A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Old Time Games – Série Mother/Earthbound

7

Mother (ou Earthbound, como é conhecido nas américas) teve seu ponta pé inicial em 1989 para o NES. O game chegou a ser anunciado para as américas, mas com a iminente chegada do SNES fez com que a Nintendo desistisse da ideia, cancelando a localização (apesar do jogo ter sua adaptação para as américas pronta). Mother é a melhor franquia morta da Nintendo e por ter um estilo de jogo muito diferente, pode não agradar a todos os jogadores.

São infinitos textos sobre a série pela internet, geralmente falando o que roda em torno da série, motivos de cancelarem Earthbound 64 e há muitos também que falam muito da história (que é sim o ponto mais forte da série). Um texto simples, mas escrito com amor de uma série que não marcou minha infância, mas marcou minha adolescência.

Ninten (Mother)

Sendo o personagem principal do primeiro jogo (e na minha opinião o mais cativante), ele vem dos subúrbios de Podunk. Ele tem 2 irmãos (Minnie e Mimmie) e usa como sua arma principal um taco de beisebol, mas também pode usar outros itens, como o estilingue. É engraçado jogar com Ninten, já que é o primeiro personagem dos games que se complica numa batalha com um ataque de asma.

Apesar de ter uma importância igual (ou até mesmo superior, por ser protagonista do primeiro jogo), Ninten as vezes mal é citado pela Nintendo, que praticamente tornou Ness o mascote da série (vide Super Smash Bros. Series).

Ness (Mother 2)

Trata-se do segundo protagonista da série e é, possivelmente, o mascote da série, já que tem sua participação em todos os games da série Smash Bros e é de longe o protagonista mais amado pela maioria dos fãs da série. Sua aparência é idêntica ao protagonista anterior. A sua maior diferença, no entanto, é ter poderes psíquicos.

Mesmo que Ninten e Ness sejam personagens completamente diferentes, algumas características faz com que jogadores novos confundam os personagens. Ambos são personagens mudos (o que é característica de personagens icônicos da Nintendo, com raras exceções), vestem roupas parecidas e a arma principal de cada é um taco de baseball.

Lucas (Mother 3)

Lucas é o protagonista de Mother. Vive em Tazmily (ou Tatsumairi), uma pequena vila e tem um irmão gêmeo chamado Claus. Assim como os protagonistas anteriores, usa na maioria das vezes tacos de beisebol como principal arma além de ter seus poderes Psicocinéticos.

No último jogo da série Smash Bros. Lucas foi um personagem jogavel via DLC.

Sempre achei toda a série Mother foi a inspiração para a criação dos jogos Pokémon. Seu sistema de batalha muito parecido, personagens mudos que saem para uma aventura. Todos os 3 jogos possuem o mesmo sistema de batalha, que claro, foi melhorando com cada jogo. Durante sua jogatina você enfrenta qualquer tipo de inimigo, desde fantasmas até Hippies (meus favoritos). A inspiração de Pokémon na série é bem clara na verdade, é só pensar um pouco e vemos os mesmos produtores, câmeras muito parecidas, sistema de batalhas e até mesmo os protagonistas com características parecidas.

Não há como negar que Mother tem uma história lindamente trabalhada. Há textos e textos espalhados pela internet falando sobre esse tópico. Não só a história é muito caprichada, assim como a inclusão de finais diferentes são um charme a mais. Na verdade é impressionante, um jogo dos anos 90 ter essa complexabilidade e ainda acrescentar mais de um final ao jogo. É uma série muito à frente de seu tempo.

Por mais que a história seja a parte mais adorada pelos fãs, sempre gostei mais das referências que o jogo trazia. Eram muitos Easter eggs relacionados a música por exemplo, como Beatles e John Lennon. Mas a minha referência favorita é a de “De volta para o futuro”, direto dos cinemas para Mother com esse tema incrível:

(Não só essa referencia é encontrada, são várias e várias relacionadas não só a músicas, mas também filmes)

A série ainda contém uma variedade grande de músicas em todos os jogos, e na maioria são músicas que combinam perfeitamente com aquele momento. Uma sincronia rara de se ver no mundo dos games, impressionando até hoje qualquer tipo de jogador.

