A casa de notícias para os fãs da Nintendo

Wii U: o console que deu certo

67

Traçar uma análise geral do Wii U nesse momento parece muito fácil e cômodo. Com a chegada do Switch, os erros e acertos da Nintendo em relação ao console passado se tornaram mais visíveis, tendo em vista que muitos conceituam o Switch como “o Wii U que deu certo”.

De certa forma, é mais ou menos isso mesmo. Este breve texto mostrará que o Wii U é um console fenomenal. Por mais que as vendas jamais representem isso, várias evidências expõem que ele trouxe muita coisa positiva para o mundo dos games, servindo de base para muita coisa que chegou posteriormente para o Switch.

PARTINDO DO INÍCIO…

Reggie Fils-Aimé durante apresentação do Wii U na E3 2011

Para começar, vamos voltar até a E3 2011. O evento marcou o anúncio do Wii U, aquele que seria o console responsável por “revolucionar a forma de jogar videogame”.

Infelizmente, a divulgação do Wii U não foi das melhores. Várias pessoas ficaram sem entender se o Gamepad, tantas vezes exibido no telão do evento, tratava-se de parte de um novo console ou apenas um dispositivo complementar do Wii.

Ainda assim, após a chegada às lojas, o Wii U registrou bons números em relação as vendas, durante as primeiras semanas pós-lançamento. Com o tempo, as vendas foram diminuindo, até chegarem a patamares baixíssimos.

A Nintendo, durante as suas apresentações sobre o console, tentou vendê-lo como algo muito maior do que um simples aparelho de videogame. Se pensarmos em todas as funções presentes no console, podemos concluir que ela estava certa.

O Wii U trazia sistemas de controles de tv, com acesso a canais e conteúdos esportivos, interações através de transmissões em áudio e vídeo, aplicativos, e muito mais. Era muito mais do que qualquer outro console já havia oferecido.

Analisando todos esses pontos, podemos ver que o console tinha muito para mostrar. O Switch é uma prova disso. Várias características presentes no Wii U foram aperfeiçoadas com a chegada do primeiro console híbrido da Nintendo. Vamos conferir várias delas a partir de agora.

Wii U: novidades e influência para o Switch

No Wii U, ganhamos o primeiro controle em formato de tablet na história dos videogames. Ele tinha seus pontos positivos (os quais destacaremos logo a seguir), mas também possuía restrições por conta da sua tecnologia.

A limitação em relação a distância entre o console e a TV é uma das mais destacáveis. Já no Switch, mudanças possibilitaram total independência da segunda tela, trazendo o real conceito de console híbrido.

Além disso, não podemos esquecer dos inúmeros títulos originais de Wii U lançados posteriormente para o Switch. Sim! Vários títulos que nasceram ou foram produzidos no Wii U ganharam espaço no Switch, seja em forma de ports ou games lançados em versões aprimoradas.

Nota-se, então, que o Wii U tinha, sim, pontos marcantes. Para a sua época, ele, de fato, foi revolucionário. Mais do que os acertos durante a sua produção, as falhas que foram notadas após o seu lançamento serviram de exemplo para evitar que erros não se repetissem no Switch.

Jogos e ports

Como citado ainda pouco, o Wii U trouxe vários jogos na sua biblioteca, a qual, apesar de modesta em relação a quantidade de lançamentos, possuía altíssima qualidade.

Não faltam exemplos. Podemos começar com aquele que foi considerado o “jogo do ano de 2017”: The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Desenvolvido originalmente para Wii U, o jogo serviu para mostrar toda a capacidade do console, deixando claro que ele era capaz de muito mais do que aparentava.

Ainda podemos citar Mario Kart 8 Deluxe, uma versão aperfeiçoada do título lançado originalmente para Wii U. Também temos Splatoon, uma das séries de maior sucesso da Nintendo, responsável por milhões em vendas, o qual recebeu uma segunda edição no Switch, mas ganhou repercussão inicialmente no Wii U.

Além disso, vários ports de ótimos jogos estão sendo realizados desde o lançamento do Switch, trazendo títulos como Captain Toad, Donkey Kong Tropical Freeze e Bayonetta – este último, inclusive, ganhará uma terceira edição exclusiva para o console. Outros, provavelmente, devem pintar em breve, como Super Mario 3D World, Pikmin e Super Mario Maker.

Essa é uma pequena amostra que jogos de qualidade é algo que nunca faltou para o Wii U. O console, até o momento, é responsável, ainda que indiretamente, por uma boa parte dos títulos produzidos pela Nintendo para o Switch.

Nem tudo são flores

Apesar de eu, particularmente, considerar o console como um produto sensacional, é lógico que ele possuía suas falhas envolvendo o hardware ou assuntos relacionados à marca Nintendo e seu produto. Entre elas, podemos citar:

  1. Controle que não era vendido separadamente no mercado
    O projeto em si era inovador e audacioso, mas este é um ponto que eu nunca entendi. O Wii U é o único console lançado até hoje, o qual não possuía peça de reposição no caso de você danificar o seu controle principal (gamepad). Precisar comprar um novo console, por conta de um problema com o seu gamepad não soa como uma boa ideia.
  2. Gamepad que não desliga
    Ainda envolvendo o gamepad, um outro ponto é a impossibilidade de desligar a tela do controle sempre que conveniente para o jogador. Isso porque, em alguns jogos, a tela do gamepad exibe exatamente aquilo que é mostrado na tv, consumindo bateria sem necessidade.
  3. Sem apoio de third-parties
    A falta de apoio das third-parties pesou muito na vida do Wii U. Apesar do anúncio inicial de vários jogos, ao longo dos meses que se seguiram, a ausência das produtoras foi sentida, principalmente, no período que o console ficou sem receber grandes lançamentos.
  4. E o preço?
    Para completar, o preço do Wii U não era o mais convidativo entre os consoles existentes. A edição Basic foi anunciada no valor de US$ 299,99, mas contava com apenas 8GB de memória interna e não incluía nenhum jogo. Já a versão Deluxe, que chegou com 32GB de espaço disponível e uma cópia do título Nintendo Land, foi exibida no preço de US$ 349,99.

O Wii U chegou na hora certa?

Do meu ponto de vista, o Wii U veio no momento certo e no momento errado, ao mesmo tempo.

Chegou na hora certa, porque…

… toda sua mecânica serviu de base para o Switch, sendo aperfeiçoada e transformando o novo console em um sucesso de vendas.

