogador decidir quando ele vai usar um ataque especial ou um combo de elementos que se desferidos em sequencias corretas podem realizar ataques poderosos.

Mesmo com ataques automáticos a presença do jogador é essencial nas batalhas uma vez que os inimigos normalmente têm altos pontos de vida e podem lhe matar se você não estiver prestando atenção.

Outro elemento impressionante da jogabilidade é a verticalidade. O jogo inteiro foi projetado para você subir e descer por vários lugares. Dessa forma existem dezenas de lugares escondidos e muitos lugares para visitar. Além disso um elemento de tempo foi introduzido onde os Titãs (vamos falar deles) podem estar “baixo” nas nuvens ou “alto” e isso faz com que lugares diferentes possam ser acessados em diferentes momentos em um mesmo cenário.

Além das batalhas podemos enviar nossos personagens Blade para missões de Merc onde eles ganhão itens, habilidades e dinheiro.

Agora falaremos da grande novidade do jogo, os Blade. Eles são espécies de seres que vivem dentro de um cristal e que podem ser despertados por algumas pessoas que são denominadas PILOTOS. Os Blade têm sua própria vida no jogo, com missões próprias e personalidades únicas. Alguns são tão memoráveis quanto os personagens principais. Ocorre que no jogo existem dois tipos de Blade, os simples que você pode conseguir com facilidade e os raros que são os desenhados pelos artistas convidados. Ambos são conseguidos abrindo cristais, os Blade raros são conquistados por sorte que pode ser aumentada com itens e status do personagem.

“ A última esperança da humanidade está em suas mãos – Perdidos em um mar de nuvens, civilizações inteiras descansam nas costas de animais colossais conhecidos como Titãs. À medida que os Titãs marcham em direção à morte, surgiram heróis improváveis: um jovem mergulhador chamado Rex e uma arma viva chamada Pyra. Eles podem encontrar o lendário paraíso do Elysium a tempo de salvar o que resta da humanidade? “

A historia de Xenoblade 2 tem muitos acertos, ela sempre se renova e muda completamente. Ela é dividida em capítulos e sempre que um capítulo vai acabar se prepare para uma incrível cena que vai lhe deixar empolgado. O enredo é demonstrado claramente nas primeiras horas do jogo e inclusive nos trailers da Nintendo. Seu objetivo é levar a personagem Pyra ao Elysium e isso é motivo para uma grande aventura onde mistérios incríveis o esperam. O que é o Elysium, como chegar e vários outros segredos vão ser revelados com o tempo.

Tecnologicamente falando Xenoblade 2 é uma peça única. Desde seu antecessor ficou claro que a empresa tinha total capacidade de criar mundos enormes e cheios de interação e com praticamente nenhum carregamento, mas isso tem um preço. A versão na “Dock” de Xenoblade 2 é muito bonita e funciona bem, entretanto a versão portátil do jogo apresenta baixa resolução em algumas áreas o que pode incomodar alguns jogadores. Outros defeitos eram notados, mas eles foram eliminados com as atualizações. Mesmo com esse percalço o jogo ainda vai ser atualizado até o final do ano de 2018 o que pode significar melhorias ao longo do tempo (nada é garantido).

DLC

No lançamento do jogo foi anunciado um pacote de DLC com diversos itens pelo preço de $30,00 dólares. Como o DLC vai ser entregue em partes e promete uma nova historia para o final do ano ele será analisado separadamente quando a nova historia sair.

Essa parte do texto é para todos aqueles que jogaram os jogos anteriores da série…. Fiquem felizes pois o jogo junta diversos jogos como Xenogears, Baiten Kaitos, Xenosaga(inclusive com uma Blade especial que é uma personagem da serie), Xenoblade do Wii e Xenoblade X do WiiU. Varias pontas soltas são amarradas e quem acompanham a Monolith Soft a muito tempo vai ficar com um sorriso no rosto quando ver personagens antigos aparecendo, referencias diretas e até mesmo explicações do que aconteceu nos outros jogos.

OBS: O jogo conta com legendas em espanhol

 

100%
Imperdivel

Xenoblade Chronicles 2 é um jogo que impressiona pelo seu tamanho e sua ambição, depois das mais de 160 horas necessárias para completar 100% do jogo posso dizer que é um presente para qualquer fan de RPGs sendo um dos jogos mais impressionantes a sair no primeiro ano de um console. Com musicas variadas e muito bonitas esse jogo vai garantir dezenas de horas de diversão. Com tantas qualidades Xenoblade 2 é um jogo obrigatório na sua biblioteca e vai fazer você aos poucos se encantar com esses personagens incríveis.

  • Final

 

Deixe um comentário

14 Comentários em "Análise Xenoblade Chronicles 2"

Ser notificado por
Moonie
Membro

Eu achei que já tinham melhorado o gameplay no modo portátil D: acho bizarro que algumas áreas tenham uma resolução mais baixa que a resolução do GamePad do Wii U e do Vita.

denis_timao
Membro

Ótima análise, Xenoblade X do WiiU provavelmente será um dos próximos jogos que jogarei.

Guilhermearrud
Membro

Eu gostei muito do jogo (tanto que to no capitulo 5 e com umas 110h já) mas tem muitas mecânicas que tinha no primeiro que eu senti falta nesse (a amizade entre os party members) e também não sei se curti muito as blades em si mas continua um jogão, muito bom o review

Alexandre Guandalini Costa
Membro

Muito bacana. Aumentou a vontade de comprar um switch com esse jogo.

NMaster
Membro

Muito boa a review! Me deixou ainda mais empolgado e com muita vontade de comprar!

Xenoblade
Membro

É um jogaço. Compre e não se arrependerá.

Xenoblade
Membro
Como já disse em outro comentário que fiz aqui, a Monolith teve que ceder algo em torno de 60% do seu reduzido staff para a produção de Breath of the Wild, ao mesmo tempo em que teve apenas 2 anos para produzir Xenoblade 2. Esses caras são praticamente heróis por terem entregue um produto de alta qualidade em condições tão adversas. Dito isto, o jogo carece de polimento em alguns aspectos, mas seus pontos fortes são arrebatadores. Trilha sonora de elevadíssimo nível, personagens carismáticos e bem desenvolvidos, um bom enredo, o melhor sistema de batalha da franquia, substancial evolução no… Ler mais »
Mestre_Construtor
Membro

Bom review. Uma sugestão, poderiam fazer um artigo contendo todas as referências aos outros jogos. Fiquei curioso