A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Opinião: A ignorância Gamer

84

Nos últimos anos, vem sendo cada vez mais comum jovens e adultos que se denominam Gamers, sejam eles Sonystas, Caixistas ou Nintendistas. Alguns se acham superiores pelo seu console, outros acham que jogar videogame é uma obrigação na vida e ainda há aqueles que jogam o jogo correndo, sem apreciar o game como deveria apenas para ter status de conquistas online.

Por mais que alguns ainda digam que é mentira, todos sabemos que não é. Desde quando conquistas te torna um gamer melhor que outro? Desde quando você gostar mais de console Y vai te fazer uma pessoa superior a outra? Isso acontece com as atuais 3 empresas de consoles Nintendo, Sony e Microsoft. Há um grande rage dentro da console wars, provacada pelos próprios fãs das 3 marcas.

Logo a única guerra que deveria ser pacífica, já que estamos falando de videogames e não de uma guerra de verdade. Pessoas se odiarem por gostarem mais de uma marca é ridículo. Isso é ser um Gamer? Tudo bem, até entendo não gostar de marca A ou B, mas é preciso atacar outras pessoas por isso? O que você ganha com isso? Talvez mais inscritos num canal de Youtube, que aliás vem sendo em boa parte tóxico em várias industrias, incluindo os Games, mas não é esse o foco deste artigo.

A verdade é que os únicos que perdem nisso são os próprios gamers. Deixar de jogar outro console para proteção do seu atual, é de uma ignorância tão grande que chega a ser inexplicável. Quem é esperto vai sim jogar o novo God of War e assim que tivermos o novo Smash Bros, vai aproveitar igualmente. Atualmente estamos cheios de falsos gamers, que até onde vemos não jogam é nada e ficam 90% do tempo em discussões fúteis na internet de algo que não passa de diversão. Claro, há gente ganhando dinheiro jogando videogame, mas a verdadeira essência de um videogame é a diversão.

Na realidade eu não aguento mais acessar internet e entrar em qualquer site e ver comentários como “Nintendo tem que falir”, “Sony Clony”, “Xbox não tem exclusivo” e por aí vai. Nenhuma das empresas vai ganhar ou perder por comentários assim na internet, na realidade eu não considero nenhuma pessoa que comente algo assim “Gamer”. Criticar o que cada empresa faz é sim direito de cada um, você não é obrigado a gostar de tudo. Mas algumas pessoas confundem não gostar com chamar alguém de “filha da P%$#” por discordar de você.

Ser gamer está longe de ser quantas platinas você tem, se sua marca favorita tem exclusivos melhores ou se seus gráficos são melhores. Ser gamer é aproveitar cada jogo como se fosse o último, é se colocar no papel do protagonista, é se emocionar quando um jogo merece ou comemorar sim fechar aquele game difícil. É competir contra amigos ou família, é jogar localmente ou online, é relacionar coisas até mesmo quando você já não joga mais videogames, é tirar lições de vida de um jogo em momentos difíceis da vida. Ser gamer é se divertir e não espalhar o ódio.

Esse artigo na realidade é mais um desabafo de quem chega a pensar em parar de jogar por tamanha ignorância de outras pessoas que jogam videogame. Atualmente acho a palavra “Gamer” ridícula e com alguns comentários vistos em vários e vários sites, na realidade ando sentindo vergonha de ser um.

Deixe uma resposta

84 Comentários
  1. mauroalves Diz

    Atualmente acho a palavra “Gamer” ridícula e com alguns comentários vistos em vários e vários sites, na realidade ando sentindo vergonha de ser um.

    Por isso sou otaku, assim só jogo o que tiver anime como estilo artistico que é aonde a toxicidade é ausente.

  2. wiiner Diz

    Vendo que muitos etão criticando o fato do texto ser mais um desabafo do que um artigo propriamente dito, acho que seria legal alguém do site fazer um artigo desmembrando o tema, se possível falando do ato do fanboysmo ao dos que ignoram esses atos e suas consequências para com a comunidade gamer.

  3. Rudy Pessoa Diz

    parar de jogar por tamanha ignorância de outras pessoas que jogam videogame? Oi?

    Não faz sentido algum parar de jogar por conta de opinião alheia de pessoas que se brigam por conta de jogos, opiniões são opiniões e jogos são jogos, não faz sentido misturar uma coisa com outra. A opinião delas está afetando sua jogatina? O personagem principal do seu jogo ta gritando sai desse xbox e vai pro ps4? Tão jogando online com você? Realmente não faz sentido!!!

