A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Franquia Terra Lander e Terra Bomber são anunciados para o Switch e chegam em julho; Pré-venda está disponível no Brasil

Homenagem aos clássicos da era arcade retro, os jogos da franquia Terra Lander e o Terra Bomber ganharão versões para o Nintendo Switch em julho, de acordo com anúncio feito pela editora Funbox Media em conjunto com a desenvolvedora DM Media.

Os seguintes jogos serão lançados a partir do dia 22 de julho, com preços e pré-venda já disponíveis na loja digital brasileira:

  • Terra Lander — R$ 50,95
  • Terra Lander II – Rockslide Rescue — R$ 50,95
  • Terra Bomber — R$ 50,95

Confira uma visão geral dos três títulos abaixo, via Funbox Media:

Terra Lander

Terra Lander

Sobre o Jogo

Uma homenagem aos clássicos dias iniciais do arcade retro, esperamos que você goste!

Navegue o jogador até a plataforma de pouso por vinte níveis cada vez mais difíceis dentro do prazo e com combustível suficiente. O movimento ou disparo consome combustível, embora os níveis possam ser reabastecidos disparando os depósitos de combustível. Ficar sem combustível significa que você perde o controle e não pode disparar. Se todos os depósitos de combustível forem destruídos em um determinado nível, a capacidade do tanque de combustível do jogador será duplicada para o próximo nível (isso não se aplica a partir do nível mais alto alcançado).

Evite as portas em movimento e inimigos cada vez mais diabólicos, encontre os interruptores para as portas que bloqueiam o seu caminho.

Quando uma vida é perdida, o jogador é temporariamente protegido contra o fogo inimigo, isso é representado por um campo circular elétrico ao redor do lander logo após o respawn.

Não toque em nada – isso seria fatal!

Tenha cuidado, porém, perder uma vida redefine o nível atual e perder a última vida termina o jogo.

Terra Lander II - Rockslide Rescue

 

Sobre o Jogo

Uma sequência de Terra Lander e uma homenagem aos clássicos primeiros dias do arcade retro, mas desta vez você precisará resgatar os humanoides.

Navegue o jogador até a plataforma de pouso por níveis cada vez mais difíceis dentro do prazo e com combustível suficiente. O movimento ou disparo consome combustível, embora os níveis possam ser reabastecidos disparando os depósitos de combustível. Ficar sem combustível significa que você perde o controle e não pode disparar. Se todos os depósitos de combustível forem destruídos em um determinado nível, a capacidade do tanque de combustível do jogador será duplicada para o próximo nível (isso não se aplica a partir do nível mais alto alcançado).

Evite obstáculos ou levante-os para fora do caminho com a trave do trator. Evite os obstáculos e o fogo inimigo enquanto navega no terreno. Não aterra muito rápido … verifique se é um pouso suave.

Quando todos os humanóides forem coletados, voe alto acima do planeta para escapar, garantindo que você tenha combustível suficiente. Fique de olho nos níveis de combustível e destrua os depósitos de combustível para reabastecer.

Quando todos os níveis estão completos, eles se repetem com uma dificuldade um pouco maior.

Quando uma vida é perdida, o jogador é temporariamente protegido contra o fogo inimigo, isso é representado por um campo circular elétrico ao redor do lander logo após o respawn.

Em Terra Lander II, sua nave foi atualizada com um campo de força. Portanto, você tem uma quantidade limitada de saúde, mas não muito, tenha cuidado!

Terra Bomber

Sobre o Jogo

2D Shoot’Em Up baseado em jogos de tiro clássicos dos anos 80

Terra Bomber é apresentado como um side-scroller bidimensional baseado nos jogos de tiro clássicos da década de 1980.

Pilote sua nave em dez terrenos cada vez mais difíceis, evitando as várias posições de armas, foguetes e vilões com apenas um objetivo; para destruir a base e o fim do nível.

Para ajudar tanto na ofensiva quanto na defesa, o jogador possui armas e bombas que podem ser aumentadas em poder coletando power-ups.

O jogador também deve observar seus níveis de combustível e mantê-los abastecidos destruindo os depósitos de combustível.

Comentários