Analisando a série mais tecnicamente, os gráficos para época são muito bem trabalhados, cada detalhe do jogo é perfeito, principalmente para a ambientação do game, algo que achei ainda melhor nas versões de Game Boy Advanced (pelo tamanho da tela). Mesmo com várias coisas acontecendo na tela em certos momentos, nada de lags ou lentidão na música, tudo flui muito bem. Não só a trilha sonora é arrepiante, como também sua qualidade. Seja no NES, SNES ou Game Boy Advanced a qualidade de som é impressionante.

Os jogos ainda surpreendem por chegarem a ter cerca de 20 horas de puro gameplay, e se engana quem pensa que é fácil. Toda a série na verdade é bem difícil, exigindo do jogador ter uma boa estratégia para chegar ao fim do jogo. Mas nada que deixe o jogo muito repetitivo ou até mesmo enjoativo.

A série Mother veio a ser reconhecida pelo público certo tempo após seu lançamento, principalmente nas américas. O que temos a dizer aos jogadores que ainda não vieram a jogar qualquer jogo da série é que é melhor correr, porque não sabe o que está perdendo. Um dos melhores RPGs não só dos anos 90, e sim de todos os tempos. É um exemplo do que um trabalho bem feito pode fazer. Ainda mais, o que um trabalho bem feito somado com amor e magia pode fazer. Um show de criatividade, faz qualquer marmanjo suar pelos olhos, com um final mais surpreendente que o outro. Uma pena uma série tão única ter morrido assim. Se você amarga o cancelamento de Earthbound 64, veja pelo lado bom, ainda temos 3 jogos magníficos para desfrutar.

Pessoal, esse foi o Old Time Games de Mother, e como dito antes, é um texto simples, nada comparado aos textos e textos espalhados pela internet sobre a série, mas é uma série tão única que achei merecido um texto, mesmo que simples. Se você gostou e quer ver um jogo na Old Time Games, comente. Quem sabe ele não aparece na próxima coluna.

Deixe um comentário

7 Comentários em "Old Time Games – Série Mother/Earthbound"

Ser notificado por
denis_timao
Amiibo

Pretendo jogar o do SNES.

Shadow Moon
Amiibo

muito bom o texto!
eu acho que todos os jogos merecem artigos/colunas mesmo que sejam falados aos montes, afinal, cada pessoa tem uma relação diferente com o mesmo jogo e é sempre interessante ver como cada um enxerga um jogo ou franquia.

sobre mother, é uma franquia que eu devo muito, comecei o earthbound tantas vezes que já perdi a conta, mas sempre por algum motivo eu acabo largando o jogo, mas pretendo ainda esse ano jogar os 3 jogos!

Tiago Charão
Amiibo
Lucas é definitivamente o meu protagonista favorito. Ouso dizer que a quantidade de tragédias que Lucas tem que superar em Mother 3, fazem dele o Joel (de The last of Us) da Nintendo. Por mais estranha que essa comparação possa parecer. Além disso, Mother 3 é de uma profundidade única. Eu consigo compreender os motivos que impedem esse jogo de ser lançado oficialmente no ocidente, pois além de personagens homossexuais, também apresenta violência contra animais ( pobre Salsa sendo eletrocutado o tempo inteiro :'( ) e enredo pesado para o público mais infantil. É um grande jogo, e não deve… Ler mais »
GerusBlade
Amiibo

Eu estou jogando Mother 3 atualmente e que jogasso cara, havia jogado o Eartbound/Mother 2 no Wii U e já havia gostado dele, mas o 3 me parece mais interessante, os personagens, a história, gameplay, tudo.

Nunca gostei do Lucas até jogar Mother 3 e entender melhor o personagem, com certeza é o personagem mais “ferrado” da Nintendo (pra não dizer outra coisa) e um dos mais bem desenvolvidos também.

Estou atravessando um Oceano no Mother 3, não sei se estou terminando, só sei que o jogo está bom demais!

Shadow Moon
Amiibo

dos 3 jogos, esse é o que eu tenho mais interesse em jogar logo, mas quero fazer tudo na ordem XD
realmente parece ser o melhor da franquia em muitos quesitos, e acho muito lindo aquelas sprites bem coloridas pro GBA.

Aristarkh
Amiibo

“No último jogo da série Smash Bros. foi Lucas quem representou a série originalmente, porém Ness veio a ser lançado como uma DLC mais tarde”

Foi o contrário, Lucas foi DLC no Smash 4.