    1. mauroalves Diz

      Querendo ou não a comunidade gamer atual é tóxica demais.

  4. Felipe Lima Diz

    Vim moderar o artigo, mas nem precisei… Vocês se comportaram bem em suas opiniões sobre os artigos e não atacaram ninguém, continuem assim galerinha smile

    1. mauroalves Diz

      É mas já vi um tal de centurions me atacar aqui diretamente e NADA ACONTECEU COM ELE!

      1. centurions Diz

        Você que quer dá uma de inocente, qualquer poste ou opinião de um membro você parte pra baixaria como você faz sempre, você não quer admitir que é fanboy e quer tentar distorcer as coisas, para de ficar difamando os outros, e si eu falei de você é porque é verdade si não quer aceitar os fatos problema seu!

      2. centurions Diz

        E mais eu não ataquei você em nada eu só citei você lá em baixo que é totalmente diferente, não distorce as coisas. 😡

  5. Sean Masters Diz

    Pior artigo que li no site.

    Discussão inútil, sem fundamento e contexto. Texto sem objetivo, tentando rotular algo que condena.

    1. mauroalves Diz

      Só porque ele foi sincero?

  6. Dr.K Diz

    A Internet aglutina a estupidez e aumenta o volume do coro dos idiotas. Eles se encontram e se arrebanham.

    Lamentavelmente, as pessoas precisam “pertencer” a determinados grupos para se sentirem incluídas e aceitas. E, onde o radicalismo reina, aqueles que tem o discurso mais contundente e feroz acabam, de algum jeito, se sobressaindo.

    Por isso que toda a discussão – não importa o tema – oriunda das Redes acaba em Fla-Flu ideológico.

    Fatos não importam. A Ciência não importa. Apenas o viés. E a necessidade de proteger aquele elemento; aquele bem da vida que faz parte da frágil identidade do indivíduo comum.

    Enfim… eu tenho pena quando alguém precisa defender um item de consumo (em detrimento ao da concorrência) com unhas e dentes para se sentir melhor.

    São poucos os que debatem e buscam o conhecimento.

    Sobre o texto: entendo o desabafo. Ser parte da imprensa é complicado. Nenhum trabalho intelectual é exatamente respeitado hoje em dia. Ser da imprensa e conciliar esse trabalho com algo que tu amas é mais difícil ainda. Sobretudo com a turba ignorante vomitando asneiras.

    Agora… não dá para ignorar a verborragia ignorante. O mundo parece um lugar cada vez mais pior porque a gente perde a paciência e deixa pra lá.

    O que fazer? Resistir e dar conhecimento. Se o indivíduo persistir com um discurso odioso; excluí-lo.

    1. mauroalves Diz

      Excluir só vai fazer ele importunar mais gente, negócio é internar ou mandar pra cadeia mesmo.

  7. Jose_Paulo Diz

    Só não tenho o Xbox e o PS4 porque hoje em dia não vendo mais meus videogames antigos pra comprar os novos. Mas em breve estarei jogando o novo God of War, que tá muito bom, pelos trailers.

    1. cvertigem Diz

      Eu não tenho interesse nesses consoles porque já tenho o PC, sai muito caro sustentar um console, então escolhi o que pra mim era o melhor deles.

      No PC os jogos são baratinhos, exemplo o Deus Ex Mankind Divided estava 12 reais a umas semanas atrás na Steam.

      Exclusivos do Playstation são legais ? São!
      Mas todos eles você encontra uma experiência parecida no PC,
      exemplo Uncharted, no PC tem Tomb Raider, Infamous, no PC tem Prototype e Saints Row, Killzone, no PC tem vários FPS que dão um banho, e assim vai…

      Xbox não tem exclusivo, só HALO mesmo (que queria que saísse no PC, joguei o primeiro e achei bem legal)

      1. Jose_Paulo Diz

        Realmente, PC seria bem mais em conta. Fora que, além dos jogos mais baratos, eu não teria que pagar pra jogar online. Já terei que pagar pra jogar no Switch em breve.

        Comprei o CS:GO há séculos na Steam. Pagar uns 20 reais e jogar online até hoje é muito bom. Única reclamação é que eu tive que desativar o chat por voz porque a galera fala bobagem o tempo inteiro. Fora isso, jogo perfeito!

        1. cvertigem Diz

          Tenho muitos jogos lá, durante algum tempo me mantive só com o PC, depois peguei o 3DS e fiquei com PC + 3DS até comprar o Switch a 8 dias atrás.

