A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Versão Switch de Crash Bandicoot só foi possível por causa de um funcionário da Vicarious Visions

13

Antes da chegada de Crash Bandicoot N. Sabe Trilogy, a última vez que um jogo do personagem havia aparecido em um console de mesa da Nintendo aconteceu na era Wii. Com o anúncio do lançamento para PS4, muitos jogadores diziam que o game se encaixaria perfeitamente no Nintendo Switch.

Um funcionário da Vicarious Visions, desenvolvedora responsável pelo título, também parece ter pensado de forma semelhante.

De acordo com informações fornecidas pelo canal Nintendo World Report TV, que conversou com a produtora durante a edição 2018 da E3, este funcionário específico foi a peça-chave para que o jogo ganhasse uma versão para o Switch.

Ainda na época de lançamento de Crash Bandicoot N. Sane Trilogy para PS4, o funcionário havia passado um final de semana inteiro tentando fazer com que a primeira fase do game rodasse no Nintendo Switch.

Após alcançar o feito, a Vicarious Visions percebeu que, se era possível que o console rodasse a primeira fase, então, provavelmente também seria possível que o jogo funcionasse por completo.

De fato, foi o que aconteceu. Alguns ajustes gráficos foram realizados para que ele pudesse ser executado sem falhas, mas outros aspectos foram mantidos, como a taxa de 30 quadros por segundo, seguindo a versão original de PS4.

Crash Bandicoot N. Sane Trilogy será lançado no próximo dia 29 de junho. A edição Switch contará com uma fase adicional denominada Future Tense.

Fonte UOL

Deixe um comentário

13 Comentários em "Versão Switch de Crash Bandicoot só foi possível por causa de um funcionário da Vicarious Visions"

Ser notificado por
Escroticeiloveyou
Amiibo

” a Vicarious Visions percebeu que, se era possível que o console rodasse a primeira fase, então, provavelmente também seria possível que o jogo funcionasse por completo.”
isso soa tão absurdo
as desenvolvedoras são muito ridículas mesmo @[email protected]

Yagami Sama
Amiibo

Esse cavalheiro tem o meu apreço. Mas como o Jaspion mencionou, o cara aceitou o desafiou e foi lá e fez. Possivelmente alguém deve ter falado para ele que não era possível devido as limitações do hardware e o cara aceitou o desafio.

Jaspion
Amiibo

Quem é desenvolvedor sabe que é absolutamente normal fazer o que esse funcionário fez, simplesmente pelo desafio, para dizer: – Fiz funcionar. O que não foi normal nesse caso, é a empresa comprar a ideia.

Ou, de tanto ele insistir, ganhou um prazo de 48 horas para que ao menos uma parte (a primeira fase) do jogo rodasse no console da Nintendo.

E sabendo como desenvolvedor é, passou um final de semana inteiro em branco na base do café rofl

cvertigem
Amiibo

Eu sou front-end, as vezes chega umas coisas muito cabulosas que eu não tenho nem ideia de por onde começar, mas sempre se dá um jeito… rofl rofl rofl

IsraelMedeiros
Amiibo
Eu não entendo essas empresas de hoje em dia que falam que tal jogo não roda em tal console por causa de a, b ou c. Eu lembro de uma epoca que não tem muito tempo nego lançava jogo em QUALQUER console que fosse. Mortal Kombat saiu pra arcade, snes, mega drive, game boy, master system e o escambau. como podem portar MK pra GB e Crash não rodar no switch. Assassins Creed pro switch. cade? só portar. vai cortar coisa. vai. Mas vai ter o jogo. è muita preguiça mesmo. O console vende. os jogos também. como ignorar isso… Ler mais »
Aristarkh
Amiibo

Continua sendo possível, vide Street Fighter IV no 3DS, só que agora portar é bem mais caro e trabalhoso do que nos anos 80/90, então as produtoras ficam com um pé atrás pra não gastar grana a toa.

Lastdragon
Amiibo

Só acho que a Nintendo tinha que, infelizmente, mudar sua política de licenciamento, talvez para alguns jogos mais complexos, diminuir o valor recebido por ela. apesar de ser injusto com os pequenos e médios, querendo ou não, alguns jogos fazem falta do Switch, mas o mais interessante seria a Nintendo bancar e fiscalizar jogos dessas franquias específicas para seu console, tipo um TombRaider, um AC, um GTA próprio e exclusivo, mesmo que sem a grandiozidade dos jogos principais, sei lá, nem sei mais o que estou escrevendo, vou parar por aqui e tomar um café.

cvertigem
Amiibo

Eu acho que o Switch tem poder o suficiente pra fazer port de praticamente todo jogo atual, com os devidos ajustes, só não sei o quão caro pode custar

Mestre_Construtor
Amiibo

Eu penso que portar um jogo para uma plataforma hoje é bem mais caro do que era portar um jogo a 15, 20 anos atrás. Por isso fica mais complicado. Se não vender uma quantia mínima, não paga o port. Mas sim, esse jogo com certeza venderá bem no Switch, não tem porque não portá-lo.

cvertigem
Amiibo

Doidera era o Prince of Persia Forgotten Sands, que a Ubi fez 4 versões do mesmo jogo

Xbox 360/PS3 e PC é o jogo “principal”

Wii era a mesma coisa só com downgrade gráfico

DS era um game totalmente diferente, com visual cartoon

PSP eu achava que seria a mesma versão do Wii, e fui ver o jogo é um side-scroller 2.5D

wiiner
Amiibo

Se a versão de Switch vender bem o tal funcionário vai ganhar uma comissão? think yay

Aristarkh
Amiibo

Espero que sim, o cara merece.

8Bits16Hearts
Amiibo

Pensei a mesma coisa ao ler o texto… Será que rola uma bonificação???