A casa de notícias para os fãs da Nintendo

The Legend of Zelda: The Link’s Awakening – Imagens trazem comparação entre as versões Game Boy/Game Boy Color e Switch

22

Anunciado durante a mais recente edição do Nintendo Direct, o game The Legend of Zelda: Link’s Awakening estará de volta, através de uma versão remake a ser lançada para Nintendo Switch ainda neste ano. O clássico retorna à tela de um console da Nintendo cerca após mais de 20 anos do seu lançamento original.

Abaixo, você pode conferir como o jogo era na sua edição original, disponibilizada na época para Game Boy/Game Boy Color e, ao mesmo tempo, conferir como ele ficará na versão Switch:

Fonte Tiny Cartridge Nintendo Everything

22
Deixe um comentário

5 Tópicos
17 Respostas aos tópicos
1 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Tópico quente
10 Autores de comentários
Domucacto_KunowiinerwillwillAristarkhcvertigem Autores de comentários recentes
  Se inscrever  
Ser notificado por
cvertigem
Amiibo
cvertigem

Vi que o jogo original é bem curtinho

Será que vão fazer algo pra deixar mais longo?

Gostei dos visuais e gosto desse estilo de Zelda, tenho o ALBW do 3DS

willwill
Amiibo
willwill

Então, como falei, vendo as imagens, acho q ele está sendo feito exatamente em cima do original.
Mas acredito q eles coloquem um novo calabouço, um novo chefe, deve ter alguns coletáveis que não tinha no original também para estender um pouco a experiência.

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Tomara, se for do mesmo tamanho do Zelda Link Between Worlds já tá de bom tamanho (levei umas 20 horas pra terminar ele)

Felipe Roots
Amiibo
Felipe Roots

Coração quase parou!

willwill
Amiibo
willwill

O que percebi vendo essas imagens, é q o jogo foi feito realmente por cima do original, é só ver que tudo se encaixa no grid do mapa do gbc. Diferente do Zelda A Link Between Worlds que foi feito de forma que lembrasse o game do Snes, mas com proporções e idéias diferentes. Acho que foi tomado esse caminho para ser uma produção rápida, Zelda está vendendo melhor a cada dia, é tiro certo.

Aristarkh
Amiibo
Aristarkh

Breath of the Wild foi inspirado no NES, mas não é um remake.

willwill
Amiibo
willwill

Já o Link Between é um remake do link to the past. Agora, esse parece mais um remaster porq está sendo feito exatamente sobre o zelda do gbc. O estranho é q é um remaster de um game de 8bits pra um de ultima geração kkk.

Gaebora Kaepora
Amiibo
Gaebora Kaepora

Se informe. Remaster é Twilight Princess Vs. Twilight Princess HD. Isso ai é Remake puro.

Maldita hora que o gordão da Sony foi anunciar Crash como Remaster, quando na verdade é um Remake. Contaminou os pouco dotados de discernimento.

willwill
Amiibo
willwill

Vão chamar de Remake, mas é remaster, feito em cima. É exatamente oq fizeram no twilight princess, a diferença é q nesse caso, foi do wii pra wiiu, e aqui, vai do gbc pra switch. No caso do Link Between, as casas estão em posições diferentes, mudaram chefes, dungeons, armas etc, esse sim é remake raiz. Então, mesmo q a nintendo fale q é remake, tenha coragem de falar q é remaster, e isso não significa ser pejorativo, vou comprar, mas é IDÊNTICO O ORIGINAL até onde podemos ver nessas imagens neh.

Gaebora Kaepora
Amiibo
Gaebora Kaepora

Pare de chamar enhanced ports – também conhecidas como remasterizações – ‘HD remakes’! Pare de chamar remakes ou reimaginings ‘remasterizações HD’.