          As promoções são boas, as vezes tem sites que dão jogos de graça, e também tem sites de vendas de keys (já consegui comprar jogos raros, que não estão mais a venda, como o primeiro PREY, o de 2006)

          E meu PC nem é dos mais top, mas dá conta dos jogos (nem que seja no Low xD).
          O jogo que mais gostei no PC veio pro Switch e estou jogando agora (DOOM) kkk
          Comprei de novo essa bagaça, azar, é bão demais…

  8. ctemplarios Diz

    Eu tenho um Scorpion e parei de acessar alguns sites de conteúdos Xbox por conta de ter que ficar lendo toda hora que o Switch não é um console e sim um brinquedo, um Tablet etc. Cansei de tanta idiotice.

    1. denis_timao Diz

      O que seria um Scorpion?

      1. Mcl_Blue Diz

        Xbox One X

        1. mauroalves Diz

          Saiu uma edição especial dele com o nome protótipo.

      2. cvertigem Diz

        É porque antes de ser anunciado o Xone X se chamava “Projeto Scorpio”, assim como o Switch era conhecido como “NX”

        1. denis_timao Diz

          Sim eu sei, mas vc disse Scorpion, não Scorpio, Scorpion é um personagem do Mortal Kombat. :lulz:

        2. cvertigem Diz

          É uma brincadeira, igual chamar o Switch de “Sanduíche” ou Zelda BotW de “Zelda Bafão”

    2. cvertigem Diz

      Tablet de brinquedo que já tem mais exclusivos que o Xbox e logo vai passar ele em vendas :lulz:

  9. Will Garcia Diz

    Entendo o seu ponto mas acho que a console wars é uma coisa que sempre vai existir, ainda lembro da época Nintendo x Sega embora aquela época era mais gostoso discutir, a internet criou bastantes babacas, mas uma coisa a sua frase “Esse artigo na realidade é mais um desabafo de quem chega a pensar em parar de jogar por tamanha ignorância de outras pessoas que jogam videogame” foi um puta drama e um puta exagero.

    1. mauroalves Diz

      Nem tem comparação né cara, naquela época quem tinha SNES queria jogar MD e vice versa.

  10. Zain Zahir Diz

    “””mas esse não é o foco deste artigo”””

    E qual era o foco deste artigo? Logo após essa frase, o texto continuou falando da mesma coisa, apenas inverteu as coisas: começou questionando que achar X melhor que Y não faz ninguém melhor; depois dessa frase sobre foco do artigo, inverteu e passou a falar o que é ser gamer como contra ponto da primeira parte antes da tal frase “mas esse não é o foco deste artigo”.

    O foco do artigo era um desabafo?
    Cria a seção DESABAFOS e resolve essa “parada”. Ai todas às vezes que um membro do site quiser desabafar já tem uma seção para isso.

    Eu achei que iria haver um desenvolvimento sobre diversos aspecto e que até iria acontecer um aprofundamento. Mas o autor deste “artigo” fez igual os jogadores que jogam correndo, isto é, escreveu “correndo” e não desenvolveu nem o foco do artigo.

    1. Mcl_Blue Diz

      O que ele se referia quando disse “esse não é o foco”, era aos YouTubers tóxicos.

      1. Zain Zahir Diz

        Sim, ficou claro isso, mas o texto continuou e o assunto não mudou e nem outro tema veio a entrar durante todo o texto. O que se seguiu foi apenas a definição “ser gamer é isso, ser gamer é aquilo, etc.”, finalizando com “foi um desabafo”. Então, qual era o foco?

        O que eu me referia é exatamente o que não houve no texto, pois ao dizer que isso não é o foco e em seguida não entrar na real razão do tópico apenas se limitando a dizer o que é ou não ser gamer e finalizar com “é um desabafo”. Então, ele não diz o foco do motivo e da razão de ser do texto. Aliás, dizer ele diz, mas de forma a dizer que não está dizendo, ou seja, o motivo é que ele queria desabafar. Eis a razão de eu sugerir que criem a seção “desabafos”.

        1. mauroalves Diz

          E quel é o problema dele ser sincero? Graças a esses tóxicos ser gamer virou vergonha.

    2. Patolouco222 Diz

      Zain eu também achei isso. Foi um comentário com um desabafo e não um artigo. Mas pelo menos abriu uma discussão sobre a ignorância da maioria dos jogadores que se dizem jogadores.

      1. Bocci Diz

        Vc foi perfeito na colocação, não foi intenção fazer um artigo, apesar de ser classificado como um pelo site. Minha intenção era dar minha OPINIÃO sobre o assunto, nada de mais.