Além disso, inovou, de fato, em relação aos seus concorrentes e trouxe o primeiro controle tablet da história, possibilitando uma nova experiência na maneira de jogar ao unir as funções do gamepad com o jogo correndo na tela da TV.

ZombiU, por exemplo, um dos títulos anunciados para o console no ano de 2012, fez ótimo uso do gamepad, transformando-o em um menu de acesso rápido, com disposição de itens, mapas e configurações. Outro exemplo marcante é Super Mario Maker, o qual possui sua mecânica totalmente ligada à tecnologia disposta no gamepad.

Em compensação, como ponto negativo…

… foi lançado em uma época em que os seus principais concorrentes dominavam o mercado e possuíam configurações superiores de hardware e capacidade de armazenamento, sem contar o apoio massivo de third-parties que o console da Nintendo não possuía.

Como exemplo, podemos citar o ocorrido durante a E3 2011. Durante o evento, vários jogos foram apresentados para o console, como Batman Arkham City, Darksiders II e Assassin’s Creed. Porém, com o passar dos anos, a Nintendo viu novos anúncios de produtoras third-party cessarem, deixando o console sem grandes lançamentos por longos períodos.

Abaixo, você relembra o anúncio dos jogos confirmados para o Wii U durante os anos 2011/2012:

Wii U, obrigado!

O Wii U tinha tudo para dar errado. Mas não foi o que aconteceu. É claro que se você olhar apenas para números, provavelmente, vai discordar de tal afirmação. Porém, se a análise for feita de forma mais ampla, o legado deixado é muito maior.

Sem ele, o Switch, provavelmente, não estaria batendo todos os recordes. Não podemos descartar toda a influência que o Wii U impôs sobre o Switch, envolvendo o seu controle tablet, incluindo a função touchscreen; o sistema híbrido do console, já presente, em parte, no Wii U; e os inúmeros ports realizados até agora.

Termino deixando um questionamento: se o Switch tivesse sido lançado no lugar do Wii U, lá em 2011, tendo como antecessor o Wii, sem nenhuma experiência em relação ao mecanismo de console híbrido, e sem os jogos disponibilizados para Wii U, será que ele alcançaria todo esse sucesso?

67
Deixe um comentário

34 Tópicos
33 Respostas aos tópicos
8 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Tópico quente
38 Autores de comentários
Sean Mastersthales720souziagomauroalvesEscroticeiloveyou Autores de comentários recentes
  Se inscrever  
Ser notificado por
Sean Masters
Amiibo
Sean Masters

Tem muitas coisas que não concordo nesse texto. Chegando em casa vou editar e pontuar todas.

Sean Masters
Amiibo
Sean Masters

Como não da pra editar, vou comentar aqui embaixo:

“podemos ver que o console tinha muito para mostrar”

Eu sei que um vídeo game é construído a base de seus jogos, e jogos, foi uma das coisas mais sensacionais no Wii U. Mas é inegável que os mesmos jogos estavam no hardware errado no momento errado.

Wonderful 101, Bayoneta 2 e Xenoblade X são provas disso: jogos com ótimos gráficos e excelentes ideias, desperdiçados em um console que usava um gamepad como tela para nada.

Jogos como New Super Marios Bros U e Mario Maker, são um dos poucos títulos que justificam a tela. Provavelmente estes, nunca verão a luz do dia no Switch.

“ganhamos o primeiro controle em formato de tablet na história dos videogames”

“Para a sua época, ele, de fato, foi revolucionário”

Parece inovador, mas não é bem assim: O DS já tinha feito isso 10 anos antes, colocando uma tela em conjunto com o controle. A diferença é que combinar a tela de jogo com a comando no DS era fácil. Veja Sonic Rush, que mesmo não possuindo comandos na tela de baixo, usava como extensão da tela de cima. No Wii U, isso não seria possível, pois migrar da tela da TV para a tela do controle em busca de informação,s e provou inconsistente desde o VMU do Dreamcast.

“serviram de exemplo para evitar que erros não se repetissem no Switch”

Essa é provavelmente a pior justificativa do texto: A resistência da Nintendo em criar um simples Wii HD, Pro, “New” ou algo do tipo, assim como incluir um controle clássico, que não se alimentava do Wii Remote. Gerou o Wii U. Tecnicamente a Nintendo não estava criando um Hardware novo, mas “gambiarrando” o que deu certo no DS e Wii. Olhando a imagem abaixo, você entende que o processo de criação do Wii U foi uma falha da Nintendo.

https://www.theverge.com/2012/12/7/3739626/nintendo-wii-u-history-prototypes

“Podemos começar com aquele que foi considerado o “jogo do ano de 2017”: The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Desenvolvido originalmente para Wii U”

Pessoalmente, acho que isso é um equivoco. Zelda Twilight Princess sim, foi um game desenvolvido para Game Cube que recebeu um porte pra Wii, ganhou uma inversão de tela e uma fada como pointer. Mas dizer o mesmo de Zelda BoW é na minha opinião um equivoco. Zelda no Switch tem melhores gráficos, som, menor tempo de loading e aproveita com maestria os recursos do Switch, como o pointer primoroso, jogando com os Joy Con separados.

Não sei ao certo, mas é muito provável que o game mudou seu desenvolvimento pro Switch em algum ponto, mas, em respeito as jogadores, ganhou um port pro Wii U. É minha opinião após ver as duas verões do jogo.

“o jogo serviu para mostrar toda a capacidade do console”

Sua visão é muito otimista, ao meu ver, o jogo serviu pra mostra que hardware não aguentava nem mesmo as exigências internas da própria Nintendo. Por isso acredito na centralização da versão do Switch.

“toda sua mecânica serviu de base para o Switch, sendo aperfeiçoada e transformando o novo console em um sucesso de vendas.”

O sucesso de vendas do Switch está ligado ao sucesso da portabilidade “on the go”, o retrocesso ao cartucho, que evidencia a mídia física e ao controle que pode ser compartilhado com um amigo. Nenhuma dessas características estavam no Wii U.

“Sem nenhuma experiência em relação ao mecanismo de console híbrido, e sem os jogos disponibilizados para Wii U, será que ele alcançaria todo esse sucesso?”

