A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Pokemon Brilliant Diamond na Nuuvem

Pokemon Shining Pearl na Nuuvem

Nintendo Q&A – Comentários sobre como a empresa lida com a fabricação do Switch em meio à crise dos componentes semicondutores

Durante reunião com acionistas, a Nintendo através do presidente Shuntaro Furukawa comentou um pouco mais sobre os resultados da companhia referente ao período fiscal compreendido entre julho e setembro de 2021.

Após essa apresentação, a companhia abriu uma sessão de perguntas e respostas com os participantes referente aos resultados e insights publicados nos documentos divulgados.

Confira as informações na íntegra a seguir:

P4 – Como você vê o volume de produção do Nintendo Switch em meio ao grande problema de fornecimento dos semicondutores de 2022 a 2023?

É possível aumentar a produção mudando o design no desenvolvimento de hardware? Além disso, como os desenvolvedores de software veem a escassez de suprimentos de hardware?

Shuntaro Furukawa: Desde o início do problema, continuamos afirmando que a oferta e a demanda de componentes semicondutores têm sido apertadas e o futuro é incerto. E é isso mesmo. Revisamos o plano de vendas para o segundo semestre do ano, pois espera-se que não possamos produzir a quantidade de unidades esperada no início do próximo ano fiscal sem qualquer melhora significativa em tal situação. Porém, embora haja restrições ao fornecimento de hardware, o software continua vendendo sem problemas, e do final desse ano até o próximo ano, continuaremos informando os clientes não só sobre os novos títulos, mas também sobre os títulos atuais, para que todos eles sejam vendidos. Gostaríamos de vender muitos softwares e manter o ímpeto do negócio Nintendo Switch. O plano de vendas para o próximo ano fiscal e além está sendo analisado, então falarei sobre isso novamente quando for possível fazer um anúncio concreto.

Ko Shioda, diretor e executivo sênior: Em resposta ao estreito fornecimento e demanda de materiais semicondutores, a parte de desenvolvimento de hardware do Nintendo Switch também está dando continuidade aos esforços para contornar a situação, como avaliação de peças alternativas e revisão do design para que o impacto possa ser reduzido ao máximo possível. O Nintendo Switch já foi comprado por muitos clientes em todo o mundo, então não há impacto significativo na parte de desenvolvimento dos softwares. Além disso, não há problemas de hardware no negócio mobile ou nos negócios multimídia.

Comentários