  11. Boo Diz

    “e ainda há aqueles que jogam o jogo correndo, sem apreciar o game como deveria apenas para ter status de conquistas online.”

    Eu com os jogos grátis da PS Plus :lulz: :lulz: :lulz:

    1. wiiner Diz

      Boo os jogos da Plus tem tempo limite para serem jogados mesmo que eu continue renovando minha assinatura? :ishi:

      1. denis_timao Diz

        Não, enquanto for assinante o jogo é seu.

        1. wiiner Diz

          ufa, tô com uns jogos de 1 ano atras sem jogar, vlw denis_vice campeão paulista 2018 :lulz: :lulz: :lulz:

        2. denis_timao Diz

          Po cara, não estraga minha semana não… 🙁

  12. centurions Diz

    2 sites que não aconselho ninguém acessar: Outerspace e Gamevicio tá cheio desse tipo de criatura, na Outerspace a maioria dos usuários de lá tudo sonysta a mais ou menos 1 ano e meio atrás o pessoal tudo pessimista e falando mau do Switch quebraram a cara eles queriam um console com hardware de outro mundo ou algo do tipo igual ou melhor que Playstation 4 deixei de acessar esse lixo, a Gamevicio nem precisa falar nada aquilo lá tá entupido cheio de cara com mais de uma conta só pra meter pau ou outros indivíduos ali defender ou comparar com time de futebol, outros comparavam diversão com prostitutas porque si o game não tem diversão os fanboys que almejavam gráficos já vinham com essa desculpa até jogo ruim podia ter gráficos de outro mundo e não reclamavam , outros ali colocavam gifs engraçadas acho que era a única parte que tinha alguma graça daquele vaso sanitário que chamam de site de games. :lulz: :lulz: :lulz:

    1. mauroalves Diz

      Pare de hipocrisia cara, você me atacou aqui nessa postagem mesmo e ainda vem pagar de santo.

      1. centurions Diz

        Hipocrisia? Quem tá sendo hipócrita é você que não quer admitir a sua doença de fanboy e xingar os outros porque tal jogo é isso ou aquilo, você manda no gosto dos outros? Respeite a opinião dos outros e fecha a matraca. :shutmouth:

  13. wiiner Diz

    Não que aqui no site não tenha ista chato, principalmente na época que era Wiibrasil e WiiU brasil, mas umas semanas atras fui fazer algo que não costumava fazer -ver videos dos tais “formadores de opinião” no Youtube(culpa do Lelo Galdino que fez aquele artigo com o vídeo vergonhoso do Voxel), após isso o youtube me recomendou videos de um tal de Arnaldo DK, Xbox Mil Gral e por aí vai… vi uns dois videos desses caras, achei vexatório a opinião dos caras para com as outras plataformas que não fossem as que os caras jogam, mas o que as me decepcionou foram as opiniões dos seguidores desses canais, a maioria digna de vergonha.

    1. Lelo Galdino Diz

      Desculpa ter te apresentado o esgoto do Youtube… 😥

      1. wiiner Diz

        De boa kkk

        Eu fui por minha conta e risco :lulz: :lulz: :lulz: de qualquer forma(saindo um pouco do tema do artigo) eu não acredito muito no termo “formadores de opinião”, por que pelo que vi as pessoas vão atrás desses canais por que já tem a opinião alinhada com a dos youtubers que eles seguem, se sentem confortáveis com aquelas discussões, eu mesmo não consigo nem ver mais a cara do maluco do Xbox Mil Garu ou o tal do Mario Vai Com as Outras sem sentir ranço, único canal de games que vejo uma vez ou outra no youtube é o The Enemy.

        Como já disse, aqui no site também tem fanboy ista chato bitolado, mas felizmente aqui eles são a exceção, enquanto que em outros lugares são a maioria nesses ambientes.

        1. centurions Diz

          mauroalves (Akise Aru) é um deles… :lulz: :lulz: :lulz:

        2. mauroalves Diz

          Cadê o warn pra você? Até agora nem vi.

        3. centurions Diz

          si você tem o warn é porque vive ofendendo os outros então carinha baixa a guarda.

        4. wiiner Diz

          Acho que ele ainda é mais de boa que os seguidores de muitos canais do youtube, pois as neuroses dele se resumem a xingar FF VX, KOF XIV e SFV de lixo e dizer que jogos japoneses são sempre superiores aos ocidentais(o que nem pode ser questionado já que é gosto pessoal de cada um), isso não dá para ser levado como uma ofensa pessoal, tem uns caras que ofendem a sua pessoa dependendo dos jogos e console que vc diz gostar.