Sim, basta olhar Super Mario Odyssey, além de Splatoon e todos os jogos lançados pra Wii U que se sustentam sem o tablet pra entender de vez que, assim como o Virtual Boy, o Wii U foi um erro, desde o nome.

thales720
Amiibo
thales720

Finalmente um texto consistente sobre o Wii U que não é só apresentado seus erros e deixando de lado as suas qualidades ou hate dos próprios fãs da Nintendo

Eliakim
Amiibo
Eliakim

No primeiro momento que li o titulo, pensei: “minha nossa esse é o titulo de matéria mais irônico que já vi”, mas lendo a matéria percebi o quanto o titulo é verdadeiro

centurions
Amiibo
centurions

Nem tanto, si tivesse dado certo tava aí no mercado até hoje foi baixado precocemente, si a Nintendo tivesse trabalhado melhor nele tivesse lançado um joystick normal como qualquer outro e não aquela imitação do controle do Xbox 360 e não tivesse lançado esse controle com tela que francamente isso detonou o aparelho só funciona com ele, esse aparelho simplesmente vai virar peça de colecionador e mais nada sem contar o sinônimo de piada que esse console rendeu nas redes sociais e até mesmo no lixo da “Gamevicio e viva a tribo” ao lado do vitanic que é outro cagalhão, é como o colega AlRashid falou não vai deixar saudade :lulz: :lulz: :lulz:

Yagami Sama
Amiibo
Yagami Sama

Eu particularmente gosto do Wii U, acredito que eu joguei mais ele do que o Wii. Mas eu penso que a Nintendo administrou muito mal o console.Na apresentação da E3, ele falaram tanto do novo controller que, passa a impressão de ser isso, um novo controller, sem mencionar o nome, e toda a dificuldade que a Nintendo teve para se adequar a desenvolver jogos em HD. E o maior atrativo dos consoles da Nintendo são os jogos da própria Nintendo e com um calendário de lançamentos bem ruim, com intervalos enormes entre os jogos, só fez a coisa piorar e isto acabou gerando uma imagem negativa para o console a qual ele nunca conseguiu se livrar.

E eu também tenho a impressão de que a Nintendo viu que tudo estava perdido e desistiu do console,Nunca deram um suporte para um segundo Game Pad, dentre outras coisas. E não me surpreenderia se em meados de 2014 e começo de 2015 eles tenham migrado vários projetos originalmente planejados para o Wii U para o novo console “NX”, e só começaram a lançar “fillers” para o console, Mario Tennis Ultra, ilustra bem isso, E uma coisa que me incomodou muito, foram os adiamentos no lançamento do Breath of the Wild em prol de uma versão para o Switch, isto foi um absurdo. E ouso dizer que só não cancelaram a versão de Wii U, pois ia pegar muito mal. E o Wii U não teve um jogo exclusivo da série Zelda, e se a Nintendo tivesse seguido o plano, o Wii U poderia ter tido o jogo mais bem avaliado de todos os tempos, o que seria um ótimo premio de consolação para o console, apesar que duvido muito que se o jogo tivesse sido lançado só para o Wii U teria tido essa repercussão toda, a maior parte dos elogios que o jogo recebeu teriam virado criticas e coisas do tipo.

Mas foi um mal necessário, pois todo o que deu de errado no Wii U a Nintendo corrigiu no Switch, lançamentos constantes,jogos de empresas terceiras, lançamentos constantes por parte da própria Nintendo,marketing preciso, conseguiram passar bem a mensagem do que é, e o que o console faz, levando o conceito do Wii U para um outro nivel. Em outras palavras o Switch é tudo o que o Wii U não foi. E por isso o Wii U foi necessário.

E credito que se Switch fosse lançado no lugar do Wii U, teria sido algo muito caro, e por isso eu penso que seria algo inviável para a época.

Escroticeiloveyou
Visitante
Escroticeiloveyou

Achei o texto bem divertido, sendo franco, de forma jacosa mesmo.
O Wii U só tem de bom 2 coisas: um gato pingado de titulos incriveis, mas tão incriveis que são inesqueciveis e portados sempre que possivel, e o outro é sua inovação, independente de ter sido bem aproveitada ou não.
Já restante, a maior parte, é erro atrás de erro, deecpção atrás de decepção, furo atrás de furo… Uma era que nunca mais desejo passar na vida.
E só pra lembrar, esse certo ai do titulo é tão livremente distorcido que não faz questão de enfatizar que em toda a historia da BigN foi a primeira vez que ela passou algum ano no vermelho, e foi justamente no meio de vida do console. Tão acertado essa jogada que a fudida PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA fechou o ano com o saldo do lucro no negativo -ou algo quase isso, eu ja to morto de canseira e sem memoria, mas é naquele fechamento do fiscal-.
Nenhum recorde senão negativo, e o peso de papel vira obra de arte consagrada que deu certo e ninguém entende a jóia que é? OURO DE TOLO, isso sim. O Wii U é tudo que desejo pro PS5: um flop e hate gigantesco.
Quem é mais retardado? Eu, como nintendista imaturo, macumbando o PS5 ou o nintendista esquizofrênico coprofilo engolindo atpe hoje o merdaU?

Na antiga U BR, uma bem mais justa e parcial, nunca que consigo visualizar esse texto sendo publicado.
Acho que todo mundo erra. Não vejo nenhum problema nisso. Errar não é motivo de orgulho, insistir no erro sim. Ainda bem que a Nintendo aprendeu com os erros e por isso hoje está no topo, amém irmão!?! Até o atual CEO já disse que o lixU foi um erro, só resta aceitar. Quem não aceitar, ok, cada um com sua opinião né não?

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

o mais engraçado é que o artigo aponta os erros do console e suas qualidades e que nas suas qualidades e seus erros inspiraram no sucesso que o switch é hoje, é difícil acreditar no conceito do hibrido existir, sem o sucesso do off tv screen e é mais difícil ainda acreditar que a nintendo iria atrás de thirds, coisa que não fez na época do switch, pra manter os lançamentos sempre em dia enquanto os jogos verdadeiramente bons não são lançados.
mas aqui estamos, um monte de gente falando porque o console fracassou e outros querendo ofender quem gostou do console ou quem escreveu o artigo, realmente essa geração de jogadores tá perdida, onde um console com ótimos jogos(o foco ainda dessa merda de mídia!) é odiado sem razão nenhum mesmo já estando morto há dois anos.

já foi e já passou, o wii u não vai abusar sexualmente de vocês e nem de suas famílias e nem sair por aí matando pessoas, é um pedaço de plástico com dois objetivos, vender e entreter, falhou no primeiro mas sem sombra de dúvidas não falhou no segundo.