Eu vejo muitas pessoas misturando estes termos, principalmente por causa do incidente Crash Remaster (remake, na verdade), principalmente, pois ele só foi anunciado sem nenhum detalhe e como um remaster na E3. Então todos ficaram decepcionados achando que só iam melhorar firulas, mas quando foi revelado como um remake, o anúncio como remaster (o que não é) já tinha colado, e agora vemos essas confusões todas de pessoas desinformadas (como você). Eu até vi muitas pessoas chamando Ratchet & Clank PS4 uma ‘remasterização HD’ (que é claro fazendo um desserviço completo ao jogo, uma vez que foi reconstruído a partir do zero com gráficos e arte construídos a partir do zero)

Remaster = port aprimorado. Mesmo jogo, os mesmos assets e tudo mais, mas com algumas melhorias visuais / relacionadas ao desempenho (por exemplo, Shadow of the Colossus HD (PS3), The Last of Us (PS4))

Remake = Novos assets recriados do zero com a moderna tecnologia de jogos do momento, ou do próprio sistema no qual foi lançado, mas superior ao sistema original, mesmo que não seja atual (exemplo: Final Fantasy IV do DS quando já se tinha gráficos de PS3, mas DS ainda é superior aos do SNES); motor de jogo moderno. Geralmente fiel ao design de nível original e atmosfera, mesmo arco de história, mas gráficos completamente revisados. (por exemplo, MGS: The Twin Snakes, Oddworld New ‘n’ Tasty)

Reboot / reimagining = Jogo completamente construído a partir do zero. Tudo completamente reformulado em termos de jogabilidade, gráficos, cenário, história. Personagens e elementos de jogabilidade da marca geralmente permanecem intactos, mas a jogabilidade é completamente atualizada e recriada. Em uma re-inicialização da franquia, a continuidade da franquia é descartada. (Por exemplo, Tomb Raider 2013, Thief 2014, Star Wars: Battlefront 2015. Em uma reinvenção, a continuidade da franquia não é descartada, mas a quantidade de ‘Novidades’ é comparável a uma re-inicialização da franquia (por exemplo, Ratchet & Clank 2016, Phantom Dust 2016)

Portanto, não ouse denegrir Ratchet & Clank no PS4 chamando-o de “remasterização HD”. Não chame Tomb Raider (2013) de “remasterização HD”. Não chame Star Wars: Battlefront uma “remasterização HD”.

E vice-versa, não chame ‘The Last of Us Remastered’ de ‘HD remake’ (nem faz sentido porque a versão original já estava em ‘HD ready’ – resolução [1280 x 720p])

Esse Zelda é um Remake, e que com certeza absoluta será um senhor remake. E A Link Between Worlds é um reimagining, a própria Nintendo falou que era uma recriação e homenagem na época à The Legend of Zelda: A Link to the Past.

willwill
Amiibo
willwill

Eu disse lá em cima q “esse parece mais um remaster”
PARECE
Parece, porq é feito exatamente por cima. POR ISSO Q PARECE UM REMASTER. Então, para de sofrer pela nintendo manu, ela fez o jogo por cima pra ser rápido e vender. O jogo será bom? Acredito q sim, mas está bilhões de anos de um Zelda principal.

Gaebora Kaepora
Amiibo
Gaebora Kaepora

Você está totalmente confuso. Não interessa o que você acha ou deixa de achar. Isso é teoria. Simples. Não tem opinião pessoal no meio. Isso é um Remake e acabou. Vou repetir pela última vez, se quiser achar de outro jeito, problema seu.

Port é simplesmente o mesmo jogo portado para outra plataforma. Nenhuma ou pequenas diferenças de nuance no port podem ser percebidas devido a mudança de sistema. Não existe conversão 100% fiel. Aliás, na emulação, ao contrário do que muitos pensam, muitas vezes até jogos de NES tem pequenos glitchs (isso de software de console para PC. Mas muitas vezes a emulação ocorre de um sistema para outro, por isso a porquice no port).