        5. centurions Diz

          Mas não é só xingar os jogos ele é daqueles que si xingar a Nintendo parte com paus e pedras então esse cara não é tão de boa assim, ele que não quer admitir que é fanboy então nem adianta tentar convencer esse fulano. :chuckle:

        6. wiiner Diz

          Vamos manter as coisas como estão nesse novo site, está ótimo do jeito que está…
          sem tretas com ele e outros usuarios que sempre causavam flame na época de WiiU brasil.
          :lulz: :lulz: :lulz:

      2. Patolouco222 Diz

        Vocês entrevistaram um dos maiores ratos desse esgoto.

  14. NMaster Diz

    Eu compartilho do mesmo pensamento. Essas briguinhas de consoles pra mim é de uma infantilidade tremenda. E por falar em infantilidade, esse papo de que Nintendo é pra criança tbm é outra coisa que me cansa..parecem pessoas que não sabem se divertir e precisam se auto afirmar adultos por algum motivo. Enquanto o povo fica nessa guerrinha besta eu me divirto muito com o meu PS4, meu Switch e meu 3DS.

  15. denis_timao Diz

    Excelente artigo, eu mesmo quando comecei a jogar lá com os meus 11 anos de idade, passei até os 14 sendo um Nintendista dos mais chatos, nessa brincadeira perdi muita coisa boa da Sega e da Sony no final dos anos noventa. Felizmente depois disso mudei de pensamento e desde então só tenho evoluído, hoje posso dizer que sou gamer de verdade, consigo no mesmo dia aproveitar um Super Mario Odissey, um Cuphead e um Ico sem problemas, quase todas as gerações compro os três consoles. Jogo Tomb Raider e Uncharted numa boa, curtindo os dois e suas qualidades, passar o dia “gritando” na Internet pra ver quem tem o pau maior? Não obrigado, prefiro zerar 16 Final Fantasy seguidos, muito mais proveitoso do que ser um jogador Nutella que só diz que joga…

    1. mauroalves Diz

      FF XV nem deve ser considerado.

  16. Mcl_Blue Diz

    Eu lembro da minha época de escola, eu era um Nintendista ferrenho, só queria saber de jogar coisa da Nintendo, mas não insultava ninguém, eu ficava na minha.
    Só que todos os dias ficavam vindo Sonystas pra me encher o saco porque eu gostava da Nintendo. Todo santo dia. E não eram só estudantes não! Alguns funcionários da escola, ADULTOS, faziam isso também!

    E hoje em dia, relembrando essa época, eu fico pensando no tanto que aqueles adultos eram tão… ridículos! Eu não consigo nem imaginar o quão vazia e sem graça a vida de um adulto, que trabalha e paga contas, tem que ser, pra querer ficar azucrinando UMA CRIANÇA por gostar de uma plataforma diferente da dele.

    1. mauroalves Diz

      Depois que falo que tudo isso começou na geração 32 bits ninguém acredita.

  17. cvertigem Diz

    É bem chato mesmo, em um outro site de games (cof cof ign cof cof) tem uns retardados que ficam fazendo montagens fora de contexto pra “zuar” o Xbox, eu nem tenho Xbox e nem sinto vontade de ter (apesar que HALO eu acho muito massa), mas acho chato pra caramba…

    O melhor a se fazer é ignorar esses infelizes

    1. Patolouco222 Diz

      Esse é um site que não ganha mais meus cliques. Alias, estou ignorando a maioria dos sites, infelizmente estão tão parciais ultimamente que chega a dar nojo. Pior é quando você vai conhecer melhor seus editores e avaliadores no Twitter. Chega ser bizarro e anormal ver esse tipo de gente se passando de imparcial e profissional, consequentemente espalhando ignorância e mentira pela internet afora.

    2. mauroalves Diz

      Mas você menospreza quem gosta de Spyro, cadê a moral?

  18. Fernando_L Diz

    Muito bom seu artigo, concordo em praticamente tudo oq vc disse, principalmente a parte do ridículo termo gamer. Gay merda, parece mais uma abreviação desse termo. Enche o saco essas babaquices. Mas n podemos negar que cada empresa tem seus defeitos, Nintendo sua mão de vaca, nunca faz promoção e são conservadores ao extremo as vezes.

    Sony uma mentirosa, varias vezes já enganou seus jogadores com cgs espetaculares dizendo ser jogo e seus produtos carecem de resistência… Tive 2 PS3 todos deram problema YLOD, estou com um terceiro que parou de ler os discos, até aí blz, poderia jogar digital, mas saiu um update do console e quando fui atualizar o mesmo, o console fica preso na hora do update pq o console simplesmente n deixa atualizar se algum módulo estiver sem funcionar e ficou inútil pra mim pq ele n sai mais da tela de update, pode reiniciar, fazer oq quiser, n instala nem volta pra update anterior. É a Sony cópia as outras sim, n tem desculpa.