Escroticeiloveyou
Visitante
Escroticeiloveyou

“realmente essa geração de jogadores tá perdida, onde um console com ótimos jogos(o foco ainda dessa merda de mídia!) é odiado sem razão nenhum mesmo já estando morto há dois anos.”

se vocÊ acha que os jogos bons são suficientes pra você, OK, pode ficar com seu amiibo festival… o primeiro jogo first da BigN a pegar vermelho no meta…
se você teve uma boa experiencia com o console e pode dizer sobre essa boa experiencia, OK tbm
se você pode argumentar o porque ele é bom, okay
pq o oposto não vale?
porque se agarrar em gente que desrespeita os outros pra deslegitimar a opinião de quem não concorda contigo mas te respeita? pra mim, eu só vejo isso como fanatismo e até toxico pra comunidade
quanto mais pararmos de introjetar a opinião alheia e toma-las como pessoal, mais de boas e saudável será a vida pra todos
e quem não sabe rir de si mesmo jamais vai conseguir ficar de boas com outras opiniões
eu mesmo… me acho a caçamba da hipocrisia e asneira por amar a nintendo esperando que as outras se fodam… ninguém é perfeito, então vamos rir e zoar a diversidade, rir de nós mesmos e aceitar que por trás de outra pessoa existe outro contexto e que nesse contexto as vezes as coisas rolam de forma diferentes e okay isso, o que importa, principalmente num meio tão futil quanto este, é você estar okay com seus pensamentos e de boas com os dos outros

sério, eu te amo tanto, me dá aflição você sempre se incomodar com a opinião alheia, independente da forma como se expressaram. Nunca esqueço que ano passado ce até ficou desanimado de participar daqui :/

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

pra mim já é caso encerrado essa fanbase, talvez um dia eu volte a frequentar, mas não dá.
povo ficou de mimimi por anos por causa de algo que foi feito pra entreter, e mesmo depois de morto e em uma matéria feita pra discutir seus pontos positivos e negativos, e o legado dele no sucesso do switch, ainda ficam com o mesmo mimimi, parece até que o console os feriu fisicamente.

se a situação da indústria fosse outra, eu teria outra opinião, mas provavelmente na pior gen(pelo menos nos anos que o wii u era ativo) ele foi uma ilha de criatividade e jogos de alta qualidade quando os outros ofereciam serviços péssimos, roubos descarados no consumidor e remaster de jogos lançados no ano anterior aos montes. o vita foi muito pior em muitos sentidos( diferente dessa fanbase eu de fato tive por um tempo, sei que do que to falando) e mesmo assim os sonystas reconhecem as qualidades do console, sem fanatismo, mas aqui o wii u é tratado como uma aberração que não vale merda nenhuma e se tu curte, é um louco que não tem bom gosto.
é tão ruim curtir um console que te trouxe entretenimento quando quase mais nada conseguia?
um console que trouxe tudo que sentia falta e ainda sinto, nos concorrentes?
onde o foco era o entretenimento e não abobrinhas como “jogos por serviço” ou “Pagar pra jogar online em servidor de third”?
tem hora e lugar pra tudo, o mimimi daqui já passou e muito da hora, já estamos em 2018, se as pessoas não querem ser gratas depois que a “tempestade” passou ,tudo bem, mas que não enchem o saco dos outros que querem.

Escroticeiloveyou
Visitante
Escroticeiloveyou

Entendi seu sentimento. Lamento que se sinta mal e já não veja mais tantos tons além do preto e branco por aqui e na comunidade gamer em geral. Mas sendo bem honesto, internamente os nintenditas podem até ser dificeis, mas acho que somos a fã base menos pior dos 4 pilares (BigN, PS, X e PC). Não que isso melhore nosso quadro, mas dá uma perspectiva menos ruim sabe? Mas preciso frisar que somos os mais exigentes conosco mesmo. Wii U tá aí pra provar isso né? Eu AMO ele, tem vários jogos na minha lista de favoritos, mas não me saciou durante os anos, jogo a cada 3 ou 4 meses, forçado a experimentar mesmo que tudo no jogo não me atrai-se (Star Fox Zero ou Yoshi), a derrapada na qualidade que alguns desses jogos tão importantes deram (Star Fox ou Mario Tennis), ou mesmo jogos legais mas não especialmente marcantes ou atrativos (Paper Mario), ou ainda existencia de titulos desnecessários (Amiibo Festival, Mario Party, Wii Fit U, Wii Sports HD, Wii Party U)… enfim, metade da biblioteca é 40 na famitsu, já a outra é avermelhada, fora que a quantidade de titulos disponiveis é pífia comparada a concorrencia, logo, o catalogo se torna MUITO restrito e nada variado pois um representante de cada genero não é ter variedade. Fora que né, eu amava a idéia do gamepad assim como amo o Dual Screen, portanto o mal uso dele me foi um soco no estomago :/

Tarcísio Medeiros
Amiibo
Tarcísio Medeiros

O problema do WiiU, que foi o mesmo do Wii (com a diferença que Wii vendeu bem jogos casuais), é que a Nintendo quer obrigar os usuários a estas “novas” formas de jogar. Em se tratando de jogos fora da Nintendo, o Wii foi tão bizarro quanto o WiiU, mas o Wii no geral ainda teve alguns jogos melhores por vender bem, então por ter muito mais, alguns mais se salvam. Se fizer uma lista dos jogos de Wii, verá que jogos de outras empresas ou receberam spin offs, ou versões muito básicas. Sem falar que a política da Nintendo é porca. Comprar um jogo de séculos atrás a preço quase cheio? Ridículo a Nintendo pôr jogos do começo da geração de 3DS com U$5 de desconto como se fosse por R$10. O programa de fidelidade anterior era insignificante. Se bem me lembro, gastar algo como U$250 em jogos e receber… Um jogo da década de 80… não é a toa que quando comprei meu PS4 fiquei feliz com trocentos jogos bons e baratos e com o Switch passei uma semana primeiro com aquele peso de “o que foi que fiz comprando isso?” Pq só tinha jogo absurdamente caro. E agora estou como “terminei Mario Odyseey, o que vou jogar agora? Esse tem por 1/3 do preço no PS4, esse tem por 10% no PC. Ou como quando teve com Revelations 2 que só ele já comeria toda a memória interna. Então se você só joga em casa, foda-se, se vira comprando micro SD quando poderia comprar SSD. Nem vídeos pra ver naquela tela maior pode. Tem um USB que só serve pra carregar. E cadê esses “aplicativos” que disseram? Consoles da Nintendo nunca foram algo mais que vídeo game. Wii não rodava nem DVD Video. Não achei e pelo visto nem Netflix tem no Switch. A Nintendo é ótima como empresa de software, mas de hardware só dá frescuras que deveriam ser opcionais e não obrigatórias. O Switch é mais uma evolução do 3DS que do WiiU.