O Remaster é quando eles pegam um jogo existente e dão a ele graves retoques no departamento gráfico, bem como em outras áreas. Isto pode incluir melhor texturas / spritework, música mais avançada, melhores animações, etc. Exemplos disso incluem os “remasterizados” da Nintendo Zelda e o Ys Chronicles I & II +.

Remake é pegar um jogo existente e refazê-lo a partir do zero, muitas vezes com gráficos contemporâneos e mecânica de jogo que dão respeito à visão original do jogo, oferecendo uma visão única própria. Exemplos disso incluem Metroid: Zero Mission, Resident Evil (Gamecube) e Metal Gear Solid: The Twin Snakes

Reboot ou Reimagining inicia a série de volta do zero, muitas vezes desconsiderando completamente muitos dos mecanismos iniciados originalmente pela série. O objetivo é reintroduzir a série para apropriadamente apelar para uma audiência moderna com mecânica básica moderna, mas não significa em qualquer maneira honrar o jogo original nem a série original, embora possa em alguns aspectos. Exemplos disso incluem Tomb Raider (2013), SSX (2012) e XCOM: Enemy Unknown (2012).

Como pode ver, esse Zelda se encaixa na categoria de remake. Nem mais, nem menos. Se quiser achar diferente, que seja. Não vai te fazer certo. Eu mesmo não estou querendo me achar certo, eu só estou seguindo a teoria, ELA que está certa.

Tchau, tchau, e espero que tenha aprendido alguma coisa.

willwill
Amiibo
willwill

Estude a palavra PARECER no dicionário e para com essa neura, amigo.

Aristarkh
Amiibo
Aristarkh

Tive um aneurisma com esse comentário, se eu viver menos por causa disso, quem vai me indenizar?

Os trolls antigamente eram mais criativos, saudades do Sonya.

Aristarkh
Amiibo
Aristarkh

“Já o Link Between é um remake do link to the past”

Continuação, não remake.
Você não faz a menor ideia do que é remake, remaster e continuação.

wiiner
Amiibo
wiiner

Dos mesmos criadores de “Metroid Prime 4 Cancelado” vem aí “Between Worlds Remake do A Link To The Past” e “The Legend of Zelda: Link’s Awakening Remaster”.

:rofl: :rofl: :rofl:

Domucacto_Kuno
Amiibo

explicando porque você está claramente confuso:

este jogo é um remake.
remake é quando o jogo é refeito. por mais que eles tenham cuidado bem pra até flores ficar no mesmo lugar que estavam no game boy, ainda é um jogo feito em uma engine nova, com assets completamente novos.

remaster é quando você literalmente pega o jogo original, o código original e faz rodar em uma plataforma mais atual, com resolução maior, podendo ou não haver melhoras em texturas.

Think
Amiibo
Think

Ah mano!!! Que coisa linda!!!!!
To feliz demais com esse anuncio! Sério mesmo!

Julio Madeira
Amiibo
Julio Madeira

Alguém pode me tirar uma duvida?…Porque alguns inimigos são do mundo Mario? …

Rony
Amiibo
Rony

( spoiler)

Creio que nada foi confirmado, então sobra especulações, sabendo que alguns crêem que tudo no mundo do Mário se passa em um sonho ou imaginação de alguém, tem teorias pq tem inimigos do Mário, já que tudo nesse jogo se passa na imaginação de um ser imaginário ( pode n ser bem isso mas pra entender mais ou menos)

Aristarkh
Amiibo
Aristarkh

Não só Mario, Kirby é um dos inimigos também.
O jogo se passa num mundo dos sonhos, então é cheio de coisas sem sentido acontecendo.

Think
Amiibo
Think

Julio, a produção do Link’s Awakening começou como uma brincadeira de alguns designers nas horas vagas durante a produção de ALttP. No final o produto foi ficando tão bom que o Shigeru Miyamoto deu carta branca pro jogo se tornar oficial. Da uma pesquisada sobre isso q é bem bacana ver.