    M$ pra mim tem os video games mais equilibrados com o melhor sistema, mas os exclusivos são muito ande e atire, é uma falta de variedade incrível, termina perdendo o gosto pelo console e ter que viver de thirds… Oq faz ter que optar por outros consoles.

    Então n é rage, todas as empresas têm suas falhas e isso é normal, o errado é usar esses argumentos pra ficar enchendo o saco de quem tem console diferente do seu.

    Agora discordo completamente de sua frase final:
    “Esse artigo na realidade é mais um desabafo de quem chega a pensar em parar de jogar por tamanha ignorância de outras pessoas que jogam videogame. ”

    Como assim? Meu amigo, isso é uma infantilidade sem tamanho, oq importa é vc se divertir sozinho, com seus amigos ou familiares, localmente ou online, se suas amizades são do tipo que vc tanto crítica, está na hora de rever quem é amigo saudável e quem é tóxico e jogar oq n presta pra escanteio, n precisa deixar de falar com o cara, só para de jogar e falar de vídeo game com ele. oq tem a ver as imbecilidades dos outros com sua vontade de jogar? Bicho, pra mim que se estoure quem n quer jogar e quer ficar de babaquices, eu quero jogar minha vida toda e quem n puder que se arrombe pra lá. Parar de jogar por causa dos outros, sai pra lá com uma conversa dessa.

    1. Patolouco222 Diz

      3 ps3? Depois eu que era mentiroso quando eu denunciava isso aqui. A mídia e os próprios usuários fizeram vistas grossas e save qual o resultado disso? Tem fanboy que está no terceiro ps4 pelos mesmos motivos que vc teve, péssima qualidade técnica. A Sony faz isso desde o ps1 e nunca vi ninguém denunciando ou fazendo algo para mudar isso.

      Continuará comprando Playstation?

      Isso do Xbox ter somente anda e atira nos exclusivos é uma falácia criada pelos haters. Posso citar aqui para você a sério Forza (Corrida/simulador), Forza Horizon (Corrida/Arcade), Ori (Adventure 2.5D), Quantum Break (Ação/Narrativa), Sunset Overdrive (Sandbox), Halo (FPS), Ryse (Ação com elementos Hack and Slash), Cuphed (Action 2D), Recore (Plataforma/Action), Halo War (RTS), Fable (RPG), Gears of War (TPS), PUGB (Multiplayer/Co-op), Sea of Thieves (Multiplayer/Co-op), Killer Instinct (Luta), Super Lucky’s Tale (Plataforma) e por aí vai. É um rótulo ignorante criado por haters (sonystas na maioria das vezes).

      1. mauroalves Diz

        Todos eles também tem pra PC.

    2. mauroalves Diz

      Ser gamer hoje em dia é ser tôxico exatamente por causa dessa gente, é igual fã de LoL.

  19. Jet Diz

    ”Deixar de jogar outro console para proteção do seu atual, é de uma ignorância tão grande que chega a ser inexplicável.”

    Eu deixo de joga outros consoles para proteger o meu atual, não me considero ignorante. Existe uma explicação simples para isso: Tempo e Dinheiro.

    ”Quem é esperto vai sim jogar o novo God of War e assim que tivermos o novo Smash Bros, vai aproveitar igualmente.”

    Eu não. Afinal sou esperto o suficiente para para definir minhas prioridades. Infelizmente não sou rico nem tenho todo o tempo do mundo. É lamentável mais existe muitos jogos maravilhosos em diversas plataformas diferentes que eu queria jogar mais a vida não me permite, logo devo escolher com cuidado baseado em minhas preferenciais pessoais.

    Entendo sua opinião. Mais entenda que ninguém é obrigado a jogar tudo o que há de bom em todas as plataformas. Não e assim que as coisas funcionam.

    1. Mcl_Blue Diz

      Você entendeu completamente errado a mensagem do post.
      Hora nenhuma o Bocci falou que qualquer pessoa tem obrigação de jogar tudo. Ele também não falou nada de pessoas que SELECIONAM o que comprar por falta de tempo e/ou dinheiro, como é o seu caso.

