A casa de notícias para os fãs da Nintendo

E3 2018: um resumo de tudo que rolou na conferência da Nintendo

10

No último dia 14 de junho, chegávamos ao fim da edição 2018 da E3, onde as principais empresas do mundo dos games apresentaram lançamentos e novidades para o restante de 2018 e início de 2019.

A conferência da Nintendo, especificamente, dividiu opiniões. Muitos julgaram como “boa”, outros disseram que “esperavam mais” e houve também os que não ficaram nada satisfeitos.

Independente do grupo no qual você se encaixa, uma coisa é fato: a empresa não deixou de mostrar as novidades que chegarão em breve para o seu principal produto do mercado, o Nintendo Switch.

Para isso, durante a E3, a Nintendo disponibilizou uma apresentação no estilo Direct, trazendo títulos first e third-party, os quais somarão positivamente à biblioteca do console.

A conferência da Nintendo foi boa? Não agradou? Este texto não responderá essa pergunta, mas buscará analisar o que tivemos e o que teremos para este e para os próximos anos.

SUPER SMASH BROS. ULTIMATE DOMINA A CONFERÊNCIA

A Nintendo dedicou metade da sua apresentação inicial para falar do novo título da série para Nintendo Switch. Mais do que simplesmente fornecer informações genéricas, a empresa buscou detalhar todos os personagens, cenários, modo de jogo e muito mais.

Pelo peso que a franquia tem, era de se esperar que o destaque fosse realmente grande. Super Smash Bros sempre foi um nome forte no mundo dos jogos desde a sua chegada no Nintendo 64.

Além disso, o lançamento do game acontecerá ainda este ano, o que ajuda a aumentar o “hype” em torno da novidade. Tudo indica que o sucesso nas vendas será o responsável por todo esse capricho no marketing realizado pela Nintendo.

JOGOS THIRD-PARTY PERMANECEM EM ALTA NO SWITCH

Após o anúncio do lançamento do Switch, no início de 2017, muitos questionavam sobre o suporte de empresas third-party, desconfiados, talvez, pelo rumo que o Wii U seguiu.

Entretanto, ao longo de 2017 e de 2018, não faltaram jogos de outras produtoras rodando na tela do Nintendo Switch. Pensando rapidamente, temos nomes como Rocket League, Wolfenstein II: The New Colossus, Crash Bandicoot N. Sane Trilogy, FIFA 18 e DOOM.

A transmissão da E3 2018 mostrou que esse ritmo de lançamentos continuará em alta. Somente para este ano, já tivemos o anúncio de vários títulos, como Dark Souls Remastered, Dragon Ball FighterZ, FIFA 19, Paladins, Fortnite e Mega Man 11, além de muitos outros que deverão ser anunciados em um próximo Direct.

A Nintendo também vem ofertando um grande espaço para as empresas que produzem os famosos jogos indies. A companhia já chegou a abrir transmissão exclusiva para esse tipo de game, com a Nintendo Nindies Showcase. Dentro centenas de jogos, temos Shovel Knight, Axiom Verge, Overcooked, Stardew Valley, Hollow Knight, SteamWorld Dig 2, Golf Story. e tantos outros que seria necessário uma postagem inteira somente para enumerá-los.

A chegada de todos esses jogos tem tornado a biblioteca do Switch cada vez mais diversificada, possibilitando que os jogadores alternem entre os mais variados gêneros, algo totalmente inimaginável há pouco mais de um ano, quando muitos questionavam justamente a falta de jogos na plataforma.

YOSHI, BAYONETTA, METROID PRIME E POKÉMON SWITCH FICAM PARA DEPOIS

Um vídeo trailer de apenas 40 segundos durante a E3 2017 foi o suficiente para deixar os fãs de Metroid em êxtase. Afinal de contas, era o indício do retorno da série após vários anos.

Entretanto, mais de um ano depois, não tivemos mais nenhuma informação sobre o jogo. Muitos especulam que o lançamento só deverá ocorrer no final de 2019. Alguns acreditam que isso só acontecerá entre 2020 e 2021.