Jaspion
Amiibo
Jaspion

“Sem falar que a política da Nintendo é porca. Comprar um jogo de séculos atrás a preço quase cheio? Ridículo a Nintendo pôr jogos do começo da geração de 3DS com U$5 de desconto como se fosse por R$10. O programa de fidelidade anterior era insignificante. Se bem me lembro, gastar algo como U$250 em jogos e receber… Um jogo da década de 80”

“A Nintendo é ótima como empresa de software”

Como levar a sério um textwall desses? Na metade do texto o cara já não lembra mais o que escreveu

E temos um novo mago do hardware

Saki Amamiya
Amiibo
Saki Amamiya

Parei de ler na terceira linha, muito chorume.

mauroalves
Amiibo
mauroalves

Na verdade o Switch sucede WiiU e 3DS.

Mestre
Amiibo
Mestre

Não entendo pq todo mundo fala que o switch é a evolução do WiiU. Pra mim, não tem nada a ver.
O conceito do Wii U era de jogabilidade assimétrica e usar duas telas.
O conceito do Switch é a portabilidade. Jogar em qualquer lugar, do jeito que você quiser.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

off tv screen, uma das coisas mais adoradas por quem teve o wii u, o povo reclamava pra caramba com a nintendo quando algum jogo era lançado sem essa opção.

Escroticeiloveyou
Visitante
Escroticeiloveyou

concordo contigo
o off-screen não parece uma idéia pré-concebida do Troca, o diferencial vendido e “tentado” explorar é a assimetria, algo que vejo MUITO mais proximo do DS do que do Troca, fazendo essa conexão um mero acaso, até porque rumores de console hibrido existem desde o que? 2013? Pra mim o martelo na mesa do juiz foi a questão da publicação de titulos pra uma unica plataforma. É como se estivem resgatando a idéia do Super Game Boy e do Gameboy Player e fazendo exatamente o que sempre desejaram; ter apenas um único console pra sustentar.

Dr.K
Amiibo
Dr.K

O problema do WiiU é que ele não decolou no início.

Parece uma obviedade, mas, se alguém se lembrar daquela época, lembrará que o 3DS arrancou mal e todo o foco da Nintendo se voltou pro portátil; que se recuperou no mercado. Me lembro que até culparam o terremoto que causou o tsunami do acidente nuclear de Fukushima.

Não teve um System Seller como o Wii/N64/SNES/Switch. Teve NintendoLand. E uma era de seca de jogos.

O WiiU não teve esse esforço em títulos atrativos (não no início). Os third parties que existiram eram ports mal-feitos ou supervalorizados de jogos antigos. E nenhum jogo quase se aproveitou da gambiarra que era aquele monstrengo de controle.

E nem vou falar do desastre que foi o marketing da bagaça.

A melhor coisa que a Nintendo tem pra fazer é portar os jogos bons desse console (e que ninguém jogou) pro Switch.

Até para evitar lacunas no calendário de lançamentos.

Boo
Amiibo
Boo

Claro que muitos jogos do WiiU me cativam até hoje, mas não dá pra negar que o console não soube encontrar seu público e sofreu de um marketing confuso e lastimável, assim como um sistema muito grande e espaçoso pro que oferecia.

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Marketing do Switch tá bem melhor que o do WiiU, por isso o Switch alcançou o WiiU em vendas em menos de 1 ano

https://www.youtube.com/watch?v=tkI6c6MvBko

Boo
Amiibo
Boo

Eu acho esse gamepad beta tão charmoso atualmente, é menor e lembra mais o Switch

denis_timao
Amiibo

Get Ready FIGHT!!!

souziago
Amiibo
souziago

Triste em saber que tem gente tentando se convencer e convencer outros que o WiiU foi bom. ;-; Viver em negação é muito deprimente…

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

é tão ruim achar um console feito de jogos exclusivos de boa qualidade, bom? me poupe.

souziago
Amiibo
souziago

Não é ruim, é só triste mesmo. Console só de exclusivos = Console ruim. Triste por você tentar achar que um console só com alguns exclusivos de peso pode ser algo bom. ;-; Desculpa trazer a verdade assim do nada mas não, não foi bom. O mundo inteiro sabe que não foi. A Nintendo sabe que não foi. O console é ruim e só não foi um fracasso maior que o Virtual Boy. Me poupe, se poupe e nos poupe.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

só irei responder dessa vez.
console de jogos bons=console bom, preciso repetir?
acho ótimo o console porque teve uma bela quantidade jogos ótimos que só pude encontrar nele e me divertiu muito mais que o ps3.5 e o xbox 360.2
se ele fracassou em vendas, dane-se, teve o que mais importa em um console que são jogos e jogos que não se pode encontrar por aí. a sua ” verdade” é muito distorcida e simplista, típica de alguém que não sabe nada do que tá falando, simples muito jogar a real na sua “verdade” de tolos.
me poupe com sua tolice.

souziago
Amiibo
souziago

Você achar bom não muda o fato do console ser ruim e com poucos títulos. Como já disse, você é uma minoria minúscula que achou o FlopU bom. Não vai conseguir fazer o console ser bom só por que você e mais meia dúzia de gato pingado acham que ele foi um bom console. Mas é isso, só sinto pena e tristeza de quem consegue ver algo de bom nesse console exceto alguns de seus exclusivos. Vendo que até a Nintendo executou ele prematuramente no midseason da temporada dessa geração por ter sido um console RUIM, que ninguém com cérebro em pleno funcionamento gostou.

