A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Pokémon Sword & Shield – Os primeiros 90 minutos, diversos gameplays e resumo das prévias [Atualizando, Parte II]

A The Pokémon Company, Game Freak, Creatures Inc., e Nintendo, liberaram o embargo com as prévias dos primeiros 90 minutos de gameplay para Pokémon SwordPokémon Shield no Nintendo Switch. Assim, vários sites começam a divulgar alguns detalhes adicionais de ambos jogos, bem como gameplays e até mesmo imagens deles junto com suas primeiras impressões.

Abaixo, você confere um compilado dessas informações, que serão atualizadas ao longo dos próximos dias.

Resumo das prévias

Pokémon Confirmados para a Pokédex de Galar

  • Pidgey
  • Pidgeotto
  • Pidgeot
  • Natu
  • Xatu
  • Swinub
  • Piloswine
  • Mamoswine
  • Pidove
  • Tranquill
  • Unfezant
  • Munna
  • Musharna
  • Drampa
  • Dhelmise
  • Em construção…

Mais Alguns Detalhes

  • O vilarejo inicial será chamado Wedgehurst.
  • Novos tipos de Pokémon foram encontrados, porém sem maiores detalhes.
  • É possível avaliar/trocar apelidos e até deletar golpes direto dos Centros Pokémon.
  • No caminho para encontrar Magnolia, sete Pokémon diferentes aparecem.
  • Uma grande cidade teve seu nome revelado: Motostoke.
  • Wild Area já passa a sensação de ser algo grandioso logo no início dos jogos.
  • Wild Area conta com Pokémon que possuem IVs maximizadas e “egg moves” (golpes que se aprendem apenas por reprodução) demarcados por uma aura amarela.
  • É possível encontrar Pokémon poderosos mesmo no início ao percorrer a Wild Area — Um Onyx Lv. 26 foi visto antes da primeira hora de jogo, um Dusclops Lv. 40 também foi encontrado no mesmo período.
  • Uma floresta próxima da primeira vila teve seu nome revelado: Slumbering Weald.
  • Os trailers exibidos pela The Pokémon Company até agora não retratam de maneira precisa a região. Galar possui pessoas percorrendo pelos locais, interações entre humanos e Pokémon e muitos Pokémon espalhados (principalmente na Wild Area).
  • O PC pode ser acessado livremente da Wild Area.
  • Wild Area possui sua própria “moeda” chamada Watts que lhe permite trocar por “equipamentos de acampamento, itens e ingredientes” — Alguns itens inclusive só podem ser encontrados dessa maneira.
  • Não é possível desativar o compartilhamento de experiência entre Pokémon (Exp. Share).
  • Haverão diversos novos Pokémon e Formas Galarian, todavia nenhum deles puderam ser revelados pela imprensa.
  • Há três modos de encontro com Pokémon selvagem:
    • Abordando aqueles que andam pelo cenário;
    • Aparições aleatórias nos matos (tradicional);
    • Abordando exclamações repentinas que aparecem pelo cenário;
  • De acordo com um representante da TPC, a Wild Area possui tamanho equivalente à duas regiões do mapa de Hyrule em The Legend of Zelda: Breath of the Wild.
  • A distribuição de experiência para os Pokémon varia de acordo com o nível Pokémon derrotado/capturado. Se menor ou próximo, os pontos serão maiores. Mas se o nível de seu Pokémon for alto, ganhará poucos pontos de exp.
  • Os tutoriais para iniciantes (como capturar um Pokemon, por exemplo) não são mais obrigatórios.
  • Há uma função que avisa sobre as mudanças climáticas da área.
  • Há um recurso na PokéDex semelhante à DexNavi em Omega Ruby e Alpha Sapphire que permite ver um mapa segmentado da região na Wild Área com os Pokémon que podem ser encontrados ali.
  • Rare Candy agora não sobe um nível completo do Pokémon. Esses doces passam a ter tamanhos diferentes que ao ser consumido pelo Pokémon dará diferentes quantidades de pontos de experiência de acordo com esses tamanhos.
  • Há também um recurso para lembrar ao jogador qual sua próxima missão – Isso deve evitar que ele fique perdido caso se distraia com outras coisas no jogo.
  • NPCs que solicitam por um Pokémon específico seu (seja para ensinar golpes ou fazer trocas), passam a permitir selecionar monstrinhos guardados no PC.

24 de outubro, 2019: Mais informações, graças à novas entrevistas com os produtores publicadas por sites como IGN e Eurogamer

  • O recurso Y-Com possibilita que sua posição no jogo e o que você quer fazer (trocar, batalhar) seja mostrado aos jogadores online.
  • A quantidade de conteúdo do jogo se assemelha à gerações anteriores. O fator replay presente é maior.
  • Haverá mais conteúdo para jogadores a longo prazo após o encerramento da história principal.
  • O desenvolvimento dos jogos levou três anos.
  • Eles não confirmam se Meltan está presente, e nem se haverá ginásio do tipo Dark.
  • Não haverá comunicação dos jogos com Pokémon GO, apenas através do aplicativo Pokémon HOME (chegará aos smartphones em 2020).
  • Por hora, não há planos para um novo Pokémon Let’s GO.
  • O modelo de limitar o número de Pokémon de outras regiões na geração correspondente deve seguir para os próximos jogos da franquia principal.

vídeos de gameplay

VG 24/7


Nintendo Life


IGN


3DJuegos.com

Fonte Vários Sites
Comentários