A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Debate: Nintendo vs. Remasters

Nos últimos meses, a Nintendo lançou e anunciou alguns ports e alguns remasters para o Nintendo Switch, tirando boa parte da exclusividade que o Wii U tinha. Foi perceptível também, a divisão de opinião dos fãs em relação a isso, sendo que alguns aprovam a ideia pelo motivo do Wii U ser fracasso em vendas e pouca gente ter jogado, outros reprovam a ideia por relançar jogos atuais ou simplesmente por não ser aquele jogo novo que esperava.

Com base em 2017, tivemos o relançamento de Mario Kart 8 denomidado “Deluxe” com extras no Switch, como a volta do tradicional modo batalha, o jogo também inclui todas as DLCs da versão de Wii U do jogo. Também houve o anúncio dos relançamentos de Bayonetta 1 e 2. Já em 2018, na última Direct mini tivemos o anúncio do terceiro e provavelmente “Definitive” de Hyrule Warriors e um port de DK Country Tropical Freeze. Houve também o anúncio de Dark Souls Remastered, sendo o único em que todos concordaram ser um bom lançamento, principalmente por ser a primeira vez que a série aparecerá num console da Nintendo.

Olhando o lado da Empresa

A Nintendo relançar jogos do Wii U tem 2 motivos principais. O primeiro é que o Wii U não vendeu nem perto do que se esperava e muita gente nem chegou a conhecer os jogos. O outro motivo já são praticados por várias empresas há tempos, lançar Remasters para ocupar o calendário e “encher linguiça” até o jogo feito para a nova geração fique pronto.

Olhando o lado dos fãs

Tudo bem que todo mundo sempre espera ser um jogo novo e as vezes um remaster pode ser realmente frustrante. Mas é sempre bom lembrar que a última Direct foi “mini”, dando a entender que algo maior está para vir e esse foi só um aperitivo.

Nós queremos saber de nossos leitores, qual sua opinião em relação a Remasters? Cadastre-se e comente.

Minha opinião em relação ao assunto é que relançamentos são sempre bem vindos, principalmente quando a versão anterior não tenha vendido o que se esperava. Porém, relançamentos demais pode ser muito frustrante e dependendo do caso, chega a parecer que comprei o console anterior da empresa. Até agora creio que a Nintendo segue no caminho certo com o Switch.

Comentários