Think
Amiibo
Think

Eu adoro meu WiiU! E digo isso com base no quesito mais importante para qualquer video-game: JOGOS!!!
O WiiU me presenteou com jogos simplesmente maravilhosos como Zelda BotW, Pikmin 3, MK8, SmashU, Star Fox Zero, DKTF, Super Mario 3D World, o divertidíssimo Game&Wario que faz uso perfeito do GamePad, entre tantos outros que ainda não pude experimentar.
Infelizmente foi um console com vida curta… Sua maior falha foi a falta de apoio das Thirds e um péssimo marketing onde as pessoas não compreendiam oq era o console.
Não vou mentir em dizer que não me sinto um pouco traído pelo console ter sido abandonado tão rapidamente, mas infelizmente o mal já estava feito e já não tinha muita salvação.
Mas digo com muita tranquilidade que fui (e sou) muito feliz com meu WiiU!!!

AlRashid
Amiibo
AlRashid

Um dia entenderei esse fetiche de tentar redimir o irredimível.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

redimir o que? só ler a matéria, um dia tentarei entender esses acionistas pseudo jogadores.

Zain Zahir
Amiibo
Zain Zahir

Na boa, o texto é uma clara tentativa de tentar se convencer (isso mesmo, o autor está tentando convencer mais a si mesmo) que o console deu certo. Mas não deu.

Não me entendem mal, o console é bom? Sem dúvida e sem dúvida suas qualidades são excepcionais, mas ser bom não quer dizer que deu certo. Ter tido suas qualidades particulares não quer dizer que deu certo. Ter tido excelentes jogos também não quer dizer que deu certo. O autor e muitos outros confundem esse pequeno detalhe.

O título desta matéria deveria ser: Switch o console que deu certo, pois durante todo o texto o WiiU é usado como justificativa para dizer que se não fosse o WiiU o Switch seria um fracasso.

E digo em verdade, eu acredito que não, pois mesmo que o Switch tenha herdado muitos conceitos tecnológicos e “ideiativos” do WiiU, a proposta dele é totalmente diferente e nessa proposta o Switch acertou em tudo o que o WiiU errou. E os erros do WiiU provam o por que dele não ter dado certo, independente de suas boas qualidades. Não confundir isso, nunca.

Beto old times
Amiibo
Beto old times

Como não ligo para o que os outros falam, me diverti muito com o meu wiiu durante todo esse tempo 😎

denis_timao
Amiibo

1 SNES
2 Nintendo Game Cube
3 Nintendo 64
4 Nintendo Switch
5 NES
6 Wiiu
7 Wii

Saki Amamiya
Amiibo
Saki Amamiya

Wii U é foda. Melhor console de mesa da década até agora. Chegou agora no Switch? Azar o seu, o Wii U já era tão bom quanto.
Só lamentos para quem acha que fracasso de vendas é sinônimo de baixa qualidade. Qualidade é o que sobra no Wii U.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

ótimo os comentários, não podia esperar menos dos fãs da nintendo, não me desapontaram!
“ah mas não deu certo pra mim” o mundo não gira ao seu umbigo
“mas a tela é de pouca qualidade” comparado com? o console saiu em 2012, nenhum aparelho portatil tinha aquela qualidade em tela, controle e som juntos, isso é fato!
“mas o sistema era lento” mentira!
“mas a nintendo não teve apoio das thirds” problema dela, eu tive uma bela quantidade de jogos da empresa e de indies.
em pleno 2018 e as pessoas ainda de mimimi com um console por não ter sido um sucesso de vendas é lastimável, ele teve o que os consoles concorrentes até o momento não tiveram, JOGOS DE QUALIDADE E EXCLUSIVOS! doa a quem doer isso é um fato e quem quiser jogar third em qualidade boa que vá pro pc, o switch tem o pro de ser híbrido, algo que o pc não pode ser nem mesmo com notebook, agora as outras plataformas é lastimável, tive um ps4 por poucos meses e desisti, o xone passei longe, infelizmente temos mais acionistas hoje em dia preocupados com desempenho financeiro do que jogadores, lastimável.

Lamartine
SmashBoss

Isso pq vc não viu nas redes por ai onde esse art foi compartilhado.

WiiU sempre vai ser um console com excelentes jogos, queiram vocês ou não.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

quero nem ver XD quando o assunto é esse console, eu não consigo me calar.

Boo
Amiibo
Boo

Eu amo o WiiU, de paixão. Eu consigo enxergar perfeitamente a razão dele ter fracassado comercialmente, mas pra nós que já sabiamos onde estavamos indo, não teve erro.

Shalnark
Amiibo
Shalnark

Se você achou ele bom pra você, ótimo, mas o mundo não gira em torno do seu umbigo, e foi claro que ele foi um fracasso pra enorme maioria dos jogadores, por isso foi um dos consoles com as piores vendas da história. E qualquer celular ou tablet mediano tinha uma tela melhor que o Wii U na época.

Não ter apoio das thirds é um problema pros jogadores tambem, que ficam extremamente limitados nos jogos disponíveis. Mas é claro que não é um problema pra quem tinha outro console ou PC pra jogar (deixando o Wii U como console secundário, tradição atual da Nintendo).

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

eu disse que gira? vai lá e prove!
isso parece uma sessão de comentários de 2015, já falei ali em cima, existe hora e lugar pra tudo, e não tem como não se irritar com a mesma baboseira depois que o console já morreu depois de dois anos?
pra enorme maioria que nunca nem tocou nele!
mas consoles não tinham, não comparei com aparelhos que tinham o triplo do seu preço.

não é, eu não tinha um pc nada bom na época, em e divertia exclusivamente no console, não me senti nada limitado e só recentemente consegui terminar todos os jogos que queria
sua verdade=/= verdade dos outros, não venha querer ditar as regras do jogo e dizer por motivo x ou y disso ou daquilo ter acontecido.

Shalnark
Amiibo
Shalnark

Quem estava ditando a regra do jogo é você, reclamando de eu ter achado o console um fracasso. Respeita as opiniões dos outros ou então aguenta eles usando os mesmos argumentos ridiculos que você contra as suas opiniões.

E claro que a enorme maioria nunca nem tocou nele, afinal não havia um bom custo-beneficio no Wii U frente a concorrência na época. Isso é algo normal e esperado, só você mesmo fica revoltado das pessoas terem gostos e prioridades diferentes dos seus.