Sobre Yoshi for Nintendo Switch, a Nintendo confirmou que o game ficará para o próximo ano. Este foi outro título que ganhou destaque muito cedo, mas não trouxe novidades.

Na última edição do The Game Awards, realizada em dezembro do ano passado, Reggie Fils-Aimé, presidente da Nintendo of America, trouxe a grata notícia que Bayonetta 3 seria lançado em formato exclusivo para Nintendo Switch.

Muitos jogadores esperaram por imagens do novo jogo da franquia em transmissões ocorridas nos meses seguintes, mas elas não foram exibidas. Na verdade, não existe nenhuma previsão oficial de quando o game será lançado.

Para fechar a lista dos “esquecidos”, temos Pokémon Switch, o qual, até o momento, não conta com imagens ou vídeos a respeito. Até o momento, temos apenas a informação de que ele será lançado em 2019.

Certo mesmo é que a Nintendo, na tentativa de quebrar esse clima de espera, nos presenteou com Pokémon Let’s GO! e Pokémon Quest. Este último, inclusive, já alcançou números bastante significativos. Há alguns dias, o jogo havia superado a marca de 2,5 milhões de downloads no Switch.

Essa é uma pequena amostra que a Nintendo ainda conta com grandes títulos para o Nintendo Switch, mas que devem ser lançados com médios intervalos de tempo, tal qual tem acontecido tem sido desde a chegada do console. Assim, a Nintendo consegue garantir uma frequente inserção de jogos de peso na biblioteca do Switch.

Essa prática foi adotada após os problemas gerados pela falta de jogos no Wii U. Podemos dizer que ela tem funcionado muito bem até agora. Isso pode ser verificado através dos vários títulos que vêm se mantendo entre os mais vendidos, como é o caso de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Mario Kart 8 Deluxe, Splatoon 2 e muitos outros.

NINTENDO 3DS PASSA EM BRANCO

Fazia tempo que a Nintendo ficava uma transmissão inteira da E3 (desconsiderando as possíveis menções realizadas durante as edições da Treehouse) sem fazer qualquer referência ao seu famoso portátil. Para ser sincero, não me recordo a última vez que isso aconteceu.

De qualquer forma, o 3DS vem nitidamente perdendo espaço desde a chegada do Switch, algo que já era esperado. Os lançamentos tornaram-se raros, e a própria Nintendo já anunciou que algumas das suas franquias encerraram o seu ciclo no console, como é o caso de Pokémon.

Ainda assim, a Nintendo lançou nota posteriormente ao evento, confirmando que a empresa continuará investindo no 3DS, por considerar que “é grande a sua importância para o mundo dos games”.

Meses atrás, a companhia também havia anunciado que alguns títulos seriam lançados durante este e o próximo ano. Em março, por exemplo, tivemos Detective Pikachu. Em agosto, a previsão é a chegada de WarioWare Gold. Resta saber por quanto tempo mais o lançamento de jogos first-party vai durar.

O QUE ESPERAR PARA OS PRÓXIMOS MESES

Se tudo seguir o padrão dos últimos anos, em meados de setembro, deveremos ter um novo Nintendo Direct, com mais novidades sobre novos jogos. Devemos incluir neste caso, mais informações sobre Super Smash Bros. Ultimate, o qual estará a poucos meses do seu lançamento, e, quem sabe, algum novo título first-party a caminho.

Se pararmos para pensar, veremos que a Nintendo conta com um leque de opções ainda bastante significativo envolvendo possíveis lançamentos. Alguns jogos, com certeza, chegarão mais cedo ou mais tarde para o Switch, entre os quais, podemos citar:

  • Um novo jogo da série Paper Mario, levando em consideração que todos os consoles, desde o Nintendo 64, receberam um título, sempre com uma nova aventura, relacionado à franquia;
  • Um novo jogo da série Star Fox, levando em conta que a Nintendo lançou um título da série para o Wii U e não faria sentido ela não fazer o mesmo com o Switch;
  • Uma versão de Super Mario Maker, provavelmente, um port da versão Wii U/3DS, porém, com várias novas funções;
  • Um novo jogo da série New Super Mario Bros., dando continuação à série que foi criada no Wii (considerando apenas as versões para consoles de mesa).

