A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Como F-Zero influencia a indústria dos games até hoje

10 153

Hoje em dia, uma da séries esquecidas da Nintendo é F-Zero, que não temos um jogo novo há mais de uma década, sendo o último lançado para o Game Boy Advanced, F-Zero: Climax, que jamais chegou as Américas.

Porém, nos consoles de mesa, o último game que veio a ser lançado foi o aclamado e possivelmente melhor da série, F-Zero GX para Nintendo GameCube. O jogo fez parte da minha infância e apesar do primeiro jogo da série que joguei foi em 1999, quando eu tinha apenas 3 anos (sim, eu ainda me lembro disso) no meu antigo Super Nintendo, F-Zero GX tem algo de especial para mim. Especial também foram as desenvolvedoras envolvidas com o jogo.

 

A legend begins

Tudo começa com um acordo entre Nintendo, SEGA e Namco (curiosamente donas dos maiores ícones dos videogames – Mario, Sonic e Pac-man), que se juntaram e formaram a Triforce (Zelda está de olho nisso), que é um sistema de Arcade que teve a maioria dos jogos lançados no Japão, ainda que alguns chegassem as Américas (inclusive Brasil). O Hardware era basicamente um GameCube melhorado, tudo isso em 2002.

Dentro dos lançamento anunciados, veio o famoso F-Zero AX, que traria a clássica série da Nintendo com gráficos muito acima da média, um jogo totalmente novo e uma trilha sonora totalmente remodelada, que para muitos, é a melhor da série também. F-Zero AX foi desenvolvido pela SEGA, mais precisamente pela Amusement Vision, que é subsidiária da empresa do Sonic, ainda que Shigeru Miyamoto estivesse diretamente envolvido no projeto como Produtor. Era o terrível pesadelo da SEGA no fim dos anos 90 se tornando realidade no começo dos anos 2000.

Chegada ao Nintendo GameCube

Mas o resultado foi muito positivo, recebemos um dos melhores jogos da década através da antiga rival da Nintendo. Não demorou até a conversão para Nintendo GameCube chegar, que apesar de serem jogos muito semelhantes, tem suas diferenças entre naves, pistas e até músicas. O então nomeado F-Zero GX, ainda tinha um ponto fortíssimo a seu favor, a inclusão de um modo história que contava inclusive com cutscenes e dublagens. É de longe o jogo mais difícil da série que quando concluído na maior dificuldade tem a melhor surpresa para os amantes do arcade.

Ao finalizar o game no Very Hard, abrimos as pistas (e até personagens) da versão Arcade, num campeonato nomeado AX Cup. Não só isso, através de códigos é possível acessar F-Zero AX que está escondido em F-Zero GX. Então se quiser testar a versão arcade para ver como é, ai está sua chance.

Os impactos na indústria

F-Zero AX/GX marcam o ínicio de uma parceria que dura até hoje da Nintendo com a Namco e SEGA, principalmente a SEGA, que assumiu outros personagens da Nintendo para o desenvolvimento dos jogos Mario & Sonic, jogos exclusivos do Sonic como Sonic Colors e “crossovers” mais interessantes como Sonic em Smash Bros (que em sua última versão também conta com Pac-Man da Namco) e até mesmo roupas do ouriço azul em Mario Kart. O último jogo exclusivo 3D do ouriço para Wii U ainda conta com um nível totalmente no universo da série Zelda.

Apesar de F-Zero ser uma série morta hoje em dia, os impactos de seu último jogo (nos consoles de mesa) duram até hoje e é realmente uma pena, uma série tão aclamada não receber mais nenhum jogo. Não há nem rumores de um possível novo F-Zero, mas vide GX, não seria má ideia entregar um novo desenvolvimento a SEGA para a série.

Deixe um comentário

10 Comentários em "Como F-Zero influencia a indústria dos games até hoje"

Ser notificado por
Alê_Nintendo
Membro

Tanto deu certo que parcerias ainda veem sendo feitas…

Vitor Cratinguy
Membro

Até hoje ligo meu Wii pego meus controles de GameCube e Memory Card Só para jogar essa obra de Arte

Tubias
Membro

F-Zero GX foi um dos maiores custo-benefícios que eu já tive na minha vida de gamer. Arrematei um lote com 4 jogos + porta mini-dvd oficial do GC no Mercado Livre por 40 reais lá em 2011/2012 e GX estava nesse lote. Eu amei tanto esse jogo, joguei muito e viciei de uma forma muito gostosa, o jogo é uma delícia de jogar. Até hoje a galera fica de cara quando conto como consegui o jogo e é talvez meu jogo de corrida favorito do console.

cvertigem
Membro

Fast RMX substitui F-Zero de boa

Shadow Moon
Membro

tanto ele como o wipeout hd(no caso pra quem tem console da sony e não tem o fast RMX)

Aristarkh
Membro

Não.

Yagami Sama
Membro
F-Zero GX é um jogo excelente, Possui gráficos lindos, trilha sonora excelente e jogabilidade precisa.E embora o jogo seja bem dificil, não é o “dificil” injusto é tudo uma questão de dominar as mecânicas do jogo. Ganhar todas as copas em todas as dificuldades, já tinha me deixado bem orgulhoso, mas completar o Story Mode no Very Hard foi um dos grandes “feitos” da minha carreira. Aquela ultima tela é muito complicada. E é uma pena que não temos um jogo novo da série.E na boa, nem precisa ser um jogo novo,se fizerem um Ultimate Collection ou algo assim, refazendo… Ler mais »
NMaster
Membro

F-Zero GX foi de fato o melhor da franquia! Pena que nunca terminei o meu..ainda tenho até hoje o mini cd do jogo, mas infelizmente não tenho mais o Gamecube e nem o Wii =(

centurions
Membro

É uma pena Shigeru Miyamoto relatou que está sem idéias pra um jogo novo, seria bom si alguma empresa desse sugestões.

Domucacto_Kuno
Membro

vale lembrar que o GX foi feito por veteranos de jogos de corrida para arcades da SEGA, como Daytona USA.