A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Nintendo espera vendas do Switch 10% mais baixas em 2022 por problemas no fornecimento de componentes

Escassez de peças e o lockdown na China quebram expectativa de vendas maiores do console.

A Nintendo espera vender cerca de 20 milhões de unidades do Nintendo Switch ao longo do ano fiscal atual, vigente até o final de março em 2023, de acordo com reporte recente divulgado pela Nikkei Asia.

O resultado representaria cerca de 10% em queda quando comparamos com o ano fiscal de 2021/2022 e outros 30% quando comparamos com os resultados obtidos no ano fiscal de 2020/2021. Mesmo com a forte demanda pelo sistema ainda em andamento, fontes da Nikkei afirmam que uma escassez de semicondutores e interrupções nas redes logísticas contratadas dificultam a produção de mais unidades da família de sistemas do Nintendo Switch.

O número de Nintendo Switch vendidos no ano fiscal de 2021 é estimado em 23 milhões de unidades, uma redução de 20% em relação ao ano anterior. Naquele ano fiscal, a Nintendo inicialmente planejava produzir um recorde de 30 milhões de unidades de seus aparelhos, mas a escassez global de chips dificultou a aquisição de microcontroladores e outros produtos, e a empresa reduziu sua previsão de produção na primavera brasileira.

O plano da Nintendo era aumentar a produção de seus sistemas, mas a escassez prolongada no fornecimento de peças exacerbadas pela guerra no Oriente Médio acabaram impactando e frustrando o desejo da companhia com base em Kyoto, Japão.

Enquanto isso, a China, onde o Nintendo Switch é produzido, está enfrentando surtos de coronavírus. As cadeias de suprimentos foram interrompidas pelo lockdown recente implantado em Shanghai, prejudicando a produção e a entrega de peças e materiais. Se o bloqueio for prolongado, as vendas do Nintendo Switch para o ano fiscal de 2022 poderão cair abaixo das 20 milhões de unidades.

Até o momento, a Nintendo não comentou oficialmente sobre suas projeções de produção do console para o ano fiscal vigente. Isso deve acontecer apenas em 10 de maio, quando a companhia se reunirá com seus investidores para apresentar seus resultados financeiros e planos para o futuro da empresa.

você pode gostar também
Comentários