“mas consoles não tinham, não comparei com aparelhos que tinham o triplo do seu preço”

A tela do Vita (inicial) era melhor que a do Wii U. Tá melhor agora? Ou ele tambem não vale por algum motivo?

Carlos Mazmanian
Amiibo
Carlos Mazmanian

1 tudo começou pelo nome, muitas pessoas achavam que era uma continuação, melhoria, atualização ou acessório do Wii, e por mais que ele tenha vendido pra caramba (o Wii), jogos de movimento são legais no início, depois o povo acha um saco, abandona;
2 hardware e armazenamento muito inferior comparado aos concorrentes;
3 third-parties que abandonaram o console, principalmente, pq no wii u precisariam fazer um jogo diferente, em potencial gráfico e afins, tamanho, e o diferencial do tablet ajudou a atrapalhar, pois é mais barato fazer um jogo uma única vez e portar para os demais consoles similares, todo mundo querendo jogar Fifa, PES, assassin’s creed, COD, GTA, Batman, etc, e no WU ou não tinha, ou demorava pra sair;
4 a própria nintendo não usou tão bem o próprio tablet nos seus jogos exclusivos;
5 controles normais que vc precisa comprar separadamente, e vc era obrigado a vc ter vários, em um é o tablet, no outro é wii mote, no outro classic, no outro o do Game Cube, ai precisa comprar um adaptador;
6 Os exclusivos mais esperados demoraram a sair, ou nem saíram, um Mario épico e um Metroid inexistentes por exemplo, além de outros médios, FZero por exemplo, Mario Kart, StarFox e Zelda demoraram muito pra sair, etc
7 velhos problemas de sempre: online gratuito, mas meio porco, ainda mais em tempos que boa parte dos players jogam online; fama de ser video game de criança; nintendo viver de seus exclusivos e nostalgia, velhos jogos lançados em todos os consoles como VC; poucas e caras opções da rede da nintendo
8 Pirataria que demorou para sair, o que bem ou mal, ajuda a venda de hardware, manter o recall da marca, e que inclusive qndo saiu de uma forma mais fácil, deu uma sobrevida ao Wii U
9 Valores no Brasil extremamente caros

Mas na moral, gosto muito do meu Wii U, talvez por eu ter tido o Wii, por ser Nintendista, apesar que só fui pegar ele lá pelo final, e tb devo muito a pirataria (me julguem)

Renan Machado
Amiibo
Renan Machado

Dono do site vai me matar, mas uma coisa eu digo. A Nintendo merece ter todos seus consoles pirateados e crackeados para aprender a respeitar seus consumidores do mundo todo. Aqui, ainda é pior…

1° O console veio com preço nas alturas. E até hoje é caríssimo comprar um.
2° A Nintendo não tem nenhuma consideração pelos seus fãs das Américas. Não tem um jogo traduzido em pt-br;
3° Abandonou as vendas em nosso país, como se o saudosismo e as vendas fossem péssimas (não que eram, continuam sendo, mas com esse imposto que nem sempre é culpa deles.)

São motivos suficientes para não ter apoio e ter tudo pirateado. Empresa que só encherga dinheiro.

Felipe Lima
SmashBoss

Não vou te matar, mas teu argumento foi tão pífio que não dá nem pra refutar foi viu…

Vinix
Amiibo
Vinix

Bom… Mas ai não quer dizer que o WiiU, como console, deu certo. Porque tecnicamente ele não deu certo mesmo. Seu desempenho no mercado foi abaixo do esperado.

O que deu certo foi a Nintendo pegar os erros e acertos e usar isso como experiência para o próximo console. É como se uma empresa tivesse lançado um jogo diferente, esse jogo ter sido um fracasso em vendas por N motivos, e então a empresa usar isso como experiência para fazer uma sequencia muito mais efetiva. Isso não quer dizer que o jogo anterior não tenha sido um fracasso, por mais que sem ele a sequencia e sua qualidade não seria possível.

WiiU foi uma “escada” para o sucesso do Switch. Mas isso não quer dizer que ele, individualmente, tenha sido um sucesso.

E mais uma coisa… Não concordo que a Nintendo tentar mostrar que “o WiiU é mais que um console” tenha sido uma jogada positiva para o WiiU. Pois tecnicamente a Sony fez a mesma coisa com o Vita. Quando o console falha como… console… A empresa apela para os outros recursos dele pra ver se consegue tirar algo dali.

Religião Gamer
Amiibo
Religião Gamer

Consegui me divertir bastante com meu WiiU, MK8, Smash, Mario3D, Zeldas e até com Wonderful101 que nunca vi ninguém lembrar mais desse jogo, que era super divertido! Enfim, só me desfiz do meu para comprar o Switch🕹🎮

Gaebora Kaepora
Amiibo
Gaebora Kaepora

Pior videogame que tive, junto com o Vita. E olha que já tive muitos. Biblioteca desinteressante (pelo menos pra mim), tela do GamePad xing-ling (qualidade muito ruim mesmo, a tela do Switch parece vir de outro universo), sistema lento, nada de interessante que se destaque, já que o videogame não é portátil realmente. Enfim, sem contar uma série de outros erros maiores ou menores.

Enfim, se não fosse pelo Vita, seria o pior videogame que já tive. Com certeza é o pior da Nintendo que já tive. Não conto o Virtual Boy porque nunca vi um de perto.

Shalnark
Amiibo
Shalnark

Se deu certo pra alguém com certeza não foi pra mim. É a compra relacionada a jogos que mais me arrependi até hoje (e digo isso como alguem que comprou SFV no lançamento).

Mas é, ele foi excelente praqueles que não o compraram e podem aproveitar o que ele tem de bom no Switch agora. Parabéns pra voces que decidiram não apoiar a Nintendo (quando ela não merecia), estão sendo recompensados agora.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

olha só, um artigo sendo grato com o wii u, que grata surpresa!
esse pra mim sempre vai ser o meu segundo console de mesa favorito da nintendo.
não sei porque, talvez os jogos, ou o fato de poder jogar na tela sem precisar ligar a tv nas minhas inúmeras noites de insônia, ou o fato de não precisar pagar pra jogar online já que tenho a mania de largar um jogo com multiplayer e voltar meses depois pra jogar mais um pouco.

só sei que esse console por muitas vezes foi uma das poucas coisas que conseguiram me alegrar em uma época bem complicada que passei, me fez conhecer muitas pessoas e algumas se tornaram amizade.
pude participar mais ativamente da “era” dele, checando as noticias, testando a beta de splatoon com a galera aqui do site, entre varias outras coisas.
sempre irei adorar esse console que mudou muita a minha maneira de encarar os jogos, que antes era uma maneira tóxica com essa coisa de jogo AAA, agora eu só quero que o jogo cumpra o seu papel de me divertir. e nunca irei entender os nintendistas que odeiam o mesmo sem nunca terem tido.