      Observe bem, ele está falando de pessoas que excluem jogos e plataformas baseado somente em FANBOYISMO, sem qualquer tipo de lógica racional por trás da atitude; e que ainda por cima colocam pra baixo as pessoas que escolheram essas coisas que eles excluíram, mais uma vez sem qualquer motivo legítimo, baseado apenas em fanboyismo.

      1. Zain Zahir Diz

        É verdade, ele entendeu errado, mas a culpa não é dele, mas sim do autor do texto que não desenvolveu o texto.

        O autor fez um excelente título e teve boa oportunidade para desenvolver bem a temática, mas a desperdiçou resumindo tudo num “desabafo”. Tipo, você mesmo, em 2 parágrafo, conseguiu fazer um desenvolvimento diferenciando um entendimento do outro e evitando um equívoco desnecessário. Nem isso o texto desabafo se deu o trabalho de fazer.

        1. Patolouco222 Diz

          Na verdade nem considero um artigo Zain. É um desabafo, como se fosse um comentário. Para um artigo falta muito. Realmente bem fraco. Mas apesar de ser um desabafo, como vc disse, o tema é bom, só faltou um bom artigo para desenvolvê-lo melhor.

    2. wiiner Diz

      ”Deixar de jogar outro console para proteção do seu atual, é de uma ignorância tão grande que chega a ser inexplicável.”

      Eu deixo de joga outros consoles para proteger o meu atual, não me considero ignorante. Existe uma explicação simples para isso: Tempo e Dinheiro.”

      Eu interpretei essa parte do texto como quando o individuo deixa de jogar outro console apenas por ser um Ista extremista, daqueles que simplesmente decidem torcer com todas as forças para que uma determinada marca entre em falência por exemplo, assim como no caso do novo God of War ou Smash Bros, não que vc seja obrigado a comprar todos os consoles e jogos, mas que jogue quando tiver a oportunidade e for do seu desejo.

      1. mauroalves Diz

        Esse istas extremistas não existiam até a geração 32 bits.

        1. wiiner Diz

          Acredito que os primeiros istas chatos surgiram na geração 16 bits com a forte guerra de marketing entre Nintendo e Sega pela liderança, inclusive era comum uma ridicularizar o produto da outra em suas campanhas de marketing, se no mundo do politicamente correto de hoje em dia alguma empresa agisse de maneira semelhante ao nintendo e sega faziam no incio da década de 90 seria fortemente criticada( mas isso não era uma exclusividade das campanhas apenas de nintendo e sega, era reflexo do ponto de vista do que as pessoas consideravam “politicamente correto” naquela época).

          O que não existia naquela época era essa acessibilidade que temos para lançar uma opinião, ser questionando e depois retrucar virando uma grande discussão como fazemos hj em dia, como o que fazemos aqui no Switch brasil por exemplo.

    3. NMaster Diz

      Se for seguir o seu pensamento então eu deveria me ofender por não gostar de Smash Bros? Haha
      Não foi isso que ele quis dizer, ele ta falando de pessoas que escolhem não apreciar os outros consoles por levantar bandeira pra uma empresa apenas..como se fosse time de futebol. Claro que se vc não tem condições de ter todos os consoles vc vai escolher o seu favorito, mas sem ficar menosprezando as escolhas dos outros, entrando em guerrinhas, fazendo pouco dos jogos por puro fanatismo. Eu era assim quando criança.. eu odiava a Sony e achei uma traição meu primo vender o N64 dele pra comprar um PSOne.. fazia pouco dos jogos que ele comprava e quando jogava eu ficava caçando defeitos. Mas aí que ta..eu era uma criança!!! Um adulto continuar nessa mentalidade é de doer.

  20. Mr.M Diz

    Há que se ter opinião formada para se proteger. Sempre ocorrerá de encontrarmos alguém em nosso meio que tenha esses ismos. Na verdade o colega só expressou opinião. E falar sobre para esclarecer sempre é interessante pois no mundo a maioria das pessoas são influenciáveis e formar opinião é super importante para abrir os olhos da galera que possa ser influenciada pelos disseminadores de ódio. Ter base para refletir e saber rebater com argumentos quando atacado. E também saber se afastar quando devido.

  21. Lelo Galdino Diz

    Acho importante esse texto, ainda mais nesse momento. Não dá pra tolerar a intolerância, como já deixou claro Popper em seu brilhante paradoxo da intolerância. Tolerar os intolerantes só fará aqueles que não são serem soterrados. Por isso mesmo, a arma dos tolerantes é a crítica, e não o ódio. O ódio é sempre imediato, a crítica não, ela é mediada, ela é filosófica, ela é política e é acima de tudo atemporal. Parabéns Bocci pela iniciativa e te deixo um conselho: não deixe de jogar por causa desses ditos “gamers” de Youtube e Facebook, jogue pelo gamer que você é, que ama se divertir com seus jogos.

