A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Qual o motivo do frenesi sobre uma Nintendo Direct?

Um dos símbolos da comunidade nintendista ao redor do globo são essas tais apresentações. Mas você ainda não entendeu o porque todo mundo tá doido pra isso? Então dá uma lida aqui:

Enfim meus discípulos da fé de Iwata. Acabou a espera. Finalmente vamos ter uma Nintendo Direct de volta! Nos últimos 530 dias, muita coisa mudou. O mundo virou de ponta-cabeça com a pandemia, e nesse meio tempo, claro, muita gente nova entrou para a casa do Mario pelo Switch. Essa nova leva de fãs nunca presenciou uma Direct, nunca teve como sentir o hype, a expectativa.

Em vários grupos, eu notei algo em comum: nenhum deles sabia qual o motivo da abstinência dos fãs mais “antigos” com essa apresentação. E bem, se você tá nesse meio e não faz ideia do que tá acontecendo, ou já nem se lembra mais como é a emoção de uma Direct, esse texto foi feito dedicado para você. Vem junto comigo!

Pra começo de conversa, vamos lembrar como tudo começou. Em outubro de 2011, tivemos a primeira Nintendo Direct da história. Nele, Reggie Films-Aimé apresentava as notícias sobre o então novíssimo 3DS, e mais algumas novidades do Wii para o final daquele ano. De lá pra cá, a Direct se tornou um marco de divulgação em massa. O que até então era apenas uma apresentação a mais, se tornou um acontecimento imperdível para qualquer fã da Nintendo. Cada nova Direct agendada era motivo para a comunidade entrar em polvorosa.

O negócio evoluiu. Tivemos momentos marcantes nesses últimos anos. A maior parte envolvendo Iwata e Reggie em teasers cômicos. Desde a famosíssima cena da luta entre os dois, até o dia em que eles se tornaram bonecos. Cenas que entraram para a memória de qualquer fã que acompanhou tudo.

De uns anos pra cá, as Nintendo Direct se tornaram eventos que reuniam milhões de nintendistas ao redor do mundo. Diversos streamers se consagraram com suas reações efusivas aos anúncios bombásticos (RIP Etika). E atire a primeira pedra quem nunca teve um arrepio de lembrar-se das reações dos fãs na loja da Nintendo em Nova York.

Algumas imagens que você pode ouvir…

Mas bem, vamos esquecer o passado. Hoje em dia, num mundo sem as tradicionais feiras de games, como a E3 e a BGS, a volta da Direct já reaparece facilmente como um dos maiores eventos de 2021. Com mais pessoas em casa, o impacto nas redes sociais facilmente será elevado a uma potência infinita. Prova disso foi no dia do anúncio, onde em pouco tempo o anúncio entrou para os assuntos mais comentados do Twitter.

A expectativa é outro fator que só aumenta a atenção para essa Direct. Ficamos mais de um ano sem novidades massivas. De 2019 pra cá, não tivemos nem um quinto dos grandes jogos da Nintendo revelados de costume por ano. Colocando apenas os novos títulos na mesa, é possível considerar apenas Age of Calamity, Animal Crossing e Paper Mario como as grandes cartadas da Big N em 2020. Muitos jogos que provavelmente estariam agendados para o ano passado, tiveram que ser adiados devido a pandemia. E agora finalmente chegou a hora de revelá-los. Tudo que não veio em 2020, deve vir em 2021. É sim possível ser otimista.

Splatoon 2, BotW e Odyssey. Três jogos revelados em uma Direct. Aqui seus sonhos viram realidade.

 

A geração de conteúdo também entra nessa equação. Um anúncio novo vai muito além de apenas 300 reais a menos na sua carteira. A confirmação de uma Direct impacta fortemente em tudo e todos que falam de Nintendo. Os rumores do que deve vir aí pipocam desde o exato minuto do anúncio. Diz aí, você já deve ter visto os tais “bingos da Direct”, de ontem pra hoje, não? A transmissão da Big N gera semanas, ou melhor, meses de conteúdo destrinchando cada único frame, cada único assunto. E isso é a maior prova de vida da comunidade, é o nitro no pique do nintendista.

Enfim. é isso. Nintendo Direct é muito mais que uma simples apresentação. Certamente se você já viu uma dessas, deve ter alguma memória de ter ficado sem sono, ansioso, ou qualquer outro sinônimo na véspera da transmissão. Sua cabeça não para. Você pode estar até dormindo, mas o seu cérebro continua pensando o que será que vem aí.

Seus desejos, seus sonhos, tudo se converge nos cinquenta minutos de novidades. Se você nunca viu, acredito que você vai mudar de ideia na hora. Esteja hoje, as 19h da noite no canal da Nintendo. Tenho certeza que esse “ritual de iniciação no nintendismo” vai mudar você. Ou só vai te deixar mais pobre mesmo. Se você chegou agora no mundo do cogumelo, espero que goste dessa  viagem louca pelo trem da hype. Até lá!

Comentários