A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Japão – Modificar dados de partidas gravadas em video games agora é crime com detenção como pena

1

Uma das coisas que mais ocorrem atualmente em jogos de diversas produtoras para as mais variadas plataformas é a modificação dos arquivos que possuem dados salvos. Com a pirataria ativa do Nintendo Switch, isso não é diferente, mas no Japão isso vai garantir uma punição severa aos praticantes.

Uma emenda recente aprovada pela comissão de justiça japonesa foi anexada à Lei de Prevenção à Competição Desleal. Nela, foi efetuada uma modificação à proposta de modificação de arquivos salvos para jogos de video game.

A lei passa a atingir não só as companhias que fazem a modificação dos arquivos por meio de software ou hardware (como os famosos Game Sharks/Action Replay), mas também a população em geral que praticar tal ato. Não só a modificação do arquivo salvo, mas agora passou a ser crime modificar os próprios sistema de video game, como o Nintendo Switch. Uma das companhias afetadas pela lei e que deve descontinuar em breve seus produtos relacionados é a Cyber Gadget.

Agora, modificar dados de jogos como Splatoon 2, Pokémon Let’s Go, Pikachu! / Eevee! ou Super Smash Bros. Ultimate vai garantir detenção aos autores. Se considerado culpado, o acusado deverá pagar pelos danos às companhias detentoras dos direitos autorais cumprindo até 5 anos de reclusão e/ou pagar uma indenização estipulada em ¥5.000.000 (R$174.500).

 

Fonte accsjp
Através da Nintendo Soup

Deixe um comentário

1 Comentário em "Japão – Modificar dados de partidas gravadas em video games agora é crime com detenção como pena"

Ser notificado por
Emissario
Amiibo

E toma na cabeça Cyber-crime!!