SOBRE A E3 2018 DA NINTENDO

Eu, particularmente, não esperava nada de extraordinário para essa edição da E3. Vamos lembrar, inicialmente, que, desde 2017, a Nintendo vem anunciando jogos de altíssimo nível, como é o caso de The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Super Mario Odyssey. Por mais que alguns anúncios – ou a falta deles – desanime algumas vezes, temos que pensar que não é possível que uma empresa consiga anunciar e lançar jogos com este porte a cada seis meses.

Apesar das naturais limitações existentes, os fãs de Super Smash Bros. devem ter ficado contentes com a confirmação da data de lançamento e a possibilidade do novo título ser considerado um dos melhores da série. A Nintendo, pelo jeito, não pensou diferente e, por isso, dedicou mais da metade da sua conferência na E3 somente para falar sobre o jogo.

A falta de novidades sobre outros games, conforme comentei mais cedo, deixa em aberto o que teremos para os próximos anos, gerando inúmeros boatos e especulações, muitas vezes, desmentidos pouco tempo depois. Porém, não faltam motivos para acreditar que o futuro do Switch será promissor.

Se eu pudesse levantar um ponto negativo na E3, eu destacaria apenas a falta de jogos para 3DS. É óbvio que a Nintendo dedicará sempre mais tempo e dinheiro para o seu principal produto, mas ver o 3DS caminhando para o seu possível fim não é algo animador. Para se ter uma ideia do que isso representa, a Nintendo não sabe o que ficar sem um portátil entre os seus grandes itens desde a chegada do Game Boy, algo ocorrido no final da década de 80. Ou seja, é um longo ciclo que estaria sendo encerrado.

Para fechar a postagem, convido todos a pensarem nas novidades que devem aparecer em breve. Novos jogos, novas franquias, mais ports, mais jogos third-party? O que você espera da Nintendo para o final de 2018 e início de 2019? Até a próxima E3, será que teremos novidades de Metroid Prime? O que você queria que a empresa lançasse ou trouxesse de volta? Pensemos.

Deixe um comentário

10 Comentários em "E3 2018: um resumo de tudo que rolou na conferência da Nintendo"

Ser notificado por
Hunterfox
Amiibo

A pior E3 que a Nintendo já teve. E o mais decepcionante é que ela tinha material pra fazer uma E3 decente mas não quis.

Rockeiro
Amiibo

Por isso que comprei um PS4 e estou muito feliz, como não me sentia há tempos.

lucker
Amiibo

Para mim foi umas das piores E3 de todos os tempos da Nintendo, achei desnecessário tantos minutos explicando detalhe por detalhe sobre Smash Bros dry
Esperava mais apoio também das thirdies e mais novidades, para mim não teve nenhuma, o mesmo esperado de sempre.

denis_timao
Amiibo

Ao menos o pior foi a Sony com aquele cara do Banjo e o outro da flauta, não sei o que foi pior, eles ou o Walking Simulator do Kojima. yay

wiiner
Amiibo

Acho que o menos necessário foi o da Square Enix.

Lastdragon
Amiibo

Resumo: Smash com todos os lutadores até hoje.

cvertigem
Amiibo

Nintendo resolveu fazer uma Smash Direct rofl rofl rofl

denis_timao
Amiibo

Resumo da conferência, Smash Direct. Microsoft and Capcom wins!

cvertigem
Amiibo

Pelo menos teve anúncio do Mario Party, um breve gameplay de Fire Emblem e aquele jogo massa de Mechas, Daemon X Machina

Mas podiam ter tirado uns 10 minutos de Smash pra mostrar trailers curtos de MP4 e Bayonetta 3, só dar um gostinho como fizeram com Fire Emblem já tava bom, fiquei bem decepcionado de não ter esses.

denis_timao
Amiibo

Eu tava seco por um trailer de MP4 ou Bayo 3….