    1. Dr.K Diz

      True…
      E é por isso que eu curto esse site e essa comunidade. Eu passo lendo textos técnicos e sobre política durante toda a minha vida profissional e acadêmica.
      Onde é que te citam Karl Popper?
      Num Site sobre Videogames.
      Segura o meu like, Xará!

    2. mauroalves Diz

      Não é só em Youtube e Face, em todo canto tem gamer tóxico.

  22. Patolouco222 Diz

    Descobri que quando a ignorância é monstra a ponto de tornar o debate algo estressante e sem futuro, você deve criar um antídoto usando o próprio significado base da palavra ignorância, ou seja, ignorar tal ignorância.

    Caso contrário você chegará ao ponto de odiar ou sentir vergonha de algo que você gosta e que você se identifica.

    Por isso que sempre fui a favor da opção de “ignorar ou bloquear usuário” em todas as redes sociais e sites. Opção que infelizmente esse site ainda não tem.

    A mensagem desse artigo em forma de desabafo é; não dá para ter debate com pessoas ignorantes, aquelas que não querem absorver conhecimentos, novas ideias e novas opiniões. São pessoas na maioria das vezes frustradas, tristes, mentirosas, iludidas, alienadas, prepotentes e incapazes de absorver qualquer tipo de feedback de forma saudável e positiva.

    No momento o que me deixa mais triste e irritado é a questão dos influenciadores e formadores de opinião do You Tube, pois está mais do que provado de que a maioria deles é formada por falsos jogadores. E além de falsos jogadores são muitas vezes leigos, burros e ignorantes. Resumindo: mentirosos e espelhadores de lixo. Não vou negar que isso realmente é chato. Ainda mais quando você bate de frente com um zumbi criado em um desses abatedouros de cérebros.

  23. Saki Amamiya Diz

    Não entendi o que o seu texto acrescenta na discussão. Tenho visto uma galera indo nessa direção, são os anti-fanboys. São os odiadores dos odiadores.

    Desculpa, mas se uma provocação, uma platina ou um comentário mongolóide de um fã mongolóide te afeta… talvez quem leve muito a sério seja você.
    As pessoas não conseguem simplesmente ignorar o comportamento tóxico dentro da comunidade? É tão óbvio que eles só querem um pouco de atenção.

    1. Bocci Diz

      Não levo a sério, ignoro isso há muitos anos, mas as vezes fica chato. O que tenho a acrescentar é minha opinião, dei minha opinião sobre um assunto, nada de mais :). Mas quando um assunto é ignorado por muito tempo, uma hora ou outra passa a incomodar.

      1. Saki Amamiya Diz

        @Bocci, a questão é: qual o motivo de semear essa questão aqui? Pelo que costumo ler, esse fórum é bem mais tranquilo que em outros lugares, até por ser focado em uma plataforma. Muitas vezes vou em outros sites e não consigo ver UM comentário ou discussão que acrescente, apenas imbecis troca de provocações.
        Eles que se afundem na ignorância.

        Uma coisa que aprendi muito cedo na internet é: don’t feed the trolls.
        Não dar like, deslike, não responder, se possível bloquear ou ocultar. Com o tempo eles passam a sumir das vistas, irrelevantes que são.

        1. Allaninja Diz

          Mitou cara, também penso igual a vc, isso não acrescenta nada aqui no site, é chover no molhado, e é assunto que estamos cansados de ouvir, vejo mais o povo criticando os fanboys do que o próprio ato em que os mesmos estão sendo acusados, é este sermão lógico e repetitivo q que está chato.

        2. mauroalves Diz

          Então lutar por seus direitos e acabar com coisas que incomodam tipo corrupção e toxicidade é ser chato? Sou chato com muito orgulho se for assim.

        3. Allaninja Diz

          Mas isso não acaba com eles, só aumenta a relevância e demonstra que conseguem seu objetivo, que é incomodar.

          Veja neste próprio post, o tanto que eles conseguem atrair atenção

        4. mauroalves Diz

          Isso vá lá, assim Lula, Áecio e muitos outros se perpetuarão no poder.

    2. Bruno Menezes Diz

      Não tem essa de ficar ignorando pra sempre. Chega uma hora que irrita. E isso já vem acontecendo a alguns anos. A cena gamer esta ridícula. Galera se mata em comentários por coisa muito boba.

    3. mauroalves Diz

      Você é do tipo que ignora a forte corrupção do país também né?