A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Conselho do Consumidor norueguês pede explicações à Nintendo sobre política de pré-vendas da eShop

Usuários dos sistemas mais recentes da Nintendo sabem que, uma vez que a pré-compra foi feita, ele não pode desistir dela até o lançamento do jogo. Exatamente por isso, a Nintendo vai ter de se explicar ao Conselho do Consumidor da Noruega (órgão semelhante ao PROCON brasileiro).

Em carta obtida pelo PressFire, o Conselho pede esclarecimentos sobre como cancelar pré-compras ou que a empresa crie uma forma o mais rápido possível. Como apontado pelo site Polygon, a política atual da Nintendo vai contra as Diretrizes dos Direitos ao Consumidor elaborada em 2011, que garante “um alto nível de proteção aos consumidores… em seu próprio país ou toda União Europeia”.

Mesmo com consentimento prévio, a Nintendo não pode proibir seu consumidor de cancelar ou sair de um contrato para conteúdo digital antes do { lançamento ter } ocorrido.

Uma cláusula nas Diretrizes de Direito ao Consumidor indica que os consumidores devem ter a opção de cancelar qualquer compra online e receber seu ressarcimento em até duas semanas após o cancelamento.

A Nintendo ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: Polygon

Comentários