Toru
Amiibo
Toru

O console q deu certo…. SÓ QUE NÃO.

KapsLocke
Amiibo
KapsLocke

4 principais motivos pro fracasso do Wii U:
1- Hardware muito inferior: não me refiro somente às especificações técnicas.
O gamepad parece um brinquedo, o som e a tela são horríveis e eu não consigo usar nem no banheiro que é do lado do meu quarto.
2- Falta de planejamento quanto aos lançamentos: apesar de haver muitos jogos no dia do lançamento a maioria eram ports inferiores e por um bom tempo não houve um system seller. Isso já arranhou a imagem do console e fez com que muitas thirds o abandonassem.
3- Mau uso de seus fatores diferenciais: nem mesmo a Nintendo soube usar a touch screen, segunda tela ou os controles de movimento. Saíram muitos jogos excelentes porém todos poderiam funcionar muito bem nos outros consoles.
4- Preços abusivos: console caro, com memória interna irrisória e jogos e VC que nunca entram em promoção. Além disso era preciso pagar uma taxa pra transferir os jogos de Wii.
Tudo isso dava pra relevar se na memória interna tivesse um Mario Paint U incluso com integração com MiiVerse. Garanto que só isso teria vendido 10 milhões de consoles a mais.

Shadow Moon
Amiibo
Shadow Moon

1- pois eu usava o gamepad pra jogar muitas vezes e nunca tive nenhum problema com a imagem(que era muito melhor que os portáteis poderiam oferecer na época) e o som, ele tem um limite de metros que funciona com o console, se o seu dava interferência antes de ultrapassar esse limite então era um problema no seu console

2- isso eu concordo, mas em 2013 o planejamento finalmente foi chegando, imagino que a nintendo esperava um maior apoio das thirds, e foi pega de surpresa pelo súbito debando das mesmas

3- quase todo jogo exclusivo utilizava o controle de alguma forma, não sei do que tá falando, só o fato de poder jogar na tela podendo usar a tv pra outra coisa, já era um diferencial comparado ao ps3.5 e o 360.1

4- não caro para os padrões lá fora, só não teve corte de preço, o que foi um erro, sobre a memória, todas, TODAS são irrisórias desde a gen passada, é quase impossível passar uma geração sem trocar o HDD do console seja o ps3, ps4, xbox ou xbox one, não adianta nada o console vir com 500GB mas um jogo sozinho lotado de junk file ocupar quase 100GB, o wii u por sua vez te deixa usar qualquer pendrive como memória pra colocar seus jogos, coisa que nos outros consoles é uma dor de cabeça pra poder trocar o HDD.

se o switch tivesse todos esses “problemas” que citou, ainda sim ele iria ser o sucesso que é, por um simples motivo, o público comprou a ideia dele desde o inicio, coisa que não aconteceu com o wii u, tem gente que detesta o console sem nunca ter jogado nele, enquanto que tem muitas pessoas que o sonho de consumo atual e terem um switch sem nunca terem a chance de testa o console. isso faz muita diferença, é o motivo da sony e MS só atualizarem os consoles e nunca tentarem nada diferente com eles, porque sabe o público que tem e sempre vai ter por já simpatizarem com o próximo console antes do mesmo ser anunciado.

Mr Wong
Amiibo

Wonderful 101 pra mim foi o que usou melhor o gamepad do wiiU 😉

Jose_Paulo
Amiibo
Jose_Paulo

Ainda tenho e não pretendo vender nunca. Mas confesso que os únicos jogos que, para mim, usaram o gamepad de maneira legal foram o ZombiU e o Wario.

KapsLocke
Amiibo
KapsLocke

Tem também o Affordable Space Adventures, o Kirby Rainbow Road e o Mario Maker. Muito pouco de qquer jeito.

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Tem thirds que usaram bem o Gamepad

Deus Ex e Splinter Cell Blacklist são exemplos

RafaelElias
Amiibo
RafaelElias

Confesso que não gostava muito do console em si (nem falo só de potência do hardware, também o software e a má implementação do Gamepad), fora a falta de apoio third (que não fazia muita diferença pra mim, mas ainda assim achava uma coisa muito ruim), mas os jogos exclusivos me fizeram amar o Wii U como nenhum outro console nunca conseguiu. Espero sentir o mesmo com o Switch, ainda não tenho, até porque o console ainda não me convenceu de que vale a pena a compra, mas até o final do ano devo comprar.

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Melhor coisa do WiiU é que tão portando seus melhores jogos para o Switch

No aguardo de New Super Mario Bros, Mario 3D World, Xenoblade Chronicles X e Tokyo Mirage Sessions FE (Ia citar o Mario Maker também, mas esse prefiro sequência).

Lelo Galdino
Redator

Não acho que faça sentido o New Super Mario ser um port de Wii U… Ia ser melhor um novo mesmo…

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Tem razão, é mais um desejo meu porque nunca pude jogar o jogo…

Horokeu
Amiibo

Olha, Gabriel. Com todo respeito ao seu texto, mas acho uma sacanagem separá-lo em 7 páginas igual a porcaria do Buzzfeed. Isso é pra dar mais pageview?

Eu sempre desabilitei o adblock aqui desde a época que era Wii-Brasil pra ajudar, mas putz, isso aí é vacilo demais. É exatamente um exemplo de COMO não se fazer webdesign.

Felipe Lima
SmashBoss

Retirei a quebra de página do artigo amigo, obrigado pelo feedback!
Não queremos passar a mensagem que você alega acima, creio que meu colega não a fez por mal.

Valle
Amiibo
Valle

Tá só uma página aqui.

Felipe Lima
SmashBoss

Eu alterei HAHA

cvertigem
Amiibo
cvertigem

Isso é para gerar clicks, isso é bom pra eles, mas é ruim para o usuário final, assisti uma palestra do Jaydson Gomes (o cara do BrazilJS) quando ele veio na minha cidade ele criticou esse tipo de prática.